por | 20 Abr, 2020 | Editorial, Opinião

Editorial da edição de “Olouzadense” do dia 16 de Abril

Esta é a nossa primeira edição digital pós suspensão da edição em papel, como informamos recentemente, fruto deste tempo de reduzida mobilidade e inexistência de pontos de leitura e de venda abertos.

Aproximamo-nos de uma época sensível, em que as famílias se deslocavam e reuniam à volta de uma comemoração milenar. Em vez disso teremos pessoas sozinhas. Filhos que não podem abraçar os pais. Tempos de obscuridade do ponto de vista de amor e de confraternização. Celebrar a Páscoa longe da família alargada e, para os cristãos, fazê-lo longe da sua comunidade de fé, isto é, da sua família espiritual, trata-se duma violência em termos sociais, humanos e espirituais.

Estamos a viver tempos difíceis do ponto de vista da saúde e da economia. Este confinamento, que nos asfixia a alma e a esperança, traduz-se em desalento, ansiedade e desespero. Ainda não se sabe muito bem se este ano é o primeiro de uma era ou se, pelo contrário, é o último de um ciclo.
A pandemia da covid-19 mostrará que a história se repete, e que esta perturbação terá importantes consequências estratégicas.

A história repete-se, porque o Homem ainda não compreendeu que há um conjunto de doenças zoonóticas, ou seja, avançam de uma população animal (morcegos, ratos, macacos, etc.) para humanos, sem se confrontarem com fronteiras entre espécies. Não podemos ingerir animais selvagens (mesmo criados em cativeiro) como animais domésticos. Nalguns países terá de existir uma ação coerciva sobre essas práticas, sob o risco de algumas destes prolemas continuarem a ocorrer sistematicamente.
Esta perturbação terá importantes consequências estratégicas, pois as pandemias mudam a história, transformando populações, estados, sociedades, economias, normas e estruturas de estado. O que acontecerá? Dificilmente alguém poderá afirmá-lo convictamente. Alguns acertarão, pois perante um “bombardeamento” de opiniões, que despontam frequentemente, é bem capaz de algumas ocorrerem.

Sobre esta edição temos a oportunidade de conhecer alguns testemunhos que O Louzadense foi recolhendo nas últimas semanas por videoconferência e que foram colocadas nas redes socais. Não fugiremos ao tema do momento e por isso serão abordadas as últimas notícias e mais relevantes que por cá aconteceram.

Desta vez não teremos a rubrica, que nos caracteriza, sobre o “Grande Louzadense”, pois consideramos que será mais relevante quando voltarmos à edição em papel.

Os nossos colaboradores articulistas continuam a ter qualidade, diversidade e pertinência, que desejamos e que satisfazem os nossos leitores.

Fique em casa!
Boa Páscoa!…Boa leitura!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais