por | 8 Jul, 2019 | Lousada., Opinião

Prioridades…

Aos autarcas cabe definir prioridades na gestão da Câmara Municipal. Uns privilegiam a formação académica e profissional dos seus concidadãos, outros a sua distração.

Isto vem a propósito do Festival Vila, das bolsas de estudo e dos baixíssimos salários dos trabalhadores Lousadenses. Pode não parecer, mas anda tudo ligado.

Os primeiros festivais da Juventude em Lousada, agora denominado Festival Vila, foram organizados por privados e com o apoio da Câmara Municipal. Na ânsia de protagonismo, a Câmara Municipal capturou o evento e com essa aventura desembolsa agora mais de cem mil euros, valores que até já preocupam a Senhora Vereadora da Juventude que defendeu recentemente num jornal local a própria sustentabilidade do festival.

Entretanto, o Município anualmente dispõe aproximadamente de trinta e cinco mil euros para bolsas de estudos aos estudantes de Lousada mais carenciados e que frequentem o ensino superior. Valor que é manifestamente insuficiente pois todos os anos dezenas de estudantes carenciados vêm recusados os pedidos de bolsa porque o Senhor Presidente da Câmara alega que não pode gastar mais dinheiro. Enfim, prioridades…
E depois indignam-se quando o Concelho de Lousada aparece nos estudos como o oitavo concelho do País em que os trabalhadores do setor privado têm o salário mais baixo. Recordo que segundo o Instituto da Segurança Social o salário médio em Portugal é de 940 euros e em Lousada é de apenas 658 euros.

Mão-de-obra pouco qualificada é sinónimo de baixos salários.

A propósito, foi publicado recentemente um estudo realizado pela Fundação Belmiro de Azevedo onde se conclui que os jovens oriundos de famílias mais desfavorecidas dificilmente têm acesso a cursos de maior prestígio como Medicina, Direito e Engenharias.
Definitivamente a aposta na formação e qualificação dos cidadãos de Lousada tem que ser a prioridade do Município.

1 Comment

  1. Pedro Matos

    Muito bem caro Leonel! Como falou, e muito bem – “PRIORIDADES”…e a prioridade é o protagonismo partidário através do investimento em eventos que chamam as massas em detrimento de incentivar com ajudas os estudantes em situação económica precária! É o tal socialismo/marxismo que promove a preocupação com as minorias, os pobres, os velhinhos….mas só “da boca para fora”!
    Abraço Leonel!

    Reply

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Siga-nos nas redes sociais