por | 7 Mar, 2024 | Editorial, Editorial

Editorial 116 | Vote!

Quando adormeces em democracia, acordas em ditadura.”

Estamos a escassos dias de voltar às assembleias de voto para eleger os representantes partidários para a Assembleia da República. Umas eleições que acontecem a meio de uma legislatura, e de um governo de maioria absoluta, fruto de uma crise política com origem em factos suscetíveis de constituir crimes de prevaricação, corrupção ativa e passiva de titular de cargo político e tráfico de influência. Um dos factos decorreu de as autoridades terem encontrado mais de 75 mil euros em dinheiro vivo no gabinete do próprio primeiro-ministro. Impõe-se lembrar que ninguém queria ou esperava uma crise política, muito menos que a mesma tivesse origem em comportamentos impróprios de altos cargos do governo, e de administradores da empresa Start Campus e da Agência Portuguesa do Ambiente.

Desta crise, resulta ainda mais a importância do voto e do ato de eleger aqueles que melhor se apresentam a eleições, e exigir destes uma cultura de integridade, transparência, cooperação política e serviço público genuíno.

Numa sociedade democrática, o voto é mais do que um simples ato. É uma expressão de voz e vontade. É a oportunidade para que todos os cidadãos influenciem, pela via das suas escolhas, as políticas que afetam as suas vidas, as suas comunidades e o seu país como um todo. Cada voto conta. Cada voto é uma declaração de compromisso com os princípios democráticos e uma contribuição para a construção de um futuro mais justo e próspero.

Votar é um direito. Votar é um dever cívico. Não ir votar é muito mais que alhear-se do poder de escolher e de influenciar o futuro. Não ir votar enfraquece a democracia e alimenta a desigualdade. Abster-se é tornar-se complacente com o despertar de novos regimes antidemocráticos. Como aqui já escrevemos, “a melhor forma de cuidar da democracia é praticá-la” e, por vezes, é preciso repetir isto até à exaustão, para que algo de importante não caia no esquecimento, descuido ou abstenção.

No próximo dia 10, vote! Ao comparecer nas urnas, terá o poder de desafiar o status quo e eleger os representantes mais credíveis para defenderem as políticas em que acredita serem as melhores para o progresso do país e da sociedade.

Vote hoje e sempre, pelo futuro que deseja!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Piscinas sobrelotadas: expandir ou construir?

EMPREENDIMENTO AQUÁTICO TEM 27 ANOS As piscinas de Lousada foram inauguradas em 1997, numa altura...

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

Siga-nos nas redes sociais