Lousada ao rubro na super especial do Rally de Portugal

NEUVILLE GANHA SUPER ESPECIAL DE LOUSADA

Um grande banho de multidão foi o cenário da Pista da Costilha, na passada sexta-feira. Os aficionados do desporto automóvel vieram de todo o país e de Espanha, principalmente da Galiza, para assistirem à Super Especial do Rally de Portugal 2019.

Ao contrário do que aconteceu nas últimas edições, em que esta prova era o arranque da competição, desta vez, foi a última etapa do primeiro dia de prova. Num dia de muito calor, o farnel e as arcas com bebidas desde cedo encheram as bancadas. O ambiente foi de grande festa, abrilhantada pela demonstração de perícia de Paulo Martinho e pelo som da DJ Lousadense Sara Santini. De salientar que teve lugar o troféu de clássicos, no arranque desta Euper Especial.

Nesta prova, Thiery Neuville sagrou-se vencedor, com 3,36 km. O belga da Hyundai cumpriu em 2.38,5 m. O hexacampeão do Mundo Sébastien Ogier (Citroën C3 WRC) ocupou a segunda posição, a apenas 0,9 s. do primeiro.
Apesar de 3.º no Circuito de Lousada, Ott Tanak ocupava a liderança do rali… Em Toyota Yaris WRC, assumiu o comando da prova na 2.ª especial e acabou o dia com menos 17,3 s do que companheiro de equipa, Jari-Matti Latvala. Em 3.º lugar, outro Toyota, com Kris Meeke aos comandos, a 22,8 s do comandante da prova.

Armindo Araújo, em Hyundai i20 R5, foi o melhor português, conseguindo a 22.ª na classificação geral, a 5.45,6 m de Ott Tänak, piloto que estava a dois pontos apenas do WRC, Sébastien Ogier, que procurava a 6.ª vitória em Portugal.

OTT TÄNAK CONQUISTA PRIMEIRA VITÓRIA EM PORTUGAL

O final de prova foi realmente dramático e emocionante, com as reviravoltas de adrenalina típicas destas competições. Houve mesmo três despistes, duas desistências. Sébastien Loeb também deu um toque, danificando a roda traseira esquerda do Hyundai. O piloto chegou ao fim do troço, mas acabaria por desistir na assistência.

Sébastien Ogier foi então o mais rápido na Power Stage e com esses pontos garantiu a manutenção da liderança no Campeonato do Mundo, um «presente envenenado», já que assim vai ter de voltar a abrir a estrada na Sardenha, onde esse facto é ainda mais penalizante do que em Portugal.
Ott Tänak foi apenas o terceiro na Power Stage, mas fê-lo intencionalmente, reconhecendo que travou “nos últimos metros, porque” sabia que assim “Ogier lideraria o Campeonato” e não ele. Mas venceu o Rally de forma brilhante, oferecendo também à Toyota o primeiro triunfo num Rally de Portugal pontuável para o Mundial desde 1994, então com o Celica Turbo 4WD de Juha Kakkkunen. O estónio averbou desta forma o terceiro triunfo da época e é o piloto mais bem-sucedido nesse particular.
Thierry Neuville foi segundo, na prova e na Power Stage, pelo que no pódio do Campeonato se manteve tudo na mesma, apenas com alterações nas diferenças pontuais: Ogier é primeiro, com 142 pontos; Tänak, segundo, com 140; e Neuville, terceiro, com 132.

Entre os portugueses, Armindo Araújo foi o melhor (16.º), encerrando esta 53.ª edição com um triunfo para o campeonato nacional, que lhe permitiu subir ao segundo posto da geral liderada por Ricardo Teodósio, com um espírito de “missão cumprida”.

As reações…

Jorge Simão – Clube Automóvel de Lousada

“Foi um novo registo. Penso que este ano batemos todos os recordes, a nível de público. O dia portou-se muito bem, a pista também está ótima. Acho que foi um registo muito bom.

Com o tempo que esteve, foi um pouco mais difícil, pois, a nível de público, comete-se alguns excessos nas bancadas e foi preciso haver um controlo maior por parte das forças de segurança, que fizeram um grande trabalho. Mas penso que as coisas correram bem.

Ser na sexta-feira, véspera de fim de semana, acabou por favorecer esta edição. Os nossos patrocinadores, os nossos amigos e os nossos colaboradores estão todos de parabéns e o CAL também, pois provou mais uma vez que está à altura de realizar qualquer evento”.

Carlos Barbosa – Presidente do Automóvel Clube de Portugal

“Continua a ser uma festa. Basta ver a quantidade de público que está aqui atrás. Lousada é uma referência no Rally de Portugal desde o primeiro ano em que viemos para o Norte. Estou muito contente por estar aqui e sermos sempre tão bem recebidos em Lousada por este público fantástico e por toda a comunidade de Lousada.

Os grandes vencedores de hoje são os vendedores de protetores solares porque está um calor e um sol fantásticos. Tivemos muita sorte com o tempo. Estou muito contente com tudo. Queira Lousada receber-nos e cá estaremos com muito gosto.”

Pedro Machado

“É mais um dia histórico. É sempre um daqueles grandes dias que temos em Lousada, desde que o rally regressou ao Norte. É um dia de festa, de orgulho coletivo, pelo facto de conseguirmos manter aquele que é o maior evento desportivo que se realiza em Portugal.

Quero aproveitar para dar os parabéns a todos aqueles que se empenharam para que isto fosse possível. Não é fácil manter esta prova em Portugal. Parabéns ao ACP, pela brilhante organização que faz sempre, e parabéns ao CAL que trabalha para que Lousada tenha esta particularidade. A Câmara comparticipa e apoia, mas o trabalho de terreno é do CAL, que desenvolve esse trabalho graças a muita gente que dá o seu tempo e esforço de forma voluntária. O contributo do CAL é fundamental para nós continuarmos a afirmar Lousada no contexto nacional e internacional. Esta prova é transmitida em direto para mais de 160 países e costumo dizer que mais que o retorno direto económico que uma prova destas tem para o concelho, mas muito mais importante, é o retorno indireto, que não é se quer possível medir, que é de facto a afirmação do concelho. Lousada é cada vez mais conhecida sobretudo pelo desporto automóvel e é fundamental nós continuarmos a ter aqui esta grande prova. O público aderiu em massa, mas havia o receio de que o público não estivesse em massa pelo facto de se realizar também na zona do Centro. Parabéns a todos os que colaboraram e parabéns a Lousada.

O poder económico, por vezes, fala mais alto e é evidente que há países com um poder económico superior a Portugal que desejam ter a prova, mas o ACP tem um trabalho de excelência, com o seu presidente Carlos Barbosa, que é o grande obreiro deste grande evento, e também todos aqueles que organizam bem a prova e o público, que adere sempre em massa, não só em Lousada mas em todo o percurso. Os testemunhos dos pilotos e das equipas dizem que o Rally de Portugal é especial por esta mística e pela paixão que os portugueses têm por esta modalidade. Há que saber manter essa mística e é seguramente isso que nos faz competir com quem tem mais poder económico.

Eu não sou piloto, eu divirto-me um pouco. De facto, gosto, mas ser piloto tem muito que se lhe diga e eu sou apenas alguém que gosta de experimentar e que se diverte quando conduz na pista. Têm-me lançado esse desafio de forma simpática e eu tenho aceitado e tenho-me divertido imenso e percebo aqueles que participam nas diferentes modalidades e sobretudo Lousada, que tem uma grande percentagem de pilotos. Uma coisa é estar a ver os campeões a correr, mas conduzir é ainda melhor. No último ano, pela primeira vez, demos um incentivo financeiro a cada um dos pilotos lousadenses, para que Lousada seja cada vez mais uma referência no desporto automóvel”.

João Paulo Rebelo – Secretário de Estado do Desporto e da Juventude

“O Turismo de Portugal dá sempre uma grande ajuda e é isso que queremos continuar a fazer para continuarmos a ver esta extraordinária moldura humana aqui em Lousada nesta super especial. Eu já sou um cliente habitual por todo o percurso do Rally de Portugal, que, como sabemos, são milhares de pessoas do nosso país, e particularmente os nossos vizinhos espanhóis, que aderem sempre com grande presença, para verem esta prova.

Eu diria que é essencial continuarmos a fazer todos o que temos que fazer para continuarmos a ter o Rally de Portugal.”

Luís Pedro Martins – Presidente Turismo Porto e Norte

“É muito saudável o que está a acontecer entre a região Norte e Centro. Felizmente, entre entidades de turismo também nos damos bastante bem, mas nessa competição queremos ganhar e dizer que o santuário do rally é no Norte do país. Segundo a FIA e ACP, é no Norte que está o maior número de aficionados. É um evento que traz grande retorno económico à região e também traz grande comunicação, uma vez que é divulgado em mais de 160 países. É um evento que ajuda a fidelizar aqueles que por aqui passam e vão querer repetir o destino, mas para passear e, quando forem para os seus países de origem, vão recomendar esta região. Ou seja, são razões de sobra para apoiarmos de alma e coração este Rally de Portugal e querermos que este rally continue em Portugal.

É a primeira vez que venho assistir a esta prova a Lousada e, sendo eu presidente desta entidade e tendo este grande evento como estratégico para a promoção da região, fico bastante feliz por chegar a Lousada e ver tanta gente e ter-me cruzado com tantos estrangeiros, o que é bom sinal, porque vão de certeza recomendar o território e querer repetir.

Quero aproveitar a ocasião para felicitar o município de Lousada e o seu presidente, Pedro Machado, por ter apostado e mantido firme o rally no Norte de Portugal. Da minha parte, continuarei a lutar pelo mesmo e tenho um excelente parceiro com o mesmo objetivo. Por isso, estamos todos de parabéns.”

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Portistas comentam eleições no FC do Porto

MAIORIA DEFENDE MUDANÇAS Nem só os partidos políticos estão em campanha eleitoral. Também o...

Bombos femininos crescem em Lousada

AS “BOMBÁSTICAS DE AVELEDA” No final do desfile do Carnaval de Lousada, todas aprumadas na...

“Câmara recusou sistema de rega inovador” (DR)

Ao abrigo do disposto nos artigos 24.º e 25.º da Lei da Imprensa, aprovada pela Lei n.º 2/99, de...

70.º aniversário do nascimento de um Grande Louzadense

MÁRIO FERNANDO RIBEIRO PACHECO FONSECA (1954-2012) «Gosto tanto de Lousada, que nela gosto de tudo...

Skaters queixam-se de perseguição da polícia Municipal para deixarem a “mítica” Praça do Bispo

FAMA DO LOCAL ONDE NASCEU O SKATE LOUSADENSE JÁ CHEGOU AO ESTRANGEIRO O fenómeno do skate...

Já começaram as movimentações para formar a Comissão de Festas

Romaria da Senhora Aparecida O artigo da anterior edição do nosso jornal, sobre a ausência de...

Editorial 115 | Silêncio

A 26 de fevereiro de 1954 nascia Mário Fernando Ribeiro Pacheco Fonseca, figura incontornável da...

Direção ameaça entregar chaves do clube se não houver acordo com autarquia

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE LOUSADA A ADL está em modo de «gestão a prazo», pois a atual Direção já...

Lousada recebeu entrega de prémios da AT Porto

Retomou-se, no passado dia 3 de Fevereiro, a habitual cerimónia de entrega de prémios da...

Peça de teatro promove a sensibilização e prevenção rodoviária nos mais novos

A nova edição da campanha de sensibilização, que transforma as crianças em agentes de segurança e...

Siga-nos nas redes sociais