por | 16 Ago, 2023 | Crónica Jurídica, Opinião

O Contrato de Mútuo

O Mútuo encontra-se consagrado no nosso ordenamento jurídico, tem qualificação própria, pelo que, está firmado na lei, mormente, no art.º 1142 do Código Civil e seguintes, constando que o “ mútuo é o contrato pelo qual uma das partes empresta à outra dinheiro ou outra coisa fungível, ficando a segunda obrigada a restituir outro tanto do mesmo género e qualidade”.

Determina o nosso Código Civil, designadamente o art.º 1143, que o Contrato de Mútuo pode ser celebrado por Documento Particular Autenticado, Escritura Pública ou Documento Particular.

O que distingue a forma a adotar é a quantia refletiva no Contrato de Mútuo. 

Vejamos, se a quantia mutuada for superior a 25.000,00€, o mesmo carece de ser celebrado por Documento Particular Autenticado ou Escritura Pública. 

Quando mutuada quantia superior a 2.500,00€ e até 25.000,00€, é exigível documento escrito assinado somente pelo Mutuário. Porém, e tal como convencionado no já referido art.º 1143 do CC, é imperativo que o mesmo seja assinado pelo Mutuário, ou seja, neste caso em concreto, é vedado o recurso à assinatura a rogo. 

Igual ou inferior à quantia de 2.500,00€, o mútuo não carece de forma especial, podendo ser celebrado de qualquer modo, inclusive verbalmente. 

No entanto, quando os juros envolvam valores superiores à taxa legal é imprescindível documento escrito com a convenção desses juros entre o mutuante e o mutuário.

Face ao predito, verifica-se que, este contrato é um negócio consensual ou formal consoante o valor.

Na contingência da forma legalmente exigida não for cumprida e de acordo com o art.º 220 do CC “a declaração negocial que careça da forma legalmente prescrita é nula, quando outra não seja a sanção especialmente prevista na lei”.

Vânia Morais Martins & Cláudia Teixeira | Solicitadoras

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

”Faz falta uma feira do livro”

GONÇALO SANTOS, ESCRITOR Chama-se Gonçalo Teles dos Santos, tem 44 anos, é natural de Sousela e...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XVI | Elementos Decorativos II Os elementos decorativos, concebidos quase sempre em...

O discreto gigante da democracia lousadense

E DEPOIS D'ABRIL? [3] Lousada teve muitas pessoas de proa que embora sendo contra o regime...

Fim de Semana Cultural “Alma Magnetense” está de regresso

A Junta de Freguesia de Meinedo anuncia o regresso do Fim de Semana Cultural "Alma Magnetense",...

Siga-nos nas redes sociais