por | 13 Jul, 2020 | Desporto, Grandes Louzadenses

Segunda jornada do Campeonato Portugal Ralicross, Kartcross e Super Buggy já tem vencedores

A segunda jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy 2020, que decorreu no Circuito de Lousada, começou bem cedo, tal como os níveis de adrenalina. A ânsia de vitória era grande e aqueles que subiram ao lugar mais alto do pódio foram na Super 1600 o campeão em título João Ribeiro. Américo Sousa venceu na Nacional A 1.6, após penalização a Pedro Tiago e Daniel Teixeira conquistou igual posição nas duas rodas motrizes (Nacional 2RM). A Iniciação ficou nas mãos de André Monteiro e Joaquim Santos foi o melhor entre os Super Cars. Pedro Rosário venceu nos Kartcross e Nuno Godinho nos Super Buggy.

Resumo das Finais

Iniciação

Entre os mais novos, a final acabou por ficar nas mãos de André Monteiro (Toyota Corolla), que apesar de ter sido o segundo a cruzar a linha de meta, acabou por subir de posição após uma penalização aplicada a Rafael Rêgo (Peugeot 106), que desceu assim para a segunda posição. Gonçalo Rocha (Peugeot 106) encerrou o pódio e estreou-se com uma subida ao pódio, virtual, pois as cerimónias de pódio estão também suspensas. Rafaela Barbosa (Citroen AX), quarta classificada, assinou também de forma excelente a sua estreia no campeonato. Guilherme Nunes (Toyota Stralet) acabou por abandonar na terceira volta devido a problemas mecânicos e dos estreantes, este foi o teve menos sorte.

Nacional 2 RM

Daniel Teixeira (Renault Clio) partiu para a final a “espreitar” o pódio e ao baixar da bandeira xadrez acabou mesmo por assegurar a vitória. Andreia Sousa, depois de um toque que a colocava atravessada na curva dois, logo após a partida, retomava o andamento e sempre com um ritmo forte, conquistou a “Prata” aos comandos do Peugeot 306 e José Silva fechou o pódio desta segunda jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross.

Nacional A 1.6

Pedro Tiago (Citroën Saxo) confirmou a prestação de toda a qualificação e voltou a superar a concorrência. Américo Sousa também em Saxo e Tiago Ferreira em Peugeot 106, discutiram entre sim os restantes lugares do pódio, terminando, por esta ordem quase “colados”. Duplo azar para Leonel Sampaio, que arrancou melhor mas depois perdeu terreno devido a um ligeiro toque na travagem no final da reta da meta.  Para além disso, quando estava a recuperar posições acabou por ser forçado a abandonar após o salto da Joker Lap.

No final, Pedro Tiago recebia uma penalização, devido a um toque em Leonel Sampaio logo na curva um, que o colocava no quarto posto. Os três primeiros passaram a ser Américo Sousa, Tiago Ferreira e Jorge Costela, por esta ordem respetivamente.

Super 1600

A classe rainha do Ralicross consagrou João Ribeiro que se estrou da melhor forma aos comandos do Skoda Fabia. Liderou da primeira à última volta, mas na segunda passagem pela meta a vantagem face à concorrência já era significativa.  Mais animada esteve a “luta” pelos restantes lugares do top five. Bruno Gonçalves em Citroën Saxo ainda rodou durante algum tempo no segundo posto, mas Joaquim Machado (Peugeot 208) numa corrida de trás para a frente acabou, na penúltima volta por assumir o segundo lugar. Gonçalves fechou assim o pódio, enquanto Rogério Sousa (Ford Fiesta), quarto classificado, acabou por levar a melhor no duelo particular que teve durante as sete voltas com André Sousa no Peugeot 207.

Kartcross

Pedro Rosário em Semog Bravo voltou às vitórias, numa corrida que até metade foi comandada por Rui Nunes, também em Semog Bravo. O campeão em título, Jorge Gonzaga fechou o pódio, mas durante toda a corrida teve que medir forças ora com Tiago Freitas ora com Luís Almeida, que por esta ordem terminaram o grupo dos cinco mais do Kartcross. Daniela Godinho voltou a defender a honra das senhoras e João Pinheiro entre os rookies.

Super Buggy

Nuno Godinho (Semog) terminou a jornada de Lousada como começou, isto é, no comando. Cláudio Coelho cumpriu os objetivos na estreia do SSV Polaris.

Super Cars

Joaquim Santos aos comandos do Ford Focus arrancou melhor e assumiu a liderança da primeira à última volta. José Lameiro  (Skoda Fabia) ainda discutiu com o piloto da Bompiso a primeira travagem, mas depois não acompanhou o ritmo e acabou no segundo lugar do pódio. Daniel Pacheco foi terceiro e garantiu a melhor posição entre os carros de Divisão 2.

Após corridas de qualificação

Iniciação

Rafael Rêgo liderou toda a qualificação. André Monteiro (Toyota Corolla) fez o que pôde mas não conseguiu ter argumentos para o Peugeot 106 de Rêgo e partiu para a Final no segundo lugar da grelha, seguido de Gonçalo Rocha (Peugeot 106), Guilherme Nunes (Toyota Starlet) e da estreante Rafaela Barbosa (Citroën AX).

Nacional 2 RM

A regularidade garantiu a Andreia Sousa (Peugeot 306) o primeiro lugar da grelha para a Final. Na posição seguinte esteve o Opel Astra de Adão Pinto e o Peugeot 206 de João Oliveira.

Nacional A 1.6

Pedro Tiago aos comandos de um Citroën Saxo manteve-se sempre na comando das operações e partiu para a derradeira prova desta jornada na frente das operações. Tiago Ferreira e Leonel Sampaio, por esta ordem estiveram ao seu lado na Final, a aguardar pelo semáforo verde.

Super 1600

João Ribeiro nunca deu hipóteses à concorrência durante todas as corridas de qualificação. Logo atrás, ficaram Rogério Sousa e Joaquim Machado. Pelo caminho, após o capotanço da jornada, ficou Rodrigo Ribeiro, que herdou do filho (João) o Citroen Saxo.

Kartcross

Pedro Rosário, Luís Almeida e Rui Nunes, garantiram, por esta ordem, os três primeiros lugares que deram acesso à final.

Supercar

Joaquim Santos (Ford Focus) garantiu a primeira linha da grelha para a Final, seguido do Subaru Impreza de Daniel Pacheco (1.º Div. 2) e de José Lameiro em Skoda Fabia.

A próxima prova vai ser disputada em Castelo Branco, nos dias 1 e 2 de Agosto.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

Siga-nos nas redes sociais