School Dance: “Quem Dança é mais Feliz”.

A School Dance nasceu de um projeto da Associação de Pais da EB1/JI de~Cristelos há 13 anos. Foi evoluindo, crescendo, mas a saída dos alunos para o 5º ano tornou necessária a constituição de uma associação para poder albergar alunos que não frequentavam o Centro Escolar. Nasceu a ASDAT, Associação School Dance Artes & Talentos. Atualmente tem 186 alunos, dos 3 aos 19 anos, 4 professores e uma direção composta por 17 elementos, tendo como pilar um dos fundadores, José António Teixeira.
Isabel Maria Meireles, de 53 anos, é vice-presidente da direção, que descreve como “bem equilibrada: o presidente, oito de cada lado e uma só causa: a felicidade dos 185 bailarinos”.

Qual é o balanço que faz do trabalho desenvolvido em prol da modalidade?
O balanço é muito positivo. Participamos em muitos eventos, em diversas partes do país. Vivemos alguns momentos menos bons, mas os bons, os de felicidade, são muitos, e esses são os que lembramos. Por exemplo, neste ano, quase a terminar, realizamos o IX Sarau de Dança, o melhor, em qualidade e números. Estiveram presentes cerca de 650 bailarinos e 1200 pessoas a assistir, lotando os 700 lugares das bancadas e 500 cadeiras colocadas. Assim como participamos nas Marchas das Festas de Lousada com 80 bailarinos, a maior representação de sempre.

Caracterize o atual momento da associação, a nível de praticantes e de infraestruturas.

A nível de crianças e jovens, estamos no auge, com 185. Um lamento: não conseguimos dar resposta positiva a todos os que nos têm procurado, ano após ano, o número vai aumentando, resultado do trabalho realizado. No que se reporta a infraestruturas, são o grande problema, pois a School Dance não tem instalações próprias nem sede social. As salas não têm as melhores condições.

▲Kids Dance (6 a 9 anos)

Temos vindo a dialogar com o senhor presidente da Câmara Municipal, mas o certo que ainda não temos uma solução.

Quais são os principais objetivos desta direção?

Os objetivos são continuar este projeto, que faz felizes muitas crianças e jovens e sensibilizar a Câmara Municipal de Lousada para melhorar as condições das salas de aula para a prática da dança, pois as condições não são as ideais.

▲MTV Dance (15 a 16 anos)

Quais tem sido as maiores dificuldades e as maiores necessidades atualmente?

Algumas dificuldades financeiras, mas, com alguns apoios e os pais, vamos conseguindo cumprir e pagar aos professores no primeiro dia útil de cada mês.
A nível de necessidades, além das instalações, como referi, era necessário algum equipamento, máquina de filmar, uma coluna de som, etc., mas não temos dinheiro. Na School Dance somos pragmáticos, só gastamos o que temos.

Como vê o futuro da dança em Lousada?

A dança em Lousada só precisa de melhores condições dos espaços para a sua prática, e assim poder evoluir e estar ao nível do que de melhor se faz no país, pois os professores são do melhor que há, são referências da dança em Portugal, muito qualificados. Ainda recentemente uma professora da escola esteve em Inglaterra uma semana a fazer uma formação; um outro professor esteve no mês de agosto nos Estados Unidos da América nos campeonatos do mundo de dança a representar o nosso país, depois de ter ganho o campeonato em Portugal. Portanto, o que falta é ter boas salas de dança, com tudo o que isso implica.

▲Babys Dance (3 a 5 anos)

Está satisfeito com o apoio que a associação tem tido?

Temos dois patrocinadores muito importantes para a escola, a Casa dos Óculos e da empresa GINT, a quem estamos muito gratos, e apoios da Junta de Freguesia e da Autarquia, mas desta precisamos de um maior apoio, quer logístico quer financeiro. Achamo-nos merecedores, pelo trabalho que desenvolvemos e pelo número de praticantes que, ano após ano, vem crescendo, sendo atualmente 185 crianças e jovens.

Somos uma Escola de Dança,
Somos uma Escola para a Vida,
Somos School Dance Lousada,
Cujo lema é “Quem Dança é mais Feliz”.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

”Faz falta uma feira do livro”

GONÇALO SANTOS, ESCRITOR Chama-se Gonçalo Teles dos Santos, tem 44 anos, é natural de Sousela e...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XVI | Elementos Decorativos II Os elementos decorativos, concebidos quase sempre em...

O discreto gigante da democracia lousadense

E DEPOIS D'ABRIL? [3] Lousada teve muitas pessoas de proa que embora sendo contra o regime...

Fim de Semana Cultural “Alma Magnetense” está de regresso

A Junta de Freguesia de Meinedo anuncia o regresso do Fim de Semana Cultural "Alma Magnetense",...

Siga-nos nas redes sociais