por | 19 Nov, 2019 | Desporto, Grandes Louzadenses

Campeonato de Portugal de Velocidade Legends: Meinedense é vice-campeão

Sérgio Pinto, de Meinedo, sagrou-se recentemente vice-campeão no Campeonato de Portugal de Velocidade Legends pelo segundo ano consecutivo.

Desde muito novo que o desporto automóvel é uma das paixões deste piloto lousadense, que integrou já a organização de provas de automóveis: do Clube Tuning Meinedo, do qual foi presidente durante décadas, CP Drift, Time Attack e KD European Drift.

Vice-campeão ao volante de um Honda, Sérgio admite que a marca é importante para si: “Foi o meu primeiro carro”, justifica, acrescentando que, na altura, o mítico Airton Sena corria num Honda na Fórmula 1.
O piloto refere que o título conseguido no Campeonato de Portugal de Velocidade Legends é o “resultado do melhoramento do carro de há 3 anos para cá. Sofreu muitas alterações e mudanças de classe”. O resultado deixa-o satisfeito, ainda mais porque se tratou de um campeonato muito competitivo: “Fomos 16 pilotos a lutar pela classe, numa luta constante até à última prova. Arrancamos o campeonato com a noção de que era praticamente impossível ser campeão”, admite, ainda mais porque um dos 15 carros inscritos na sua classe era superior, destoando de todos os outros: “Mas só no fim se fariam contas e fomos à prova”, conta.

Ser vice-campeão não é tarefa fácil e implica muito trabalho, “é fruto da luta”, realça. Salienta, no entanto, que poderia ter chegado ao lugar mais alto do pódio no ano passado. Tal não aconteceu por “culpa nossa, pois uma falha mecânica em Braga deitou o titulo a perder”. Já este ano, “nada podíamos fazer, contra a força não há resistência” admite. “A luta era desleal e nada mais poderíamos fazer do que esperar que o colega falhasse e isso não aconteceu”, explica. Mesmo assim, o resultado foi “bom”.
Orgulho em levar Meinedo a todo o país
No próximo ano, vai concentrar-se no carro: “Sabemos que já estamos com o carro quase no limite, mas, quando vamos à luta, vamos para ganhar, sempre para sermos campeões”, garante. Por isso, “vamos tentar dar ainda mais fiabilidade ao carro, para podermos amealhar pontos que nos ajudem a ser o primeiro no total das contas finais”, explica.

Participar num campeonato nacional nunca é fácil. “Só é possível graças aos nossos patrocinadores e amigos, que nos ajudam em todos sentidos”, realça.

Levar o nome de Meinedo e do concelho de Lousada a todo o país é, também, importante para Sérgio Pinto: “Por todos os lados onde passamos deixamos o lema “Meinedo, a minha aldeia”. “Agradeço a todas as pessoas que me ajudaram a concretizar o meu sonho de miúdo”, remata.

Palmarés


Vice-campeão nacional, 2014;
Campeão nacional, 2015:
4.º – Evolução motor 1600, 2017
Vice-campeão nacional, 2018
Vice-campeão nacional, 2019

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Siga-nos nas redes sociais