por | 25 Abr, 2020 | Sociedade

Viva o 25 de abril

O reavivar do que foi o 25 de abril e os motivos que levaram a que esta data fosse tão marcante na história recente do nosso país é motivo suficiente para nunca deixarmos passar em claro o que foi o nosso concelho, a região e o país antes de 1974.

Infelizmente há uma certa tendência natural de relativizar os factos ou, pior ainda, reescrever a História. É precisamente por isso e para que ninguém seja enganado por novos estilos comunicacionais que tendem a promover a idolatria a certas figuras ditatoriais como foi Salazar que é tão necessário relembramos a população os tempos de obscurantismo que vivemos no passado, subjugados a um país em que era promovido o analfabetismo, a ignorância, em que a esmagadora maioria da população passava fome, a censura politica era uma realidade e eram enviados milhares de jovens para uma guerra impiedosa que ceifou milhares de vidas.

A democracia atual tem os seus defeitos, mas o simples facto de podermos dizer o que pensamos sem sermos detidos e enviados para um campo de trabalhos forçados a milhares de quilómetros de distância, ou ser possível ao mais simples e humilde cidadão, através da educação pública e do apoio social de toda a comunidade, ter á sua disposição um caminho mais livre e digno a nível educativo e laboral, faz-nos lembrar que, com estas pequenas coisas que agora são completamente garantidas, antes eram vedadas ao comum do cidadão.

A Liberdade para pensar. A Liberdade para dizer o que se pensa. A Liberdade para discordar e decidir o nosso futuro democrático.
Com isto surge também a liberdade de imprensa e toda a corrente informativa que hoje em dia não prescindimos diariamente e que antes da Revolução de Abril nos era sonegada, censurada e proibida.

É por isso que neste 25 de abril, damos também as sinceras felicitações ao jornal Louzadense pelo seu aniversário. Para além disso, cumpre salientar todos os aqueles que ainda hoje estão entre nós e que, no passado, muito lutaram por esta Liberdade que conseguimos conquistar.

Que nada estrague nem deturpe ou reescreva por outras linhas extremistas, o que foi Portugal antes e depois daquela “Madrugada” que Sophia de Mello Breyner e milhões de Portugueses “esperavam”.

Emergimos da noite e do silêncio para um dia inicial inteiro e limpo
Viva o 25 de abril

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Um pioneiro da comunicação regional

Rafael Telmo da Silva Ferreira, professor e diretor da Valsousa TV Em setembro faz 25 anos que...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XII | Capela II A capela podia ser levantada por forma a dar seguimento à fachada da...

Siga-nos nas redes sociais