por | 3 Nov, 2019 | Desporto, Grandes Louzadenses

Celia Cervino Ruiz campeã em Lousada

Do qualifying ao título. Pode parecer um argumento de um filme romântico, mas não, é a história real da espanhola Celia Cervino Ruiz no Lousada Indoor Open.

Na final de hoje, a tenista de Pontevedra entrou mal, perdendo o primeiro set por um expressivo e anormal 6-0, mas, depois, acreditou que podia alterar o rumo dos acontecimentos ante a favorita romena, Ioana Rosca, segunda cabeça de série, e fez a chamada “remontada”.

Um break logo a abrir o segundo set mostrou a determinação de Celia, tenista que foi obrigada a disputar a fase de qualificação, mas que foi evoluindo, ronda após ronda, até chegar até aqui: “estou muito feliz, nunca desisti e acreditei sempre que podia ganhar a final mesmo depois de ter perdido o primeiro set por 6- 0”, começou por dizer a espanhola, concluindo, emocionada: “quero dedicar este título aos meus treinadores Tozé Pinto, Chipi Agrelo, Chapela e David Rodriguez, do Clube de Ténis de Pontevedra e aos meus pais”.

A valentia da espanhola foi uma constante e só uma força mental enorme fez com que retomasse as rédeas do encontro. Começou logo com um break no primeiro jogo, chegou rapidamente ao 4-1, viu a romena empatar a 4 jogos, seguiram juntas para o tie break, altura em que Cervino Ruiz foi mais consistente e acabou por fechar o jogo decisivo por 7-5 a seu favor.

No terceiro e decisivo parcial, Celia aproveitou o desnorte de Rosca para se adiantar logo no primeiro jogo, quebrando o serviço da romena, numa clara prova de mais confiança, rapidamente chegou ao 5-1, altura em que se viu uma reacção de Ioana Rosca, que, o máximo que conseguiu, foi aproximar-se, com o 3-5. Naquele que viria a ser o último jogo, Celia Cervino Ruiz conseguiu mesmo surpreender tudo e todos aproveitando a dupla falta da adversária para concluir a final por 0-6, 7-6 (5) e 6-3 ao cabo de 2 horas e 7 minutos.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Siga-nos nas redes sociais