por | 20 Jun, 2024 | Editorial, Editorial

Editorial 123 | Identidade e Espírito Comunitário em Lousada

Lousada, com a sua rica história e tradições, sempre foi um exemplo de comunidade unida. No entanto, a modernidade e a construção recente de vários prédios em altura trouxeram consigo desafios que ameaçam essa coesão e estão a transformar a identidade arquitetónica e social do concelho.

O ritmo acelerado da vida contemporânea e a vinda de novos moradores para o concelho, combinados com a crescente dependência da tecnologia, têm contribuído para uma certa descaracterização da nossa comunidade. Muitos de nós apenas dormimos em Lousada, com as nossas vidas concentradas fora do concelho, seja no trabalho ou noutras atividades. Este distanciamento físico e emocional enfraquece os laços que outrora nos uniam, onde todos se conheciam, cumprimentavam, paravam para conversar.

“Lousada está a tornar-se num dormitório sem espírito comunitário” é uma constatação lapidar de quem vive (n)o concelho. Razão pela qual nos merece elogiar a realização da Festa dos Vizinhos, não pela festividade, mas sim pelo conceito que impregna a favor do saudável e positivo espírito comunitário de partilha, união e convívio intergeracional.

A Festa dos Vizinhos oferece-nos um momento para contrabalançar a realidade crescente de distanciamento, isolamento e desconhecimento. Mais do que uma simples celebração, é um convite para sairmos das nossas casas e nos encontrarmos. É um apelo à convivência, à partilha e ao reforço dos laços comunitários.

Pequenos gestos, como cumprimentar quem passa na rua, participar nos eventos locais ou ajudar um vizinho em necessidade, podem fazer uma grande diferença. Uma comunidade saudável e coesa constrói-se através do contacto humano, do diálogo, da participação e da solidariedade.

Acolher, integrar, preservar, construir são alguns verbos de ação que importa acautelar. É igualmente importante envolver as novas gerações neste esforço. Educar os jovens sobre a importância da comunidade e incentivá-los a participar ativamente na vida de Lousada é crucial para garantir a continuidade das nossas tradições e valores. Além disso, um forte espírito comunitário tem um impacto significativo na segurança e bem-estar dos moradores. A coesão social é um fator determinante para a qualidade de vida e para a criação de um ambiente acolhedor e seguro para todos.

Para reavivar o espírito comunitário em Lousada é necessário um esforço conjunto. Significa envolver-nos mais ativamente nas questões locais, apoiar os negócios e outras iniciativas de índole política e social. Sermos voluntários. Fazermos parte da mudança, para algo melhor e maior: o bem comum.

Lousada não é, nem pode ser, terra de gente apática!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

A  memória e a literatura

Há uns tempos e a propósito de um Colóquio Internacional em que participei na Sorbonne, em Paris,...

“Fecharam-nos muitas portas, mas temos tudo controlado”

COMISSÃO DE FESTAS DO SENHOR DOS AFLITOS 2024 Em janeiro deste ano, Paulo Magalhães, Daniel Pires...

Cartaz de arromba nas festas de Lustosa

SÃO TIAGO É COMEMORADO DE 25 A 28 DESTE MÊS A comissão de festas de Lustosa é formada por mais de...

Festas Grandes em honra do Senhor dos Aflitos

A Vila já está iluminada lembrando as Festas Grandes, que têm um dos grandes momentos na...

Lousada no pódio europeu de árvores plantadas em Portugal

O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional, ao abrigo da iniciativa europeia da...

Votações para o OPJ até dia 8 de agosto

Até dia 8 de agosto estão em votação as 12 propostas apresentadas no âmbito do Orçamento...

Ações de sensibilização com a Liga Portuguesa Contra o Cancro

O Município de Lousada associou-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte,...

NÍVEL ELEVADO NO SUPERCROSS EM LUSTOSA

As grandes emoções do Supercross estiveram em Lustosa (Lousada), numa noite memorável. A pista do...

Quarteto Metralha animam festas e romarias

LOUSADA TEM CADA VEZ MAIS GRUPOS DE BOMBOS Os bombos são uma tradição bem portuguesa e em Lousada...

Verónica Parente apresenta a exposição “Horizontes de Cores” no Cais Cultural de Caíde de Rei

O Cais Cultural de Caíde de Rei acolherá a exposição "Horizontes de Cores", da artista Verónica...

Siga-nos nas redes sociais