Santa Águeda: Romaria centenária atrai milhares de pessoas

A Romaria de Santa Águeda celebra-se no dia 5 de fevereiro. É tão antiga que as suas origens se perdem nos tempos.

Esta festa é relatada no Jornal de Lousada desde a sua primeira edição, em 1907. No passado, era conhecida como sendo a festa dos brilhantes e pelas desordens entre romeiros que aqui “acertavam as contas”, dando origens a acontecimentos menos agradáveis e graves. No site Sousela.pt pode ler-se o esclarecimento da dona Zeza de Moreira em relação a esta festa (entrevista em dezembro de 2013): – “Festa dos brilhantes porque era normal os rapazes meterem-se com as raparigas nesta festa e então deitavam brilhantes para poderem meter conversa. Mas muitas vezes metiam-se com as raparigas, com os namorados à beira delas e então havia muitas vezes porrada”.

O testemunho do Sr. Manuel Morais conta que “ quando houvesse alguém que se desse mal ou tivesse contas a ajustar com outra pessoa, combinavam o dia e a festa de Santa Águeda para ali andarem à porrada. (entrevista em dezembro de 2013).

Atualmente, a festa já não tem a agressividade de outros tempos. No dia da Romaria de Santa Águeda, as pessoas cumprem suas promessas, trazem as merendas e distribuem-se pelo monte confraternizando com o próximo o salpicão e o vinho, canta-se e muitas vezes se dança ao som de uma concertina ou de uma viola.

Em termos religiosos, diz-se missa no dia da Romaria e as capelas estão abertas e bem adornadas para as pessoas poderem cumprir suas promessas.

A Santa mártir viveu no séc. III e as capelas são datadas do séc. XVII ou XIII. Não se sabe se foi a tradição que trouxe as capelas ou as capelas que trouxeram a tradição.

Repasto no monte é tradição

Manuel Barbosa Cunha, apreciador do repasto no monte, não esqueceu o vinho, o chouriço e a broa, mas valoriza sobretudo o convívio. Também vem por devoção: “Venho cá muitas vezes agradecer a Santa Águeda”, diz. A seguir a Fátima é romaria mais importante para mim. “Eu venho cá desde pequenino. Só se vinha aqui de carro de bois. Agora não se faz a tradição como antigamente. Estas encostas todas estavam cheias de pessoal, mas agora são muitos os que vão comer a casa´”, lembra.

Manuel Barbosa Cunha

Carlos Silva, da Trofa, vem a Sousela todos os anos nesta altura. Considera esta festa diferente e destaca o convívio com os amigos. “Antigamente, havia menos vendedores, agora há mais, é uma verdadeira romaria.”, diz.
Também já começa a ser tradição os motards celebrarem a Santa Águeda. Alexandre Coelho e os Amigos da Mota de Nespereira marcaram presença pela primeira vez. O motard considera “Santa Águeda do melhor”. “Somos para aí vinte pessoas, trouxemos vinho, salpicão e favaios. Todos gostamos de motorizadas e juntamos o grupo este ano e viemos cá. Os motards vêm cá por causa do vinho”, diz, em tom de brincadeira.

Alexandre Coelho e os Amigos da Mota de Nespereira

Pároco surpreendido com dimensão da romaria

O Padre André David de Vasconcelos Aguiar Soares, pároco de Sousela, considera a Romaria muito particular: “Fiquei muito surpreendido por, na quarta-feira, um dia da semana, ter muita gente, durante. Fiquei mesmo impressionado! Mesmo hoje, estava com algum receio por causa do tempo, mas realmente S. Pedro ajudou e está aqui mesmo muita gente”.

O Padre admite que não conhecia a história de São Cristóvão nem de Santa Águeda, mas dedicou-se ao seu estudo: “Realmente, impressionaram-me as histórias. Foi uma experiência muito bonita e gostei muito de cá vir. É uma Santa que merece a nossa devoção”, sustenta.

Possível candidatura ao concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular
Diogo Aires, presidente da Junta de Freguesia de Sousela, mostrou-se satisfeito pelo número de pessoas que quiseram juntar-se às celebrações e considerou mesmo a romaria a Santa Águeda “uma das mais bonitas de Lousada e arredores”. E adiantou já um desejo: “É possível que possamos candidatar-nos às 7 Maravilhas. Acho que é uma forte possibilidade”. O presidente da Junta mostrou-se devoto da santa: “Graças a Deus, a Santa Águeda esteve ao lado da mãe, pois o leite materno é o mais saudável. Tenho duas filhas e tenho a agradecer muito a Santa Águeda”, afirma.

Mães devotas da Santa pedem ajuda para amamentar

Paula Alves, com uma menina de dois meses, considera importante a sua presença na romaria. Devota da Santa Águeda, está a amamentar e crê que a filha crescerá mais saudável com o leite materno.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

USALOU é um berço de cultura sénior

CAVAQUINHOS E TUNA SÃO DOIS EXPOENTES O principal objetivo da Universidade Sénior do Autodidata de...

Siga-nos nas redes sociais