por | 8 Jun, 2024 | Política, Sociedade

Abstenção é o adversário comum

ELEIÇÕES EUROPEIAS 2024

A escassos dias das eleições para o Parlamento Europeu, a campanha prossegue morna, abaixo do calor tórrido destes primeiros dias de Junho. O espectro da abstenção, que é sempre elevada nestas eleições, paira no ar, o que preocupa todos os partidos e a União Europeia em geral. A mobilização dos eleitores é tentada numa Europa que vive uma época de incertezas em matérias vitais. A imigração, a guerra e os extremismos são tópicos que causam apreensão.

Em Lousada, a campanha vai morna, sem o reboliço e a mobilização da campanha das Legislativas, de Março último. Chegou a estar prevista e anunciada a presença em solo lousadense do candidato sensação deste ato eleitoral, Sebastião Bugalho (cabeça de lista pela AD), mas quem veio foi o candidato Sérgio Humberto, líder distrital do PSD e presidente da Câmara da Trofa. Também da lista do PS, Bruno Gonçalves, de Braga, visitou Lousada, numa ação discreta com jovens socialistas.

Quanto ao social-democrata, em recente conferência de imprensa para órgãos de comunicação do Vale do Sousa, realizada em Penafiel, explanou a sua posição sobre “temas-chave” como a segurança, a imigração, o alargamento da União Europeia, o investimento público, nomeadamente na região do Tâmega e Sousa e até a reindustrialização dos países europeus.

Sérgio Humberto, ladeado por Bragança Fernandes e Alberto Santos

Este candidato, que já visitou oficialmente a Ucrânia depois da invasão russa, defendeu “a soberania do país de Zelensky contra a tirania de Putin” e mostra-se preocupado com a questão bélica às portas da Europa.

A questão da abstenção é aquela que merece de Sérgio Humberto um enfoque muito especial e com um ênfase que é transversal a todos os partidos, apontando o dedo a uma grande iliteracia política de grandes franjas da população portuguesa. Referiu, a propósito, que “há eleitores que não sabem que se por acaso se enganarem no preenchimento do boletim de voto, podem pedir outro”.

A importância da UE para Portugal deve merecer mais participação do eleitorado: “oitenta por cento da nossa legislação é emanada do parlamento europeu” e idêntica percentagem de investimento público realizado em Portugal é financiado por fundos europeus, “enquanto que a média europeia nos outros países é de 14%”. Neste contexto, relevou o investimento importante, “que já devia ter sido realizado há muito”, da construção do IC35, que finalmente está no terreno.

O social-democrata, que irá abdicar da presidência da Câmara da Trofa, já que deverá ser eleito para o Parlamento Europeu, diz querer ser “uma voz da região norte de Portugal no parlamento europeu”. O trofense é conhecido por ser um regionalista convicto e nesse âmbito, “não aceito que a região Norte continue com atrasos em relação a outras zonas do país”.

Olhando para a concorrência, o líder distrital do PSD e candidato da AD enaltece que  “a AD é europeísta, defende o projeto europeu ao contrário de outros partidos como o Bloco de Esquerda e o partido Comunista que são anti-nato, anti-euro, anti-europa” e em seu entender, nem deveriam ser candidatos às eleições europeias, se fossem coerentes com o que defendem.

As eleições europeias de 2024 serão realizadas em Portugal no domingo, tendo como fim a escolha dos 21 deputados portugueses com assento no Parlamento Europeu. Nestas eleições, pela primeira vez, não é obrigatório votar no local de recenseamento. Basta levar o documento de identificação para poder votar em qualquer mesa de voto em Portugal.   

Luís Santos é mandatário da campanha da AD

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada tem como mandatário Luís Santos, Coordenador Local da Segurança Social e ex-presidente da Junta de Freguesia de Caíde de Rei.

Segundo uma nota de imprensa do PSD/Lousada, o agora mandatário “é um cidadão de excelência e uma referência na sociedade lousadense, pela sua disponibilidade para ajudar as pessoas e as instituições”. Refere também que “Luís Santos entende que a União Europeia é fundamental para o desenvolvimento de Lousada. Para sermos referência em várias áreas devemos continuar a apostar na nossa presença na Europa”. Por isso, “aceitou o desafio de mandatar a candidatura da AD a nível concelhio”.

A direção de campanha é assegurada por Cidália Neto, professora de Lustosa, que integra também a Comissão Política do PSD Lousada. “O desafio destas eleições é conseguirmos baixar a abstenção, que é, tradicionalmente, alta nas eleições europeias”, refere  aquela social democrata. “Realizaremos iniciativas no concelho, mobilizadoras, que darão a conhecer o projeto da AD para a Europa”, conclui.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Lousada CoWorking está em funcionamento

A funcionar no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, o espaço Lousada Coworking regista já procura....

Talentos da Fruta já têm pratos vencedores

O Município de Lousada promoveu uma nova edição do concurso “Talentos da fruta”, na passada...

Município cria Prémio de Investigação Dr. Mário Fonseca

O Município criou o “Prémio Dr. Mário Fonseca” em homenagem ao médico Lousadense, conhecido como...

Siga-nos nas redes sociais