por | 29 Out, 2019 | LivreMENTE, Opinião

Velhos são os trapos!…

Em 1991, a Organização das Nações Unidas instituiu o Dia Internacional do Idos, que passou a ser comemorado anualmente a 1 de outubro com o propósito de sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de se proteger e cuidar da população mais idosa, muitas vezes esquecida pela sociedade e pela respetiva família.

Vivemos, portanto, o mês dedicado ao idoso!

O tema tem merecido a atenção da sociedade lousadense há muitos anos… Já nos anos 40 do século passado se debatia, em particular, na imprensa local, a necessidade de se criar um abrigo para os idosos do concelho. Este anseio só foi alcançada em 1970, sob a tutela da Santa Casa da Misericórdia, que, no antigo Hospital Sousa Freire, criou um Asilo para Velhos, expressão própria da altura e totalmente despida de preconceitos, que encarava a situação dos que exigiam adequado acompanhamento no fim da sua vida. Deu-se, então, um passo importantíssimo para responder às necessidades da população mais velha e das suas famílias.

Entretanto, foram-se fazendo outros progressos muito significativos, nomeadamente com a criação dos serviços de apoio domiciliário, dos centros de dia, dos centros de convívio e dos lares residenciais ao encargo das várias instituições particulares de solidariedade social (IPSS), que, entretanto, forma sendo fundadas no nosso concelho. São respostas sociais importantíssimas que satisfazem hoje as necessidade da população mais velha e debilitada, mas que não respondem aos anseios de uma parte alargada das pessoas com mais de 65 anos, que não vivem em situação de dependência e aos quais é importante proporcionar situações de envelhecimento ativo e de valorização do seu conhecimento e das suas experiências pessoais.

É neste contexto que manifesto o meu orgulho por existir em Lousada um projeto de inovação social, pioneiro no país, e que vai ao encontro da generalidade da população idosa. A iniciativa tem dado mostras de ser uma resposta social dinâmica e valorativa para os nossos seniores, oferecendo-lhes condições de bem-estar e de convívio salutares. Refiro-me ao Movimento Sénior!

Este é um projeto nascido e criado no seio da Rede Social. É um projeto que é um exemplo de boas práticas, é um exemplo para o concelho, é um exemplo para a região e é um exemplo para o país. Consegue fazer o extraordinário milagre da multiplicação da boa vontade, conjugando esforços de múltiplos agentes: da autarquia, das IPSS, das Juntas de Freguesia, dos técnicos especializados, dos voluntários, do tecido económico e das famílias.

No passado domingo, tive a oportunidade de assistir ao concurso «Miss e Mister Sénior Lousada 2019», que, este ano, decorreu no Centro Paroquial de Sousela. Foi uma atividade que mostrou ser o corolário de um conjunto alargado de iniciativas, que animam semanalmente cerca de 400 idosos do nosso concelho. Os participantes, entre os 65 e 92 anos, desfilaram para uma plateia composta por todas as idades, evidenciando a sua alegria e a vivacidade genuínas. O exemplo destes “concorrentes” foi um verdadeiro testemunho de tenacidade e de que há muito para viver para além dos 65. Existem novas experiências a serem vividas e velhos saberes a serem partilhados. Velhos são os trapos!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

É urgente amar!

A falta de liberdade sentida na pandemia transformou-nos, não estamos mais em perigo, mas algo em...

Maria das Dores, uma professora cega

Nasceu em Meinedo há 58 anos Chama-se Maria das Dores Soares da Cunha, tem 58 anos e nasceu em...

Maioria das 3.300 pessoas com deficiência não tem apoio institucional

UM “PROBLEMA SILENCIOSO” EM LOUSADA As respostas institucionais para a deficiência em Lousada são...

(D)eficiência: a eficiência diversificada

A palavra “Deficiência” está diretamente associada à existência de uma diferença nos indivíduos...

Aldear em Meinedo no domingo

No próximo domingo, 28 de maio, Meinedo acolhe mais um encontro desta edição do Aldear, promovido...

Adelaide Pacheco: A Cidadã do Ensino

“Lousada foi o lugar que escolhi para viver e trabalhar” Maria Adelaide Pereira de Lemos Pacheco,...

Apoteose em Lousada

SORDO BRILHA PERANTE OS MILHARES DE LOUSADA A tradicional Super Especial do Rally de Portugal no...

Editorial da edição 97º de 18 de maio de 2023

Serviços públicos Os serviços públicos em Lousada já tiveram melhores dias. Para além das questões...

Unidade de Saúde Familiar São Tiago (Lustosa)

A USF São Tiago é uma unidade funcional integrada no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Tâmega...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária realiza-se no próximo sábado, dia 20 de maio, na Praça das...

Siga-nos nas redes sociais