por | 3 Jun, 2024 | Economia, Sociedade

IMC: uma empresa lousadense em crescimento no setor imobiliário

A IMC – Compra, Venda e Construção de Imóveis SA, uma empresa de destaque sedeada em Lousada, está a reinventar o setor imobiliário com a sua abordagem inovadora. Em três décadas em atividade, esta firma tem-se destacado pela sua capacidade de adaptação às demandas do mercado com a realização de projetos notáveis, nomeadamente como o Ourivesaria Lousadense Residence, um prédio residencial de desenho elegante e arrojado, atualmente em construção no coração da vila de Lousada.

Fundada em meados dos anos 90 por Fernando Machado, reconhecido empresário têxtil lousadense, a IMC está desde o ano 2000 sob a liderança do seu filho, Joaquim Machado. Além desta empresa, o gestor e homem de negócios lidera a FSM – Indústria de Confeções, um histórico grupo têxtil com sede em Lousada que emprega cerca de 700 funcionários em Portugal e 1600 em Marrocos.

Também se destaca na área do desporto automóvel como piloto da equipa Kaxa e Motor, no Campeonato Nacional de Rallycross (CNRX).

Construção na vertical faz mais sentido, racionaliza o investimento

Nas últimas três décadas, a IMC foi responsável pela implementação de diversos empreendimentos imobiliários no concelho, destacando-se a edificação de vários edifícios no centro da vila de Lousada e um loteamento de aproximadamente 50 vivendas em Boim, entre outros.

Atualmente, a sua atividade foca-se na construção de habitação ao estilo “vertical”, adotando uma estratégia de racionalização do investimento e buscando responder eficazmente às condições do mercado imobiliário onde, hoje, a procura supera a oferta.

Grandes loteamentos, como o de Boim, já não são viáveis para pequenas e médias empresas do setor devido, sobretudo ao grande investimento inicial necessário, “exacerbado pelo aumento dos custos dos materiais de construção e pela subida da inflação”, explica Joaquim Machado:

“Se não tivermos uma escala significativa como empresa, será difícil absorver esses custos acrescidos de maneira a justificar o investimento”, sublinha.

Ourivesaria Lousada Residence – projeto ousado com impacto positivo no centro urbano

No início de 2024, a IMC concluiu a primeira de duas fases da construção do Ourivesaria Lousada Residence, um ambicioso projeto situado no coração de Lousada que recupera um nome histórico do comércio local.

O edifício, que contará com 46 apartamentos de alta elegância e 17 espaços comerciais, quando finalizado em 2026 será único em estilo, destacando-se pela diferenciação e estética arrojada.

Localizado na zona nobre da vila, próximo de edifícios públicos de grande importância histórica e cultural, o projeto distingue-se pela atenção aos detalhes “tanto externos quanto internos”, enfatiza o principal responsável da construtora, sublinhando que será uma obra que irá trazer um impacto positivo para Lousada.

“Optámos pela diferenciação numa empreitada onde poderíamos ter escolhido a repetição, com tipologias e acabamentos comuns. Felizmente, com a obra pela metade, o resultado é extremamente positivo, pois restam cerca de uma dezena de apartamentos por vender”, relata.

Lousada é destino proeminente para habitação no Vale do Sousa

Por ora, o concelho de Lousada mantém-se como um dos mercados habitacionais mais desejados no vale do Sousa, especialmente porque os preços ainda são competitivos em relação aos praticados nos restantes municípios da região.

“É um concelho estrategicamente localizado, com boas vias de acesso e que está a crescer de forma equilibrada”, destaca o empresário, anotando que a procura interna por habitação corresponde a cerca de 30%, com a maior parte dos clientes vindo do vale do Sousa e da área metropolitana do Porto.

Adianta, ainda, que do ponto de vista do cliente o mercado imobiliário lousadense é mais atrativo porque, por um preço similar, poderá adquirir propriedades com tipologias mais vantajosas do que no restante do território. Contudo, para os construtores, a ótica é outra, alerta.

Joaquim Machado gerente da IMC Compra, Venda e Construção de Imóveis, SA

“É menos interessante porque, para o construtor, obviamente interessa edificar onde possa vender pelo preço mais elevado. Mesmo assim, acredito que em pouco tempo, Lousada será um mercado que irá alinhar com o restante da região”, sublinha.

Expansão em curso mas mantendo Lousada no horizonte

A IMC está atualmente a iniciar um processo de expansão da sua atividade para vários concelhos limítrofes e já conta com alguns projetos prontos para serem iniciados este ano, nomeadamente em Paredes e Vizela.

Contudo, Joaquim Machado assegura que o crescimento será feito “sem nunca perder Lousada de vista”. E acrescenta:

“Quero, efetivamente, expandir o negócio, mas não quero afastar-me completamente de Lousada. Não diria que será uma prioridade, mas também não me quero desligar. Portanto, certamente continuaremos a investir neste concelho”.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Lousada CoWorking está em funcionamento

A funcionar no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, o espaço Lousada Coworking regista já procura....

Talentos da Fruta já têm pratos vencedores

O Município de Lousada promoveu uma nova edição do concurso “Talentos da fruta”, na passada...

Município cria Prémio de Investigação Dr. Mário Fonseca

O Município criou o “Prémio Dr. Mário Fonseca” em homenagem ao médico Lousadense, conhecido como...

Siga-nos nas redes sociais