por | 28 Mai, 2019 | Ambiente, Opinião

Maio o mês das Vacas-louras!

Cornélia, Carocha, Abadejo, Cabra-Loura, Vaca-Loura, Escaravelho-Veado e Chucha-Pitos são apenas alguns dos nomes comuns dados à espécie de seu nome científico Lucanus cervus L.. É o animal escolhido para esta edição d’O Louzadense pois tem funções no ecossistema deveras interessantes e importantes. Vejamos o seu ciclo de vida:

Após eclodirem, as larvas de Lucanus cervus podem permanecer até 6 anos no subsolo a alimentarem-se! É nesta fase que o seu grande serviço é prestado. A sua alimentação, baseada em madeira de quercíneas, nomeadamente de carvalho-alvarinho (Quercus robur L.) em decomposição, é a chave para acelerar o processo de armazenamento do carbono no solo. Os solos, a par com as árvores, são um importante sumidouro de carbono! Contudo estas últimas muito facilmente tornam a libertar grande parte do carbono armazenado para a atmosfera através de fogos florestais ou de queimadas em centrais de biomassa. Além desta função, as larvas de L. cervus também são importantes para a qualidade de arejamento e permeabilidade dos solos florestais, pois, enquanto se vão movendo, vão criando cavidades e túneis no subsolo.

De seguida dá-se a metamorfose (ou a transformação) que se inicia no outono e dá-se em poucas semanas. Por altura do inverno a Vaca-Loura já está completamente desenvolvida, mas não emerge de imediato. Permanece enterrada até quase ao final da primavera, emergindo em meados de maio. Os adultos vivem apenas alguns meses com o único propósito de acasalar, de forma a dar início a um novo ciclo. Durante a fase adulta estes insetos não se alimentam, dependendo apenas das reservas que foram acumulando durante todos aqueles anos de fase larvar. Após o acasalamento os machos morrem, e as fêmeas vivem até um pouco mais tarde porque precisam de encontrar o local ideal para lá depositarem os ovos, que iniciarão um novo ciclo.

Vacas-loura

Este ano, em Lousada, esta espécie foi detetada primeiro no dia 15 deste mês, e têm sido vários os avistamentos desde então. Devido à sua importância existe o projeto “VACALOURA.pt” que visa sobretudo elaborar um diagnóstico da distribuição e do estado das populações a nível nacional, para que subsequentemente possa ser averiguado o estado de conservação desta espécie. O projeto tem também como objetivo sensibilizar a população para a importância desta espécie e dos seus habitats, promovendo técnicas que permitam a sua conservação ativa no território. Se vir uma vaca-loura é pedido que tire uma fotografia e efetue o registo do seu avistamento em www.vacaloura.pt/participar-avistamento/. Pode ainda ajudar de outras formas. Saiba mais em www.vacaloura.pt

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Um pioneiro da comunicação regional

Rafael Telmo da Silva Ferreira, professor e diretor da Valsousa TV Em setembro faz 25 anos que...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XII | Capela II A capela podia ser levantada por forma a dar seguimento à fachada da...

Siga-nos nas redes sociais