“A freguesia do Torno é uma freguesia de magia”

Elisa Maria Ferreira Cardoso Rosa Mesquita Pinto é atualmente a presidente da Junta de Freguesia do Torno, freguesia que faz parte da vila da Aparecida. Secretária administrativa de profissão, está na vida autárquica como presidente pelo segundo mandato consecutivo.

Conhecedora da Aparecida e das suas gentes, nesta entrevista, mostra-nos a sua terra e faz um balanço da gestão autárquica ao longo dos últimos seis anos.

Como caracteriza a freguesia do Torno?

A freguesia do Torno é uma freguesia de magia. Os Aparecidenses são unidos, bairristas, um povo especial, tendo as suas convicções próprias, mas respeitando-se mutuamente. É um privilégio ser presidente dos meus concidadãos Aparecidenses. Conheço-os a todos e tenho um grande carinho por todos eles.
Somos uma freguesia dotada de grande parte das infraestruturas necessárias para uma excelente qualidade de vida da população e é na procura incessante deste ideal que trabalhamos com afinco na Junta de Freguesia.
Destaco obviamente que temos neste nosso amado território a maior Romaria do Norte, sendo que o culminar destas festividades é a majestosa procissão em Honra da Nossa Senhora Aparecida.

Que balanço faz do vosso trabalho ao longo destes anos?

Está a ser um mandato de muito, muito trabalho e essencialmente virado para os Aparecidenses, tal como havíamos feito anteriormente. São anos de intenso trabalho e conquistas em prol da freguesia. Fica a sensação que o tempo passou demasiado rápido e há sempre muito mais a fazer, mas estou satisfeita pela obra realizada. O programa do executivo para os 4 anos foi concretizado na esmagadora maioria dos assuntos e estou de perfeita consciência de que ainda assim fizemos muito mais do que aquilo que prometemos. Temos a preocupação diária para que os Aparecidenses tenham o que merecem, o que necessitam e estamos sempre dispostos a colaborar nas sugeastões e problemas que nos apresentam no dia a dia. Temos sobretudo que garantir empatia e proximidade com o nosso povo.
Qual ou quais as obras que a marcaram até ao dia de hoje?
No nosso executivo, não temos uma grande preocupação com o protagonismo que possamos ter ou de qual a obra que marca mais, porque todas elas são importantes. É tão importante ter água, luz e saneamento junto a uma habitação familiar, como fazer uma obra com grande impacto. O que para uns é um marco importantíssimo em termos de obras, pode não ser para outros e por isso é que, com o precioso auxílio do Município de Lousada, que nos tem ajudado muito, contamos continuar a fazer cada vez mais pela nossa terra.

Uma das preocupações na freguesia era a requalificação urbana e a intervenção em algumas ruas. Qual é o ponto de situação atual?

Como já disse em entrevista anterior, a requalificação do centro da Vila da Aparecida foi uma das ambições deste executivo em consonância com a Câmara Municipal de Lousada. Felizmente, conseguimos esta intervenção de grande impacto no nosso centro, a obra está a decorrer bem, os pisos dos passeios já foram melhorados, a renovação das ligações de águas pluviais e saneamento foram feitas novas para evitar danos no futuro, foi colocado o paralelo em parte da obra onde vai haver a intervenção de requalificação. Ou seja, o ponto de situação está dentro do tempo acordado com a empresa que se encontra a realizar a requalificação. Sabemos que as obras geram sempre alguns transtornos, mas é conversando com a população, como fazemos diariamente e até com a visita do Sr. Presidente de Câmara para falar com o povo e com os comerciantes, que vamos percebendo melhor as dificuldades e tentamos sempre resolvê-las. Quanto à segunda fase da obra, julgo que se reiniciará em setembro.

Que outras obras ou iniciativas de vulto gostaria de concretizar ainda neste mandato?

O executivo da freguesia está a cumprir o plano traçado que apresentou à população, estamos a cumprir com equidade e equilíbrio financeiro. Claro que há outras iniciativas que gostaríamos de concretizar neste mandato, por exemplo, a conclusão das obras no cemitério paroquial. Estamos a trabalhar para isso e com certeza que iremos conseguir.

Qual o maior problema com que esta freguesia se debate?

A nossa freguesia tem problemas comuns como qualquer outra, mas neste momento é um espaço sénior para a população da freguesia que o Torno precisa. Mas gostava que fosse um espaço de convívio, de preferência com crianças e jovens, que houvesse aprendizagens e ligação entre fases etárias diferentes. Os seniores têm a vivência e experiência que a vida lhes deu, enquanto os jovens podem fazê-los sonhar com as tecnologias. Gostava de um dia ver uma maior interligação entre estas duas gerações na nossa freguesia e penso que será possível.

Sendo autarca com alguns anos de experiência, quais são as maiores dificuldades na gestão de uma Junta de Freguesia?

A gestão de uma freguesia é igual a qualquer outra, temos um orçamento e um plano plurianual e devemos cumprir o estipulado, cumprindo-o com senso e rigor.
Sempre efetuamos a gestão com equidade e maturidade financeira e sempre com os pés assentes no chão, promovida por uma equipa de trabalho fantástica, a quem só tenho que agradecer e demonstrar o meu reconhecimento a quem sempre esteve do meu lado e me apoiou nesta tarefa em prol do povo da freguesia.

Considera que foi positivo para a freguesia o surgimento da Vila da Aparecida?

Sim. É o reconhecimento cultural e oficial da nossa identidade única, do nosso bairrismo, tradições e amor por esta terra.

Caracterize a freguesia a nível associativo. De que forma a junta de freguesia apoia essas associações?

A freguesia do Torno tem apoiado todas as associações dentro das possibilidades e de acordo com o estipulado. E aproveito para dar os parabéns a todos os dirigentes locais que estão à frente das associações e às suas equipas, porque não é fácil estar à frente de instituições, a maioria sem fins lucrativos e que, sem a ajuda de sócios, município ou junta freguesia, não conseguiriam atingir os objetivos. Há que reconhecer que dão muito deles para bem servir a comunidade.

Que perspetivas tem para o futuro da freguesia?

É óbvio que o trabalho nunca está completo, procuro sempre responder a todas as necessidades no mais curto período de tempo, mas tudo tem o seu tempo de resolução e por isso luto diariamente em busca da resolução de todas as solicitações e objetivos que pretendo para a freguesia.
Estamos a conceber novos projetos para a Aparecida, que serão divulgados quando oportuno. Iremos sempre fazer mais e melhor para todos os Aparecidenses.

Que mensagem quer enviar à população da sua freguesia nesta edição especial das festas da Senhora Aparecida?

É com grande alegria que dou as boas-vindas a todos os que nos visitam, nesta época majestosa, na Romaria Senhora Aparecida, residentes na Freguesia ou fora dela, ou ainda os que mantêm laços afetivos com esta terra. Aproveito para desejar umas excelentes férias a todos os Aparecidenses, prometendo zelar sempre pela nossa freguesia e satisfazer o bem-estar comum da população e vamos conseguir ainda mais para Aparecida!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

USALOU é um berço de cultura sénior

CAVAQUINHOS E TUNA SÃO DOIS EXPOENTES O principal objetivo da Universidade Sénior do Autodidata de...

Siga-nos nas redes sociais