por | 3 Dez, 2019 | Desporto, Grandes Louzadenses

Nasceu o Lousada Voleibol Clube

O Lousada Voleibol Clube, LVC, é talvez a mais jovem associação do concelho. Fundada no dia 13 de setembro do corrente ano, tem na prática do voleibol a sua génese, dando continuidade, agora com identidade própria, ao trabalho desenvolvido como secção na AD Lousada. Na próxima semana, a equipa terá já os novos equipamentos, começando assim a construção da sua identidade. destaque no deporto em Lousada
Luís Marques, de 43 anos, é o presidente desta nova associação e tem como ambição colocar a modalidade em destaque no concelho. O presidente começou por referir que esta aproximação à modalidade se deve ao facto de a sua filha praticar voleibol: “Eu vim como pai, pois a minha filha começou com o voleibol na AD Lousada. Fomos andando, até que surgiu a ideia de criar um clube em vez de ser uma secção. Com o apoio do Raul Ferreira e de mais alguns pais, formamos este clube. Temos apenas três meses”, conta. Este dirigente não esconde que, apesar da celeridade, foi um início difícil, com “muito trabalho e muitas dificuldades, nomeadamente a monetária”, salienta, acrescentando, no entanto, que têm tido muita ajuda por parte de alguns pais e “alguns patrocínios importantes”. “Temos alguns patrocinadores, destaco a Casa dos Óculos e, claro, nesta fase inicial, eu próprio e a direção acabamos por ter de gastar algum. Pode ser que o clube nos pague no futuro, mas não faço questão. Não posso esquecer o trabalho desenvolvido pelo nosso coordenador e pelos treinadores, que tem sido muito positivo”, realça. As fontes de receita passam também pelas mensalidades dos atletas e pela ajuda da autarquia e das juntas de freguesia, nomeadamente no que toca à cedência do espaço.

Número de atletas já é muito significativo

Aproveitando algumas atletas do anterior clube, o LVC deu os primeiros passos, conseguindo, num curto espaço de tempo, com divulgação nas escolas e por intermédio das próprias atletas, aumentar o número de equipas e o número de atletas: “No anterior clube, tínhamos algumas equipas, nomeadamente as iniciadas. Fomos recebendo mais meninas e agora temos Minis A, Minis B, iniciadas e juvenis”. A aposta nas equipas masculinas também é para ficar: “Vamos começar com a equipa de juniores masculinos, pois temos atualmente perto de quarenta atletas e as equipas já federadas, com tudo direitinho. Duas delas já estão a competir. As outras duas irão brevemente entrar em competição. Temos a equipa masculina, vamos ver se se torna uma mais-valia. É sempre importante receber mais gente”, diz, com regozijo.

A nível de infraestruturas, ocupam o pavilhão dos courts de ténis no Complexo Desportivo, onde treinam às terças, quartas e quintas-feiras.

Cativar jovens para o desporto

Para captar atletas, no início, distribuíram flyers e divulgaram o clube nas escolas. As páginas oficiais na Internet também têm dado uma ajuda na divulgação. “É preciso cativar estas miúdas ou os pais destas miúdas. Não adianta a menina querer se os pais depois não deixam. A mentalidade em Lousada em relação ao desporto é que entra sempre em segundo lugar. Os atletas querem, mas os pais muitas vezes não querem”, explica. “Temos massa crítica para evoluir nesta modalidade em Lousada. Basta os pais deixarem. É muito importante o apoio dos pais”, considera.
Luís Marques tem sonhos para o futuro, nomeadamente ver o número de atletas crescer: “Que daqui a dois anos tenhamos o triplo das atletas que temos. Apareçam têm um mês de treinos para experimentar, se não gostarem podem ir embora, foi uma experiência nova. É importante é aparecer e experimentar”, convida.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Conferência do PSD Lousada debateu estratégias e financiamento para o Desenvolvimento Local

Na noite de 18 de julho, o Auditório da COPAGRI em Lousada foi palco da conferência...

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Siga-nos nas redes sociais