por | 26 Abr, 2020 | Opinião, Sociedade

Inquérito de rua sobre o 25 de abril – Rui Mota
  1. O que significa para si o 25 de Abril?
  2. Como vê a polémica que se gerou este ano acerca das comemorações?
  3. Como vê o país social e político no futuro?

1) Quando se deu o 25 de Abril, encontrava-me no Norte de Angola, no cumprimento do serviço militar obrigatório. Tomei conhecimento através da rádio do Congo afeta ao MPLA. Para mim foi uma satisfação e uma alegria (considerando a vontade e luta de um familiar muito próximo), mas penso que para a maioria dos militares foi uma agradável surpresa, até porque era considerado terminar a guerra colonial. Já estávamos com a comissão terminada. Familiarmente, quando regressei em Junho de 74, foi uma agradável surpresa, pelo facto de esse meu familiar, que normalmente andava sisudo, ter um aspeto mais brilhante e sorridente. Dizia eu que tinha rejuvenescido. Para mim o 25 de Abril, como as plantas que florescem na primavera, floriu para todos os portugueses, abrindo a liberdade, o progresso económico e social e criando melhores condições para todos.

2) Penso que toda esta polémica não tem qualquer razão de ser, as comemorações deveriam realizar-se, dentro das regras definidas pela DGS. Algumas pessoas, com a sua maneira de ser e de estar, gostam de criar estas situações, esperando tirar algum proveito, o que normalmente não acontece. Isto é o normal, devemos respeitar as opiniões, é esta liberdade que o 25 de abril nos permite.

3) O futuro, após esta pandemia, entendo que politicamente, pouca diferença haverá, exceto na visão dos principais interesses do País e dos portugueses, é o meu desejo.
No que respeita ao País social, espero e desejo que alguns setores sejam tratados de um forma diferente e mais eficaz, designadamente no que respeita À SAÚDE, À EDUCAÇÃO, AO APOIO DOS IDOSOS E SETOR SOCIAL, apesar dos constrangimentos económicos que surgirão.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais