“Luz Verde” para ajudar

A Luz Verde, empresa lousadense ligada ao setor de instalação e manutenção de painéis fotovoltaicos, tem apoiado associações sem fins lucrativos através de cheques sociais. Cada cliente, ao fazer a instalação de painéis fotovoltaicos no início do projeto, seleciona uma associação para a qual revertem 10€ em cheque social por cada KW de potência instalada.
Desta forma, e segundo o diretor geral da Luz Verde, Francisco Rocha, “dá-se a oportunidade às empresas onde a instalação é colocada de fazerem uma ponte com as associações onde a empresa está instalada”. Assim, a Luz Verde assume a sua função social, ajudando a ajudar. Conheça melhor este projeto, que faz a diferencia na vida das pessoas.

Como surge a ideia de investir neste setor específico?

A ideia surge com o crescimento do mercado no interior. Algumas localidades onde implementamos os nossos projetos têm um grande défice de infraestruturas. Dessa forma, existiram duas ideias base. A primeira está relacionada com o sol. Não fosse ele um recurso natural da região, e nós não estaríamos lá a implementar os nossos projetos. No entanto, uma vez implementados, ferem muitas das vezes a linha natural da região. Por esse motivo, surgiu a ideia de deixarmos parte de nós junto de quem ajuda a ajudar.

Qual a reação dos clientes quando se deparam com esta política?

O impacto é sem dúvidas muito positivo. Na verdade, acaba por ser um donativo partilhado e permite aos nossos clientes, sem investimento, terem uma posição social nas localidades deles, que, em muitos casos, são sem dúvida de grande importância. Além disso, a nossa política social vai além daquilo que é o cheque social, podendo mesmo ser trocado pela plantação de árvores autóctones e, nesse caso, promovemos a política de reflorestação em territórios públicos ou privados.

Até ao momento, todos os nossos clientes, nas diversas dezenas de projetos que já implementamos, demonstraram satisfação e, naturalmente, saímos todos a ganhar.

Desde que implementamos este sistema que tem sido um sucesso junto das empresas, que veem com muito bons olhos esta iniciativa, e claro, as associações para as quais os cheques sociais acabam por reverter.

E as associações?

Nas associações, somos vistos, em alguns casos, com surpresa. Acabamos por sentir uma abertura natural para quem a sua principal fonte de receita são donativos. Naturalmente, quanto mais donativos maior será o trabalho feito em prol dos utentes ou da sociedade em geral.

Naturalmente, as organizações têm sido bombardeadas por diversos contextos que as deixam fragilizados. Nós acreditamos na maioria e acreditamos que o 3º setor é muito importante. Até agora temos sempre sido muito bem acolhidos.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais