por | 8 Jun, 2024 | Íris Pinto, Opinião

Romper o Ciclo da Violência Doméstica

A violência doméstica é um estigma persistente na sociedade há muito tempo. Recentemente, tornou-se um crime público, o que significa que qualquer pessoa pode denunciar o crime e a vítima não pode retirar a queixa. Isto marca uma nova era na violência doméstica, contrastando com as normas antigas em que as vítimas, movidas pelo medo ou arrependimento, entre outros fatores, frequentemente retiravam as suas queixas, perpetuando um ciclo de abuso. As vítimas encontram-se numa bola de neve, no qual a dinâmica do relacionamento deteriora-se progressivamente, culminando em agressão física ou formas de tormento psicológico, financeiro e/ou diversos. Apesar de desejar libertar-se deste ciclo, tanto vítimas quanto agressores vêem-se presos em um vínculo inquebrável, percebendo a fuga como uma tarefa insuperável, independentemente da gravidade das circunstâncias. Mesmo quando o agressor está preso, ambas as partes manifestam uma inclinação para a comunicação, com a vítima procurando a retratação da queixa e o agressor tentando restabelecer contato, percebendo o relacionamento através de uma lente distorcida. Indivíduos enraizados em tais relacionamentos frequentemente exibem uma propensão para replicar esse padrão prejudicial em relacionamentos subsequentes, assumindo papéis de vítima e agressor, apesar dos esforços concentrados para evitar tal repetição.

Íris Pinto

Psicóloga

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Lousada CoWorking está em funcionamento

A funcionar no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, o espaço Lousada Coworking regista já procura....

Talentos da Fruta já têm pratos vencedores

O Município de Lousada promoveu uma nova edição do concurso “Talentos da fruta”, na passada...

Município cria Prémio de Investigação Dr. Mário Fonseca

O Município criou o “Prémio Dr. Mário Fonseca” em homenagem ao médico Lousadense, conhecido como...

Siga-nos nas redes sociais