por | 2 Dez, 2019 | Saber(or) Saudável

Alimentar o Futuro – Saudável e Sustentável

A Organização das Nações Unidas prioriza o Desenvolvimento Sustentável que pretende tornar o Planeta mais sustentável para as gerações futuras.
Assim, importa refletir, discutir e tomar decisões com impacto positivo direto na sustentabilidade alimentar.

De acordo com o dicionário, o termo “sustentável” reporta ao que se pode sustentar, defender ou seguir ou realizado de forma a não esgotar os recursos naturais nem causar danos ambientais, por outro lado, a “alimentação saudável” garante ao organismo os nutrientes necessários para o seu bom funcionamento, patente pela variedade, equilíbrio, quantidade e segurança dos alimentos ingeridos.

Surge o desafio de pensar na alimentação de forma sustentável, respondendo às necessidades do presente, sem comprometer as gerações futuras.

A alimentação enfrentará instigações no futuro no âmbito da saúde, do ambiente, da justiça social, da economia, dos recursos, das pessoas e das capacidades. Uma alimentação com futuro demanda o acesso de todos, a uma alimentação saudável e ecologicamente sustentável. A questão da alimentação deve ser tratada pelos vários setores em articulação: produção, distribuição, nutrição, saúde, ambiente e economia.

Modificar os comportamentos e decisões de consumo é imperativo para assegurar uma alimentação saudável, ambientalmente sustentável e geradora de desenvolvimento, pois as escolhas alimentares no quotidiano têm impacto no ambiente, economia e sociedade. O consumo informado e responsável é uma das vertentes de atuação, no entanto, por si só, não é recurso suficiente que apraz uma alimentação saudável, sustentável e equitativa. Para escolhas conscientes importa analisar o alimento e saúde; o alimento e agricultura (modo de produção); o alimento e ambiente (pegada ecológica); o alimento e cultura/ética, e o alimento e economia. Mudar as escolhas alimentares implica uma abordagem integrada com intervenção na escola, na educação, na publicidade, na rotulagem, bem como, a (in)disponibilidade de determinados alimentos nas escolas, cantinas e outros locais fulcrais, com vista a melhorar o nível nutricional populacional concebendo padrões alimentares sustentáveis.

Segundo a Food and Agriculture Organization, dietas sustentáveis são: “dietas com baixos impatos ambientais, que contribuem para a segurança alimentar e nutricional, assim como para uma vida saudável, tanto para as gerações presentes como futuras. Dietas sustentáveis são protetoras e respeitadoras da biodiversidade e dos ecossistemas, culturalmente aceitáveis, acessíveis, economicamente justas e acessíveis, nutricionalmente adequadas, seguras e saudáveis, pois otimizam os recursos naturais e humanos”.

Assim sendo, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas para uma alimentação saudável e sustentável sugere como medidas: Sempre que possível compre a produtores locais; Prefira alimentos frescos, locais e da época; Tenha uma alimentação Mediterrânica; Repense, Reduza, Reutilize e Recicle; Ajude a promover a Alimentação Saudável – Envolva-se.
Uma dieta sustentável rege-se pelos princípios da Dieta Mediterrânica, sendo um padrão alimentar que promove a utilização de alimentos locais e sazonais, permitindo diminuir os custos energéticos, de tempo, embalagem e de transporte, estimulando a moderação no consumo alimentar e viabilizando a redução do desperdício alimentar. É portanto, um modelo alimentar diversificado e salutar.

Cabe a cada indivíduo e organizações do setor alimentar ter um papel fulcral para uma alimentação saudável e sustentável através de escolhas adequadas, com responsabilidade social, nutrindo a sustentabilidade alimentar e ambiental.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Lousada CoWorking está em funcionamento

A funcionar no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, o espaço Lousada Coworking regista já procura....

Talentos da Fruta já têm pratos vencedores

O Município de Lousada promoveu uma nova edição do concurso “Talentos da fruta”, na passada...

Município cria Prémio de Investigação Dr. Mário Fonseca

O Município criou o “Prémio Dr. Mário Fonseca” em homenagem ao médico Lousadense, conhecido como...

Siga-nos nas redes sociais