por | 16 Jul, 2023 | Política, Sociedade

Assembleia Municipal de 29 de junho de 2023

Na noite de 29 de junho realizou-se mais uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Lousada. O calor da noite fez-se sentir dentro de portas, num acalorado e prolongado debate político entre as bancadas partidárias, onde se destacou, entre outros temas debatidos e já publicados na nossa página online, a discussão sobre a situação da Saúde em Lousada e sobre o processo de revisão do PDM. 

“Há utentes sem Médicos de Família e o atraso no atendimento é recorrente”

Tem sido recorrente pelo PSD a abordagem ao assunto da Saúde em Lousada, tanto mais que é uma área onde se regista a passagem de competências da tutela central para as Câmaras Municipais. No uso da palavra, Leonel Vieira (PSD) referiu que desde a sua última intervenção sobre o assunto “chegaram novos médicos ao Centro de Saúde de Lousada, mas continua a haver utentes sem médico de família”. O social-democrata explicou que “alguns dos novos médicos que cá chegaram estiveram aqui poucos meses e abalaram”. Além disso, parece que “só dois ou três meses depois de o solicitar ao médico que lhe foi atribuído, os utentes conseguem consulta e outro tanto tempo para entregar exames de diagnóstico entretanto efetuados, e acontece que quando isso acontece já esse médico lá não está. Por isso, acontece ser pedido aos utentes para deixar os exames para algum médico os analisarem”, relatou Leonel Vieira. “Isto, que ocorre sobretudo nos centros de saúde de Caíde de Rei e de Meinedo, é brincar com a saúde das pessoas”, atirou o membro da bancada laranja, desafiando o executivo municipal a assumir as responsabilidades públicas e a resolver os problemas da população Lousadense, relativamente à Saúde. A resposta veio da bancada oposta, por intermédio de João Correia, que reconheceu tratar-se de um problema que não é exclusivo de Lousada e que “é transversal a todo o país”. O socialista revelou ter conhecimento de um caso em Vila Nova de Famalicão de alguém que falsificou a morada para ter acesso a assistência médica no centro de Saúde da Trofa. O Presidente do Município de Lousada afirmou que não é pelo facto de o Município ter assumido responsabilidade relativamente à Saúde no concelho, que possa ser responsabilizado pelas situações decorrentes, sendo, no entanto, parte interessada para que as situações mais difíceis sejam resolvidas. Assume que o rácio de Médicos de Família permite que não estejam listas a descoberto, aceitando, no entanto, que na prática as pessoas possam não estar devidamente servidas. Pedro Machado, assume ainda a importância de criação de USF`s para melhor resolução das diversas situações reportadas.

“Revisão do PDM é uma oportunidade de preparação do concelho para o futuro”

Leonel Vieira (PSD), trouxe à discussão o Plano Diretor Municipal (PDM), acusando a autarquia liderada pelo Partido Socialista de não ter tido a capacidade de reservar nas diferentes revisões deste plano espaços para equipamentos públicos e privados essenciais para o desenvolvimento do território e para o bem-estar da população. “São exemplos a não reserva de espaços no PDM para a construção de uma variante a sul da Vila de Lousada”, necessária na opinião deste deputado municipal, bem como “a reserva de espaços no centro da Vila para a construção de equipamentos públicos e para aumento do terrado das Festas Grandes em Honra do Senhor dos Aflitos”, disse ainda. Foi ainda adiantado por Leonel Vieira, que “a Câmara Municipal de Lousada não previu na revisão do PDM a reserva de espaços para a construção de um novo quartel para os Bombeiros Voluntários de Lousada, nem para a construção de um novo Centro de Saúde na Vila.” O membro da Coligação Acreditar Lousada (PPD/PSD e CDS-PP) ressalvou que “ainda é tempo de melhorar o PDM, pelo facto de o mesmo estar em fase de revisão e que poderá não estar tudo perdido.” Eduarda Ferreira (PS), referiu que entende que “a reserva de espaços para a construção de variantes poderá ferir em demasia os direitos dos privados, sendo que as mesmas podem criar prejuízos nos privados caso não seja decidido o avanço dos projetos”. No entanto, realçou que “o facto de não serem feitas reservas em âmbito das revisões do PDM, não tem impedido o investimento do Município em novos espaços e equipamentos”. Ainda pelo PS Lousada, João Correia informou que “o PDM está em consulta pública e como tal, qualquer cidadão lousadense poderá realizar propostas de alteração”, informando que “terá de haver um jogo de equilíbrio entre o interesse público e o interesse privado e que esta revisão do PDM é uma oportunidade de preparação do concelho para o futuro”. Pedro Machado disse “poderá ser pior reservar espaços no mesmo, porque esses terrenos passam a ser considerados terrenos urbanos, e como tal a Câmara Municipal teria de pagar o preço desses terrenos como tal”, afirmando que “não é pelo facto de estar no PDM que garante que o equipamento seja realizado no local assinalado” e, no seu entendimento, “o facto de não estar reservado não quer dizer que o investimento não seja feito”, concluiu.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Conferência do PSD Lousada debateu estratégias e financiamento para o Desenvolvimento Local

Na noite de 18 de julho, o Auditório da COPAGRI em Lousada foi palco da conferência...

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Siga-nos nas redes sociais