III Concurso de Melhor Broa Regional do Vale do Sousa

No domingo, último dia de Festival Tradicional, realizou-se o III Concurso de Melhor Broa Regional do Vale do Sousa e teve lugar o I Encontro de Confrarias de Lousada, mais concretamente do Bazulaque e do Sarrabulho Doce, a quem foi entregue uma lembrança para assinalar o momento.

O primeiro prémio, que distinguiu a Melhor Broa, foi atribuído a Maria Pinto, de Lousada, seguindo-se Rosa Oliveira, de Penafiel, e Paulo Duarte, de Paredes.

O júri teve em consideração diversos pontos aquando da decisão, nomeadamente aspeto, cor, odor, textura, coesão e sal. Fizeram parte dos jurados o Eng. Rocha Fernandes, da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, o Dr. Pedro Moreira, da Escola Superior Agrária de Coimbra, o Eng. Eduardo Taveira Copagri, e José Babo Magalhães, produtor local.

A iniciativa é fruto de uma organização conjunta da Copagri, Câmara Municipal de Lousada e da Ader-Sousa.

A Vereadora do Desenvolvimento Económico e Social, Dra. Cristina Moreira, destacou que “o balanço deste evento é positivo devido a inúmeros fatores, nomeadamente ao I Encontro de Confrarias de Lousada, em que juntou a Confraria do Bazulaque e Confraria do Sarrabulho Doce. Também a parte destinada à gastronomia permitiu uma dinâmica interessante, permitindo que os visitantes tivessem oportunidade de lanchar ou até mesmo jantar no mesmo espaço”.

A Dra. Cristina Moreira elenca ainda “a participação dos ranchos folclóricos que permitiram um enquadramento perfeito com a filosofia do evento, a música local que animou as noites e a participação dos seniores como elementos fundamenais deste evento”.  

Este é um evento que envolve pessoas de idades muito variadas e pode ver-se que os mais novos estão a participar e ajudar os pais que são produtores. “Esta é a segunda geração do Lousada Festival Tradicional”, como lhes chama a Vereadora do Desenvolvimento Económico e Social.

Para uma próxima edição fica a sugestão para “promover um concurso de vinhos e espumantes da região, mas também a criação da Confraria da Broa de Milho, que é um produto simples e que está presente nas mesas das famílias do Vale o Sousa e de várias regiões do país”.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Andreia Moreira

Socorro, o meu filho (a minha filha) pratica desporto!

Hoje em dia é valorizada a prática de desporto nas camadas mais jovens, o que implica uma série de...

Escola de Lodares assinala centenário do Coronel Soares de Moura

Livro impresso e digital, exposição documental, desdobrável e sessão de teatro: a escola básica de...

FESTIVAL VILA 2024

O Festival Vila está de regresso, de 28 a 30 de junho, no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, com...

Os lousadenses são pessoas honradas

Manuel Luís Bessa Sousa, um especialista financeiro É uma pessoa conhecida da generalidade da...

Novo alojamento local: Sorte do Paço

ONDE A MODERNIDADE COMBINA COM TRADIÇÃO Este é o mais recente alojamento local da região, que...

Mau comportamento de pais nos jogos de futebol dos filhos é preocupante

BERROS, INSULTOS, INVASÕES DE CAMPO, AGRESSÕES NA BANCADA Na entrevista ao treinador do Aparecida,...

COPAGRI acolhe Dia do Produtor PEC Nordeste

Decorreu esta manhã, no auditório da Copagri, o Dia do Produtor PEC Nordeste. Do programa desta...

USF Torrão e UCC Lousada certificadas pela Direção-Geral da Saúde

A Unidade Local de Saúde do Tâmega e Sousa tem agora mais 10 Unidades de Saúde Familiar...

Editorial 123 | Identidade e Espírito Comunitário em Lousada

Lousada, com a sua rica história e tradições, sempre foi um exemplo de comunidade unida. No...

LADEC espera reunir 700 bombos em Lousada

No próximo sábado, às 21h30 horas, realiza-se a Noite de Bombos da LADEC, que vai percorrer o...

Siga-nos nas redes sociais