por | 27 Mai, 2020 | Desporto, Grandes Louzadenses

O avançado Quim é o novo diretor desportivo da AD Lousada

A AD Lousada tem novo diretor desportivo. Trata-se do avançado Quim, natural de Carvalhosa, Paços de Ferreira, atualmente a residir em Figueiras. Nas últimas temporadas, envergou a camisola da AD Lousada. Conheça os seus projetos para o clube.

Como surgiu o convite para assumir a direção desportiva?

Fui contactado pela Comissão Administrativa da AD Lousada e foi um projeto que me aliciou logo desde o início, até porque o clube, nos últimos tempos, passou por algumas dificuldades e alguma instabilidade. Sei que vai ser um projeto muito aliciante, com muitas dificuldades, mas é isso que me move. São as dificuldades que nos fazem crescer e aprender no dia a dia. Por isso é que aceitei com prontidão.

É um clube que conhece bem.

Eu, há cinco anos, vim pela mão do ex-presidente Sandro Sousa, em boa hora. Ainda bem que eu aceitei, pois passei cinco anos maravilhosos. É óbvio que há sempre sobressaltos, mas as minhas épocas foram excelentes. Ajudei o clube a crescer. Cheguei cá na segunda divisão distrital e acabei por terminar na divisão de Elite da AF Porto. Foram quatro anos, com quatro subidas consecutivas, duas delas como campeão. Foi uma fase gloriosa! O clube está numa fase crescente a reerguer-se e eu espero poder ajudar o clube a crescer e a evoluir.

Quais serão as suas funções?

Neste caso, vou ficar com o departamento de futebol, tudo o que tenha a ver com a contratação de jogadores, treinadores, toda a logística de treino e jogo passa pelo diretor desportivo. A minha pasta vai ser sempre o futebol sénior, mas como é óbvio vou acompanhar a formação, porque há valores na formação que dão nas vistas, que poderão participar em algum treino para perceberem o que é o futebol sénior e também para crescerem mais um bocadinho.

Esta pandemia acabou por favorecer a AD Lousada, pois estava em risco de descida. Foi um alento para ter aceitado este desafio?

A nível de tabela classificativa, o Lousada estava numa situação muito complicada e a AF Porto, com a pandemia, acabou por decidir que não haveria descidas. Nesse sentido, para o clube acabou por ser benéfico, pois uma descida é sempre uma descida e acaba sempre por fragilizar um bocadinho o clube. Felizmente, isso não aconteceu e é óbvio que me vai dar mais responsabilidade, mas é para isso que eu aqui estou. Vou dar o meu melhor e tentar recuperar a imagem que o AD Lousada tinha há alguns anos.

Vai haver grandes mudanças em relação aos atletas?

Estamos neste momento a fazer uma pequena prospeção. Acabamos por decidir terminar com a equipa B, substituindo-a por uma equipa Sub23. Eu estou a conversar com alguns desses jovens na perspetiva que esses jovens continuem no desporto e que cresçam aqui no Lousada alguns valores. Temos de ter alguns desses jovens, pois a competição assim o exige.
A aposta da AD Lousada passa pela formação para servir a equipa sénior?
Sim, vamos tentar ter um plantel equilibrado, dar alguma prioridade aos jovens da casa e tentar reequilibrar o plantel com jogadores com mais alguma experiência, tendo como principal objetivo lutar para ficar no meio da tabela, garantindo a manutenção. O formulário do campeonato vai ser alterado e vamos procurar ficar entre os melhores.
A nível de orçamento fez algumas exigências?
Não. Toda a gente sabe que a AD Lousada tem algumas dificuldades financeiras. Nesse ponto vou ter de me guiar pela base que eu tenho para construir o plantel. Uma base que o clube consiga suportar, pois é apanágio do clube pagar a tempo e horas. Considero que se pode fazer boas equipas com orçamentos mais limitados.

O que é preciso fazer para voltarmos a ter a velha mística da AD Lousada?
Com o nosso trabalho, vamos tentar cativar as pessoas. É importante ter bons resultados desportivos. Vamos tentar ter uma equipa competitiva e, com isso, trazer mais público. É importante as pessoas virem aos nossos jogos, pois com público é sempre mais aliciante.

Já tem algum nome para treinador da equipa sénior?

Estamos a tentar arranjar soluções. Temos ainda alguma margem para tratar dessa situação. Também não sabemos quando é que podemos começar a época desportiva. Ainda há muitas incertezas.

Como está a preparar o reinício, pós-Covid 19?

Este complexo tem condições excelentes e estamos precavidos para alguma eventualidade que possa acontecer. Estaremos o mais adaptados possível à realidade que nos será imposta.

Que mensagem gostaria de deixar aos adeptos?

Vou tentar fazer o melhor e procurar ser o mais correto possível. Vou aos poucos construir uma nova realidade com bases sólidas para que devagarinho a época seja bem melhor do que a do ano passado, para que no futuro próximo possamos pensar noutros voos.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Já começaram as movimentações para formar a Comissão de Festas

Romaria da Senhora Aparecida O artigo da anterior edição do nosso jornal, sobre a ausência de...

Editorial 115 | Silêncio

A 26 de fevereiro de 1954 nascia Mário Fernando Ribeiro Pacheco Fonseca, figura incontornável da...

Direção ameaça entregar chaves do clube se não houver acordo com autarquia

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE LOUSADA A ADL está em modo de «gestão a prazo», pois a atual Direção já...

Lousada recebeu entrega de prémios da AT Porto

Retomou-se, no passado dia 3 de Fevereiro, a habitual cerimónia de entrega de prémios da...

Peça de teatro promove a sensibilização e prevenção rodoviária nos mais novos

A nova edição da campanha de sensibilização, que transforma as crianças em agentes de segurança e...

Jantar-Comício do Partido CHEGA traz André Ventura a Lousada

O Presidente do Partido CHEGA, André Ventura, marcará presença no jantar oficial de campanha do...

Santuário de São Gonçalo de Lustosa

Lustosa é uma parcela do concelho de Louzada que gosto de percorrer e apreciar, mormente a...

Professor de artes é “artista de horas livres”

Joaquim Alexandre Ribeiro: A moldar lousadenses pela arte O professor Joaquim Alexandre Nunes...

Amanhã virás Sol, amanhã virás

ABRIL LOUZADENSE (IX) Um dos maiores vultos portugueses da luta contra a ditadura foi o...

O verdadeiro voto útil e a matemática do “Chega” para lá

Dúvidas ainda houvesse sobre a importância do projecto da Aliança Democrática (AD) e da...

Siga-nos nas redes sociais