por | 31 Mai, 2023 | Associativismo, Sociedade

Associação Letras 100 Cessar

César Castro, de 53 anos, e Ricardo Moreira, de 43 anos, concederam uma entrevista onde abordaram a história da Associação Letras 100 Cessar. Fundada em 11 de maio de 2017, nasceu uma coletividade para cumprir arte através do teatro. Conheça os desafios e dificuldades e, ainda, as suas pretensões quanto ao futuro. 

“Tudo surgiu num grupo de amigos”, iniciam. Estes amigos faziam teatro numa coletividade antes de decidirem fundar uma. O porquê da decisão? De acordo com os próprios, os responsáveis pela mesma começaram a “fechar a porta” e só pensavam na modalidade de futebol. Assim sendo, a falta de apoio levou a que 3 membros (Ricardo, César e Inês) tomassem a iniciativa de inaugurar uma associação. 

Tudo aconteceu muito rápido, desde os apoios à legalização. “Em poucos dias conseguimos 2 empresas que nos patrocinassem”, contam. Todas as pessoas que constituíam o grupo a nível de atores mudaram-se para a nova associação e, ainda, arranjaram um amigo que tinha um galpão que o cedeu para o usufruto de ensaios. Naturalmente, estas circunstâncias acabaram por tornar o processo mais fácil. 

A associação foi criada naquelas empresas na hora e, na altura, havia vários nomes disponíveis. “Escolhemos Letras 100 Cessar por adequar-se à nossa área, visto que não tínhamos pensado em nenhum nome”, salientam. Tudo aconteceu num instante e, a 11 de maio de 2017, nasce a Associação Letras 100 Cessar. 

Inicialmente, os ensaios decorreram no galpão emprestado e os espetáculos e festivais decorreram no Salão Paroquial de Sousela. “Sempre tivemos uma boa ligação com a igreja e o sr. pároco apoia-nos em tudo”, referem. Contudo, após 1 ano da fundação, o senhor precisou do galpão e comunicou à associação com antecedência. 

Entretanto, fizeram contrato com a Câmara Municipal de Lousada e as instalações da antiga escola primária de Sousela foram cedidas para usufruto da associação. Todavia, esta necessita de obras e os elementos diretivos têm um projeto em mãos – criação de anfiteatro – mas estão à espera da autorização do município para avançarem. 

No início não pagavam para atuar no Salão Paroquial de Sousela e, hoje em dia, pagam. Esta é uma das razões desta pretensão, bem como: dar conforto, tornar acolhedora e receber em casa o público que tanto estimam. O anfiteatro terá 120 lugares e quando estiver concluído, consequentemente, irão surgir novas atividades porque ideias não faltam. 

A associação é composta por 15 elementos, sendo caracterizada pelo seu núcleo forte e coeso de atores. Esta encontra-se disponível para vários tipos de atividade, por exemplo, no início do presente ano fizeram um videoclipe sobre Santa Águeda a pedido da comissão de festas. Além disso, fizeram a Serragem da Velha que trouxe imensa gente. 

“Nós colaboramos com todas as entidades, desde a Junta de Freguesia de Sousela e  aCâmara Municipal de Lousada. Além destas, com o grupo de jovens e outras organizações”, salientam. Nas tradicionais caminhadas fazem encenações de textos sobre a freguesia. No fundo, estão abertos a todos os convites que surjam no concelho. 

Atualmente, encontram-se a encenar uma peça nova intitulada “Pecado de Sofia” que será apresentada no habitual Festival. Este começa em setembro e decorre durante os quatro fins-de-semana do mês, ou seja, trata-se de 4 espetáculos sendo que convidam grupos de teatro de outras concelhos. “Começámos com os 3 grupos de fora e terminamos com o nosso grupo no último fim de semana de setembro”, abordando o intercâmbio e a tradição aberta ao público. 

Questionados sobre os desafios e dificuldades nestes quase 6 anos de existência, de imediato, referem a pandemia. “Nós éramos um grupo jovem, ou seja, tínhamos nem 3 anos e este facto acabou por refletir-se pois não tínhamos muita estrutura”, sublinham. Na época, estavam a começar e, hoje em dia, estão novamente a começar. 

Estes 2 recomeços num período pequeno poderiam ter afetado e destruído a associação, porém, esta é composta por um grupo unido e forte com pessoas que gostam verdadeiramente do que estão a fazer. “Quando estávamos a arrancar fomos obrigados a parar”, reforçam. No ano de 2020 e 2021 não tiveram atividade e, no ano transato, começaram a retomar lentamente com algumas atividades. 

Uma das atividades realizadas em 2022 foi com crianças. “Nós convidamos algumas crianças e fizemos uma peça infantil que foi apresentada em várias escolas”, contam. O objetivo deste movimento era cativar pequenos jovens e chamá-los para o teatro, porém, estes encontram-se desligados artisticamente. Algumas das crianças inseriram-se no grupo por vontade própria e, apesar de não serem muitas, irão continuar a fazer teatro infantil (dos 6 aos 14 anos). 

“Há 40 anos que Sousela não tem uma coletividade de teatro e as pessoas não estavam e continuam a não estar habituadas a este, logo, o nosso intuito é incuti-lo”, afirmam César e Ricardo. Todavia, apresenta-se como um verdadeiro desafio. Para mais, o intuito da associação é voltar a ter o seu público a assistir às peças, regressar com o festival e começar a obra do anfiteatro. 

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

A  memória e a literatura

Há uns tempos e a propósito de um Colóquio Internacional em que participei na Sorbonne, em Paris,...

“Fecharam-nos muitas portas, mas temos tudo controlado”

COMISSÃO DE FESTAS DO SENHOR DOS AFLITOS 2024 Em janeiro deste ano, Paulo Magalhães, Daniel Pires...

Cartaz de arromba nas festas de Lustosa

SÃO TIAGO É COMEMORADO DE 25 A 28 DESTE MÊS A comissão de festas de Lustosa é formada por mais de...

Festas Grandes em honra do Senhor dos Aflitos

A Vila já está iluminada lembrando as Festas Grandes, que têm um dos grandes momentos na...

Lousada no pódio europeu de árvores plantadas em Portugal

O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional, ao abrigo da iniciativa europeia da...

Votações para o OPJ até dia 8 de agosto

Até dia 8 de agosto estão em votação as 12 propostas apresentadas no âmbito do Orçamento...

Ações de sensibilização com a Liga Portuguesa Contra o Cancro

O Município de Lousada associou-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte,...

NÍVEL ELEVADO NO SUPERCROSS EM LUSTOSA

As grandes emoções do Supercross estiveram em Lustosa (Lousada), numa noite memorável. A pista do...

Quarteto Metralha animam festas e romarias

LOUSADA TEM CADA VEZ MAIS GRUPOS DE BOMBOS Os bombos são uma tradição bem portuguesa e em Lousada...

Verónica Parente apresenta a exposição “Horizontes de Cores” no Cais Cultural de Caíde de Rei

O Cais Cultural de Caíde de Rei acolherá a exposição "Horizontes de Cores", da artista Verónica...

Siga-nos nas redes sociais