por | 10 Set, 2019 | Economia, Freguesias, Sociedade

Lousadenses na Agrival

Terminou no passado Domindo a 40ª edição da Feira Agrícola Agrival, um importante certame do Vale do Sousa para a promoção da economia da região, onde algumas empresas lousadenses têm marcado presença ao longo dos anos. Em jeito de balanço, fomos conhecer a perspetiva de alguns dos participantes lousadenses neste evento.
Conheça a sua visão em quatro pontos:

  1. Objetivos da participação
  2. Evolução da participação ao longo dos anos
  3. Balanço da edição deste ano
  4. Expectativas futuras

Carlos Serafim Teixeira Cunha – Gerente da CS Máquinas Agrícolas de Caíde de Rei, participante na Agrival desde 2015.

Carlos Serafim Teixeira Cunha – Gerente da CS Máquinas Agrícolas de Caíde de Rei
  1. “Dar a conhecer a empresa a novos clientes, as marcas de tratores (MASSEY FERGUSON, MCCORMICK E LS TRACTOR) e alfaias (Pulverizadores Rocha, Joper, Tomix, Celli, Pellenc, Agroramoa, Agroarco, Massil, Galucho, Stark, entre outras) comercializadas, bem como dar a conhecer os nossos serviços de pós-venda e assistência técnica a todo o tipo de alfaias e tratores”.
  2. “Positiva. Nunca podemos criar expectativas de venda, porque o objetivo da feira é criar contactos de possíveis negócios, que se vão trabalhar nos meses seguintes”.
  3. “Muito positivo. Ao contrário de anos anteriores, este ano, houve realmente vendas, vendemos 4 tratores e diversas alfaias, bem como ficaram novos contactos para possíveis vendas e novos clientes”.
  4. “Continuaremos a participar, de uma maneira geral, nos mesmos moldes.”

Sérgio Rocha- Condomínio ao Cubo


Sérgio Rocha- Condomínio ao Cubo
  1. “Entre várias razões a que mais realçamos é a aproximação dos nossos clientes, num ambiente agradável e mais descontraído. Podemos atender e dar seguimento aos mais diversos assuntos. Permite-nos alguma notoriedade e posicionamento na região.”
  2. “É o quinto ano que participamos. Procuramos melhoria contínua tanto nos nossos serviços como nas ferramentas que usamos. No ano passado, apresentamos a nossa plataforma de acesso online, este ano inovamos com alguns melhoramentos nesse âmbito.”
  3. “Um balanço muito positivo. Conversamos com condóminos de Vila da Feira, Gaia, Grande Porto… Nota-se que a Agrival vai muito além do que é a região Tâmega e Sousa… Temos diversas solicitações de orçamentos e muitos esclarecimento sobre os serviços da área dos Condomínios. Esclarecemos muitos condóminos que não são nossos clientes.”
  4. “Sim, sem dúvidas, pretendemos manter-nos por cá, se possível num lugar com menos sol. Obviamente que a presença efetiva nestes eventos permite melhorar os nossos serviços, mas sobretudo contribuir para o desenvolvimento de uma feira que vai além da agricultura, sendo notória, ano após ano a diversificação dos setores económicos.
    Quanto aos moldes, os nossos serviços são muito específicos, a inovação não dependente só dos agentes que trabalham a atividade, mas sim de uma panóplia de entidades que mesmo a nível nacional tendem a desenvolver convergências no caminho de eliminar dificuldades atualmente presentes … Estamos muito dependentes da legislação em vigor. Por tal, mantermo-nos cá com o ponto de atendimento e com alguns melhoramentos nas nossas ferramentas e ativos humanos será o caminho…

Sérgio Ribeiro – MOTOLAVRA, Nogueira

  1. “Divulgação”.
  2. “A nossa empresa participa neste certame há mais de 35 Anos. Tem sido sempre a evoluir, tanto que neste momento somos o expositor da área agrícola com o maior stand, onde o cliente pode ver basicamente tudo.”
  3. “Este ano considero um dos anos mais fracos da feira.”
  4. “Pretendemos continuar nos mesmos moldes.”

José Babo Magalhães, agricultor, Nogueira

  1. “O setor agrícola também sofreu uma certa adaptação devido à crise. A Agrival, apesar de ter acompanhado tudo isso, acabou por integrar outras vertentes económicas, que, direta ou indiretamente, também estão ligadas à agricultura.”
  2. “Há 20 anos que participo. Comecei a participar com gado bovino e depois logo a seguir participando no concurso melão casca de carvalho.
  3. “Na minha opinião, esta edição superou todas as outras, tanto em termos de visitantes como em termos económicos, de negócios. Além de comercializar, surgiram novos contactos.”
  4. “Além daquilo que já tem sido feito, acho que a feira deveria cada vez mais apostar nas amostras regionais do setor agrícola, além das que já tem, pois há espaço evoluir nesse sentido. Conto sempre participar. Fica logo marcado o lugar de um ano para os outros.”

Joaquim Teixeira, carpinteiro, Caíde de Rei

  1. “Participo por ser das maiores feiras da região, existe muita camaradagem e simpatia com a organização e outros expositores. A câmara de Penafiel faz-me o convite e eu aproveito para divulgar o meu trabalho”.
  2. “Fez este ano 25 anos que participo. Entrei como expositor, candidatando-me a um lugar na feira. Fiz a Agrival cerca de 13 anos como expositor. Depois a Câmara de Penafiel convidou-me para participar como artesão e faço parte do grupo de artesãos de Penafiel, embora o meu concelho seja Lousada, mas a câmara de Lousada nunca me quis apoiar como artesão do concelho.”
  3. “A edição deste ano foi espetacular, teve muita gente e correu tudo muito bem. Tive muitas pessoas a visitar e a comprar no meu stand.”
  4. “Quero continuar a participar na Agrival, a não ser que a saúde não deixe. Sei que a Câmara de Penafiel faz muito gosto que eu participe”.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

“Deus deu-me a oportunidade de chorar a cantar”

CLÁUDIA MADEIRA, UMA FADISTA SOLIDÁRIA Cantar com alma e paixão são características de Cláudia...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XIV | Pedra de Armas A pedra de armas, nem sempre presente, na fachada da casa,...

Violência no namoro preocupa encarregados de educação e professores

SIMULAÇÃO DE JULGAMENTO NO TRIBUNAL DE LOUSADA FOI ALERTA E PEDAGOGIA Um grande estudo nacional...

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Siga-nos nas redes sociais