por | 3 Mai, 2020 | Freguesias, Sociedade

PS Meinedo questiona presidente da Junta de Freguesia em relação à forma como foram distribuídas máscaras comunitárias à população

Carta Aberta do PS Meinedo para o Presidente da Junta

Exmo. Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Meinedo:

Vivemos tempos complexos. Ninguém esperava vivenciar uma Pandemia. Têm sido dias difíceis, meses de longa batalha em que todos vimos as nossas vidas completamente alteradas.

As rotinas foram reinventadas, o “sentir na pele” a ausência de liberdade plena para circular, a ausência de um abraço junto de quem mais gostamos e uma série de adjetivos e palavras carregadas de sensibilidade, que já todos certamente usamos.

Esta Pandemia, é completamente bipolar!  Se por um lado, é prejudicial à nossa saúde, por outro, veio despertar no ser humano uma consciência social bonita de se observar e que já por várias vezes foi realçada em páginas de jornais.

Temos assistido às mais diversas ações, protagonizadas pelas instituições, por associações, por empresários e por pessoas individuais. Todas essas ações, quando praticadas de uma forma clara, desprendida e sem deturpar o espírito solidário, têm o nosso apoio e certamente o apoio e aprovação de todos os cidadãos.

Recentemente e através de uma nota de imprensa, foi divulgado que oito Juntas/Uniões de Freguesia, incluindo a Junta de Freguesia de Meinedo, no decorrer das orientações da DGS, que aconselha a utilização de máscaras sociais, estabeleceram um acordo com vista à aquisição conjunta de máscaras reutilizáveis/laváveis, que iriam distribuir gratuitamente à população.

Temos vindo a assistir que essas Juntas/Uniões de Freguesia e as restante do concelho, de uma forma segura, solidária e, tendo como único objetivo, apenas e só a consciencialização e proteção dos seus habitantes, deixaram nas caixas de correio, as máscaras destinadas à população.

Em Meinedo, a Junta de Freguesia, por algum motivo que desconhecemos, optou por recorrer a uma associação, cuja experiência é de cariz recreativo, para efetuar a distribuição das máscaras, tendo-se constatado o recorrente incumprindo das orientações emanadas pela DGS, visto que têm privilegiado o contacto pessoal, promovendo o agrupar de pessoas, expondo-as em fotografias e nelas espelhar a fragilidade humana, em detrimento de se optar por formas mais seguras.

Enquanto membros da Assembleia de Freguesia de Meinedo, apoiamos a iniciativa da Junta na aquisição das máscaras, como forma de ajuda aos mais necessitados, bem como de consciencialização e sensibilização da população. 

Atendendo à impossibilidade da realização da Assembleia de Freguesia, devido à situação pandémica existente e após questionados por inúmeros Magnetenses,  enquanto membros da Assembleia de Freguesia e, no âmbito das competências que nos foram confiadas, nomeadamente de acompanhamento e fiscalização da atividade da Junta, colocam-se ao Sr. Presidente as seguintes questões:

– Tendo sido a Junta de Freguesia a adquirir as máscaras, porque é que não foi o Sr. Presidente, o executivo ou os habituais colaboradores da Junta a efetuar a distribuição?

– Porque é que foram pessoas alheias à Junta de Freguesia a efetuar a distribuição, usando os meios disponibilizados da Junta e qual o critério da sua escolha?

– Porque é que foram promovidos e expostos os contactos pessoais com a população, não cumprindo as recomendações da DGS, em vez de deixarem as máscaras na caixa de correio?

Por fim, reafirmamos, para que não haja o distorcer da realidade, que apoiamos firmente todas as ações solidárias (ou outras), da iniciativa da Junta de Freguesia, que se revelem benéficas para a população.

Naturalmente, apenas pretendemos que as mesmas sejam claras, feitas com transparência e com um único (apenas um) propósito: beneficiar todos os Magnetenses.

Contamos com o Sr. Presidente da Junta para ver esclarecidas as questões colocadas, bem como, para assegurar o apoio à população, de forma verdadeiramente solidária, durante esta Pandemia que veio perturbar a vida de todos nós.

Com os melhores cumprimentos,

Os Membros da Assembleia de Freguesia eleitos pelo PS

Nuno Ferreira

Fernando Pinto

Vera Neves

Paulo Silva

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Andreia Moreira

Clima e Saúde Mental: Um mundo doente

O clima está a sofrer as chamadas alterações climáticas sendo frequente a existência de fenómenos...

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Siga-nos nas redes sociais