União de Freguesias de Figueiras e Covas terá uma surpresa em breve

Presidente da Junta não quis revelar projeto, que está no segredo dos deuses, mas promete novidades para muito em breve.

O Louzadense esteve à conversa com o presidente da União de Freguesias de Figueiras e Covas. João Fernando Pinto Magalhães, natural da freguesia de Covas, de 52 anos, desempenha as funções de presidente desde 2014. O autarca falou do trabalho desenvolvido, das obras em andamento e dos projetos futuros.

Como é que o receberam na Freguesia de Figueiras?

O Povo de Figueiras é muito acolhedor. A freguesia de Figueiras para mim é como a de Covas. Não distingo nenhuma. Só temos uma freguesia agora, respeitando os costumes e identidade de cada uma, claro. São pessoas muito humildes, sabem o que querem e dão valor a quem trabalha.

Como recebeu a freguesia?

A situação da Junta de Freguesia, na altura, era estável.

Quais são as principais obras enquanto autarca?

Estão a ser feitas obras na zona do Penedo do Sol. Já fiz as ruas, já vedei o terreno todo. Será um centro histórico da freguesia ali na Mata do Sol, com um parque de lazer com 2800 m2. Neste momento, entreguei a última fase ao pedreiro. Tenho as ruas prontas, saneamento, água e eletrificação das ruas com Leds. Falta agora a parte final, que já entreguei, pois recebemos uma verba da câmara. Se correr tudo bem, daqui a um ano está pronto. Será muito bom para a freguesia, especialmente para quem quiser fazer merendas, pois terá três ou quatro churrasqueiras. Será também ótimo para visitas de estudo, pois terá um parque infantil para as crianças. Vamos plantar agora o arvoredo todo. Terá todas as condições de conforto para quem o visite.

É uma obra importante para a freguesia?

É o que faltava, um parque de lazer. Temos ruas acessíveis, parques de estacionamento para autocarros, tudo.

E outras obras?

Acabei algumas ruas e estamos a fazer outras. Uma delas foi a rua Travessa Lateral de Sendão. Fizemos o alargamento do local onde se faz o arraial das festas e estamos agora a fazer o alargamento em frente ao cemitério. Temos o projeto do cemitério aprovado, que é mesmo em frente ao outro. Neste momento, o atual cemitério só tem 4 buracos disponíveis. É, por isso, uma urgência, como pão para a boca. Já entreguei tudo à câmara. Da minha parte está despachado, agora é fazer o protocolo com a família Ferreira, cumprir com o combinado e avançar com a obra.

Qual o valor dessa obra?

É uma obra que ficará pelos cento e tal mil euros. Contamos com o apoio da autarquia em cinquenta mil euros. É uma obra indispensável e urgente, que tem de começar e acabar, não dá para ir fazendo aos poucos. Para mim, todas as obras são urgentes. Mas de máxima urgência é o cemitério e terminar os poucos pontos que faltam para concluir a rede de saneamento na freguesia. Falta efetuar ligações apenas no largo do Ribeiro e no largo da Gandra.

Não quero divulgar já, mas, daqui a poucos dias, será colocada uma tela com uma grande obra para a freguesia. Acho que o povo me vai dar os parabéns. Os figueirenses podem contar comigo.

A nível de educação, como está a freguesia?

Está muito bem. Abrimos mais uma sala. Temos uma Associação de Pais que trabalha muito bem e várias crianças que vêm de fora, de Freamunde, de Paços de Ferreira… Isto só demonstra que esta escola tem bons professores.

E a nível Associativo?

Figueiras tem atualmente três associações, a ADC Figueiras, o CCRD Águias de Figueiras e o Clube Motard de Figueiras. A Junta dá, desde 2014, um subsídio de trezentos euros a cada associação, logo no início do ano. Depois, com a apresentação do seu plano de atividades, damos sempre uma ajuda e colaboramos também com os transportes.

Aproveito esta entrevista para apelar à autarquia que apoie a ADC Figueiras na construção de um pavilhão, que é muito necessário, pois a Associação anda com “a casa às costas”, e até pagou para poder competir fora. Acho muito bem que a autarquia ajude nesse sentido. O mesmo digo em relação à implementação do sintético no Águias de Figueiras. Se se fez sintéticos noutras freguesias, está na hora de a autarquia o fazer aqui em Figueiras. Também merecem e têm boas condições. É preciso que a câmara queira. É também necessário colocar no campo de futebol iluminação Led, pois não se vê nada.

As associações de Figueiras são muito dinâmicas e precisam que a Câmara de Lousada as apoie nas suas infraestruturas. Se isso não acontecer, condicionará de certeza o seu futuro.

Como é a relação das associações das duas comunidades, Covas e Figueiras?

No início, tentei unir as associações das duas freguesias, mas há uma identidade que temos de respeitar, e bem. O meu esforço é para que todos se deem bem e que tenham o mesmo objetivo, servir as suas comunidades a nível desportivo, cultural e social.

▲O executivo da União de Freguesias de Figueiras e Covas, Silvana Mota, Fernando Magalhães e Cecília Nunes

Qual o balanço que faz da sua governação?

Escolhi uma equipa boa, com duas mulheres que merecem o meu respeito. Temos trabalhado bem em conjunto. Com a Assembleia de Freguesia tem corrido também muito bem.

Agora, temos de trabalhar e dar continuidade aos projetos. Os projetos têm um início e devem ser levados até ao fim, com o apoio da Câmara Municipal, claro, pois o dinheiro não cai do céu. Até agora tudo o que eu peço à Câmara é-me dado em material e assim vou fazendo obra.

Temos de saber ser respeitados e ajudar as pessoas com carinho. Sinto-me feliz com o povo que tenho. A nível da Junta, considero que esta união só veio favorecer a população de Covas e Figueiras. Estamos aqui para trabalhar. Em 2021, logo se vê.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Cartaz de arromba nas festas de Lustosa

SÃO TIAGO É COMEMORADO DE 25 A 28 DESTE MÊS A comissão de festas de Lustosa é formada por mais de...

Festas Grandes em honra do Senhor dos Aflitos

A Vila já está iluminada lembrando as Festas Grandes, que têm um dos grandes momentos na...

Lousada no pódio europeu de árvores plantadas em Portugal

O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional, ao abrigo da iniciativa europeia da...

Votações para o OPJ até dia 8 de agosto

Até dia 8 de agosto estão em votação as 12 propostas apresentadas no âmbito do Orçamento...

Ações de sensibilização com a Liga Portuguesa Contra o Cancro

O Município de Lousada associou-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte,...

NÍVEL ELEVADO NO SUPERCROSS EM LUSTOSA

As grandes emoções do Supercross estiveram em Lustosa (Lousada), numa noite memorável. A pista do...

Quarteto Metralha animam festas e romarias

LOUSADA TEM CADA VEZ MAIS GRUPOS DE BOMBOS Os bombos são uma tradição bem portuguesa e em Lousada...

Verónica Parente apresenta a exposição “Horizontes de Cores” no Cais Cultural de Caíde de Rei

O Cais Cultural de Caíde de Rei acolherá a exposição "Horizontes de Cores", da artista Verónica...

Conferência do PSD Lousada debateu estratégias e financiamento para o Desenvolvimento Local

Na noite de 18 de julho, o Auditório da COPAGRI em Lousada foi palco da conferência...

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Siga-nos nas redes sociais