por | 15 Mai, 2019 | Sociedade

PS apela à participação no próximo ato eleitoral

Foi com uma casa cheia, cerca de 400 pessoas, no restaurante Quinta da Pousada, que o PS Lousada realizou, no passado dia 24 de abril, o já habitual Jantar comemorativo do 25 de Abril.

O papel da Juventude Socialista de Lousada no partido foi salientado por Nuno Fernandes, presidente da JS Lousada: “Estamos incluídos nas políticas locais. Temos representatividade nas diversas listas, somos a geração que promete honrar o punho serrado”. Para este jovem dirigente, os jovens lousadenses têm sido apoiados pela autarquia socialista, que lhes dá “oportunidades para construir um futuro ambicioso” para o concelho de Lousada.

A vereadora Cristina Moreira valorizou, no seu discurso, o papel da mulher na sociedade e a importância do 25 de Abril na conquista de direitos fundamentais, um deles o voto: “Não há muitos anos, nós não poderíamos estar aqui neste jantar. A cada ato eleitoral, eu vejo que muitas mulheres não vão votar e fico triste, pois conheço algumas da minha família que no passado não puderam votar, ou ter opinião na sua própria casa. É importante votar, pois temos gente em Bruxelas cujo trabalho em prol do nosso país é importante”. A vereadora apelou ao voto e à passagem da mensagem de liberdade “às meninas que estão a crescer, pois ainda falta muito para sermos todas livres”, alerta.

José Santalha

“Dia 25, vão votar, é importante. A Europa é fundamental.” – José Santalha
O presidente da concelhia do partido, José Santalha, começou o seu discurso com um agradecimento pela “casa cheia”, considerando que é um sinal de que “o espírito de Abril continua bem vivo em Lousada”. Para o dirigente, as Europeias são importantes, “uma conquista de abril”. “Foi com a integração na Comunidade Europeia que Lousada evoluiu”, afirmou, valorizando a ação do anterior presidente da Câmara Jorge Magalhães, que foi eleito há 30 anos: “Lousada sempre aproveitou os fundos comunitários, sempre apresentou candidaturas, temos o concelho que temos pois 70% do investimento neste concelho é financiado por fundos comunitários. A Europa é importante para todos, é importante para nós”, rematou.

O futuro de Lousada depende da Europa

Foi recordando três lousadenses “fustigados pela perseguição do antigo regime”, Arnaldo Mesquita, Manuel Mota e Antero Alves Moreira, que Pedro Machado começou o seu discurso, valorizando de seguida as conquistas de Abril: “Ao fim de tantos anos, temos educação para todos, saúde para todos”, disse, relevando a Europa e a sua importância no futuro do concelho: “Lousada orgulha-se de oferecer as condições de vida que neste momento consegue oferecer. Isso deveu-se a uma gestão de grande responsabilidade do autarca que me antecedeu, mas também a uma gestão criteriosa dos fundos europeus, e estas decisões que veem de Bruxelas são muito importantes para o nosso futuro. Não vou apelar para que votem no partido A ou B, apelo sim para que votem, para que se mobilizem, pois é muito importante que o nível de abstenção não seja cada vez pior, como há o perigo de acontecer nas Europeias”.

Perante centenas de pessoas, o autarca fez um balanço do primeiro ano do mandato, destacando um conjunto de medidas, na área social, na educação, desporto e saúde, entre elas a requalificação do Centro de Saúde de Lustosa, “provavelmente o melhor centro de saúde do concelho”.

Instalações da Associação Industrial vão dar lugar a espaço de formação
Depois de elencar algumas medidas que caracterizam a ação do seu executivo, referiu-se à aposta na formação, salientando a parceria estabelecida com o Instituto Politécnico do Porto para a lecionação de cursos no espaço adquirido pela Autarquia, as antigas instalações da Associação Industrial.

O autarca prometeu “continuar a apostar na captação de investimento, através de diplomacia económica e incentivos fiscais”, sem comprometer “uma gestão de boas contas, mesmo abdicando da receita do IMI e do IRS. Vamos continuar a trabalhar com a mesma força e energia e responsabilidade e muitos investimentos”, realçou.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Conferência do PSD Lousada debateu estratégias e financiamento para o Desenvolvimento Local

Na noite de 18 de julho, o Auditório da COPAGRI em Lousada foi palco da conferência...

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Siga-nos nas redes sociais