por | 11 Jun, 2019 | Desporto, Grandes Louzadenses

Armando Taipa: a paixão pelo BTT

A bicicleta todo-o-terreno (BTT), também chamada bicicleta de montanha, é conhecida pela sua enorme versatilidade, tendo cada vez mais praticantes. Com ela, rapidamente nos encontramos em contacto salutar com a Natureza, resultando na exploração de áreas extensas que, se a pé se tornavam penosas, de jipe seriam por vezes inacessíveis.

Dada a sua enorme popularidade, é também um desporto praticado profissionalmente, resultando em campeonatos mundiais, tanto na modalidade de cross-country (circuitos de montanha desenhados para o efeito), como na de down-hill (descida de montanha).

Armando Agostinho Rodrigues Taipa, de 42 anos, professor de Educação Física, é um apaixonado pela modalidade. O professor explica-nos como surgiu a paixão: “Sempre gostei muito de ciclismo. Ia ver sempre a volta na Senhora da Graça, acompanhava o meu pai e um grupo de amigos de Paredes. Quando era mais novo, pedi ao meu pai uma bicicleta BTT, o que era um gasto muito grande. E depois, quando me juntei com a minha esposa em Felgueiras, tinha lá um familiar que fazia ciclismo de lazer ao domingo. Isto já com os meus 34 anos, numa fase muito tardia”.

O início em Vila do Conde

A paixão adensou-se quando iniciou funções numa escola em Rebordosa, onde trabalhava, como auxiliar, a mãe do Cândido Barbosa: “Foi a partir daí que me deu o clique de querer comprar uma bicicleta um pouco melhor”. Começou por se juntar com os “senhores da terceira de idade”.

Inexperiente, na altura, achava a sua bicicleta extraordinária. O contacto com a realidade proporcionou-lhe uma avaliação correta da sua máquina: “Quando cheguei lá, pensava que tinha uma bicicleta extraordinária, mas era a coisa mais rasca que lá havia. Nessa altura, custou trezentos euros, o que, para mim, já era muito”, conta. Conclusão: não chegou sequer a entrar em competição com ela, acabando por comprar uma “cinco vez mais cara”. A primeira prova “a sério foi no campeonato em Vila do Conde”. É este o marco do início da sua carreira.

A camaradagem foi também um ponto positivo que o incentivou a continuar: “Andava com o ciclista Célio Sousa, de Lordelo, e começamos a ter uma relação de amizade. Ele incentivava-me a continuar”. O Campeonato de Vila do Conde XCO foi, assim, o primeiro grande desafio sério: “Comecei a competir a sério e, em cinco provas, em cinco freguesias, ganhei quatro e fiz um segundo lugar”. Ou seja, ganhou o campeonato, mesmo tendo entrado tardiamente no mundo do ciclismo.

Empenho e sacrifício: a receita do sucesso

Dedicado e determinado, é capaz de enfrentar sacrifícios para atingir os seus objetivos: “Quando me empenho nas coisas, tenho três características: empenho, sacrifício e muita vontade. Sou muito guerreiro e isso já é de família. Não viramos a cara à luta e tento incutir isso na minha filha”, salienta.

Os ciclistas profissionais Virgílio Santos e Célio Sousa eram para si um exemplo importante e influenciaram-no, nomeadamente a federar-se. Em 2010, juntamente com o irmão, Renato Taipa, arranjou alguns patrocínios e, a partir daí, foi sempre a crescer: “Conheci uma pessoa que me orienta, tenho um treinador que a nível nacional é dos melhores. Tem imensos campeões nacionais e tem-me a mim, um modesto rapaz que treina à noite e é empenhado naquilo que faz”, refere.

2012 e 2013 foram anos muito atípicos: “Eu fui campeão no segundo ano de maratonas no campeonato do Porto, bastante competitivo, onde tinha estado a treinar muito bem, numa pré-época muito boa. Houve ali um senão: antes da semana da primeira prova, em Sandim, Vila Nova de Gaia, um caso familiar afetou-me um pouco. Ao mesmo tempo, estive dois a três dias sem treinar, mas estava a andar muito bem. Fui fazer essa prova sem treinar três dias. Na véspera, a minha esposa, hospitalizada, deu-me força e ganhei a prova”. Um exemplo de persistência e robustez que o deixou em lágrimas no final.

Mas a bicicleta não é só competição. Há também lugar para o passeio e lazer: “Tenho muitos amigos devido ao BTT, e acabo por ir a passeios, como aqui em Lousada. Gosto de os fazer pois estou com pessoas que, quando comecei, eram para mim uma grande referência. Dou o exemplo daqui, do Hugo Almeida e do Eduardo, com quem comecei a andar”, explica.

Um blog para divulgar o BTT (BlogBTTtaipa.com)

A divulgação da atividade num blog foi um projeto que começou num trabalho escolar, como conta o ciclista: “Acabou por ser mais um hobby que iniciei ao mesmo tempo que comecei com as bicicletas. Acabou por também por ser uma forma de divulgar a atividade e dar-me notoriedade, publicitando os meus apoios. Com essa brincadeira, consegui arranjar mais apoios e a chegar a mais pessoas”. Quando chegava ás provas, já toda a gente conhecia o Taipa. O blog já tem 52 mil publicações. Apesar de ser um hobby, acaba por ser um excelente projeto na divulgação e promoção do BTT.
Sobre a evolução do BTT, considera que é provavelmente a modalidade que mais cresceu, “que mais participantes e atletas teve, não só na vertente competitiva, como de lazer. Temos por exemplo uma Taça de Portugal, onde estão cerca de 500 atletas. Eu estive recentemente na Bairrada em Águeda numa prova mítica com 750 participantes. Fiz 10.º lugar na geral e fui terceiro nos masters 40”.
Escolas de Lousada com BTT
Com o desporto escolar em Lousada, há já dois agrupamentos que têm a experiência BTT. “Há miúdos dos cursos profissionais que também têm formação de BTT e alguns colegas de educação física pedem-me para ir lá expor a minha experiência. Depois, ao lado do agrupamento, fizemos uma pista XCO, que é a modalidade olímpica cross-contry e os miúdos fazem o circuito comigo e veem como funciona”, explica.
Atualmente, Armando Taipa compete com uma bicicleta da KTM, com o apoio da KTM Byke Portugal: “Sem esse apoio, seria difícil estar neste nível de competição. Só a bicicleta custa cerca de 8 mil euros e para mim, devido a este apoio, fica muito mais barata”.


Nome da equipa:
ARCA ENDURANCE BIKE TEAM
Categoria:
Master 40
Provas:
Ultra Maratonas (acima dos 100 kms) e Resistências 6/12/24 horas.
Diretor Técnico/Provas:
Renato Taipa
Assistência:
KTM Bike Portugal
Preparador Físico:
Valter Sousa
Palmarés:
– Vice-Campeão do Campeonato Regional Maratonas do Minho 2017/2018;
– 3º Lugar na prova por etapas Douro Bike Race 2017 (4 dias com 330 kms);
–  8º Lugar na Taça de Portugal Maratonas 2018;
– Vencedor da 1ª Prova da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo de Bragança, Vimont-Macedo de Cavaleiros, 2017;
– Vencedor da 3ª Prova da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo do Vila Real, Santa Marta de Penaguião, 2017;
– 9º Lugar na Taça de Portugal Maratonas 2017;
– Vencedor da Taça Inter-Regional de Maratonas da Associação Ciclismo Vila Real e Bragança 2016;
– Vencedor da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo do Porto 2015;
– Vice-Campeão Regional de Maratonas da Associação de Ciclismo do Porto 2015;
– Vencedor da 2ª Prova da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo do Vila Real, Valpaços, 2015;
– Vencedor da 3ª Prova da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo de Vila Real, Vila Real, 2015;
– Vencedor da 7ª Prova da Taça Regional de Maratonas da Associação Ciclismo de Vila Real, Montalegre 2015;
– 2º Lugar na 2ª Prova da Taça Regional XCO Cup AC Porto, Jovim-Gondomar 2105;
– 3º Lugar na 4ª Prova da Taça Regional XCO Cup AC Porto, Lordelo- Paredes 2105;
– 3º Lugar na 9ª Prova do Campeonato Regional do Minho XCO, Santa Marta- Felgueiras 2105;
– Vencedor do 8º Raid BTTombos, Sobreira-Paredes;
– 5º Lugar, em Masters A, tanto no Campeonato Regional XCO e XCM do Porto 2014;
– 4º Lugar, em Masters A, tanto no Campeonato Regional XCO do Minho e do Porto 2013;
– 1º Lugar, à geral/categoria, na 1ª Meia-Maratona Cidade de Santo Tirso, 2013;
– 1º Lugar, em Masters A, no 6º Raid Sobreira-Paredes, 20 de janeiro de 2013;
– 6º Lugar, à Geral, na X BTT Inverno BilaBikers- Vila Real, 6 de janeiro de 2013;
– 2º Lugar na Prova de Cicloturismo, Boim- Lousada (org. A. Cicloturismo do Norte) 2012;
– 8º Lugar no Campeonato Regional do Minho XCO 2012;
– 5º Lugar no Campeonato Regional do Porto XCO Cup 2012;
– 2º Lugar na Meia-Maratona Rota do Marão- Amarante 2012;
– 2º Lugar nas 3 Horas de Resistência, Solo, Recezinhos-Penafiel 2011;
– 3º Lugar no 5º Raid BTT Sobreira-Paredes, na Maratona 2011;
– 10º Lugar à geral no IX BTT de Inverno Vila Real 2011;
– Vencedor do Campeonato de Vila de Conde, em Veteranos A, em 2010;
– Maratona “Rota dos Moinhos” Barcelos, 10º Lugar (perto de 800 participantes);
– Passeio “Rota do Ermitão”, Sra. Aparecida-Lousada, 1º Lugar (perto de 250 participantes);
– Maratona dos “5 Cumes” Barcelos, 33º Lugar (Taça de Portugal);
– Maratona de Cantanhede, 5º Lugar (perto 500 participantes);
– Maratona de Guimarães, 11º lugar;
– Maratona de Valongo, 10º Lugar;
– Raid de Sobreira-Paredes, 7º Lugar (na geral), 3º Lugar (na classe);
– 3 Horas Non Stop Sameiro-Penafiel, 2º Lugar (equipas de 2 elementos);
– Maratona “Douro Internacional” Bemposta-Mogadouro, 7º Lugar;
– Etapa da Volta a Portugal, Sra. Da Graça, 27º Lugar (perto de 800 participantes);
– BMW X3 Games-Suíça (representando a BMW Portugal) 3º Lugar à geral, 1º lugar com Bike da BMW;
– Passeio Rodas Tortas/FICAS Figueiró- Paços de Ferreira, 2º lugar.
Patrocinadores:
Conduza Mais José Luís Faria
Farmácia Fonseca
LOUSAVINHOS
Município de Lousada
LousaCorpu’s Ginásio e Clínica
Adeskabir Lousada
Fisioterapeutas: Mestre Paulo Perdigão e Tiago Sousa
Nutricionista: Luís Silva
Lousada Séc. XXI
Setcapeças
Loja Celobike/KTM Bike Portugal

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Andreia Moreira

Clima e Saúde Mental: Um mundo doente

O clima está a sofrer as chamadas alterações climáticas sendo frequente a existência de fenómenos...

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Siga-nos nas redes sociais