por | 24 Dez, 2019 | Opinião

Natal é esperança, salvação, amor

Se temos estado atentos ao que Deus nos tem alertado através dos seus profetas, tudo pode acontecer. Os seus ensinamentos foram e continuam a ser estes:
Acordai, estai atentos sempre, pois o reino dos céus está próximo, nunca sabereis quando o ladrão bate à porta, quando chega o Filho do Homem. Ele vai chegar com toda a sua realeza.

Estes são os ensinamentos em que Jesus nos incute, através do seu percursor e outros profetas, inclusive, João Batista, (Lucas 3-10, 20).
Ora quando Jesus nos diz: quem tiver duas túnicas, dê uma a quem precisa, quem tiver comida faça a mesma coisa, e a outros dizia: não maltrateis ninguém, não façais acusações falsas e contentai-vos com o vosso soldo. O povo esperava o Messias que estava para vir.

E de fato, nos últimos tempos, o povo parece estar a viver esta ideia de solidariedade de que nos fala Deus, por João Batista.

Face à crise instalada no Mundo, a fome, a pedofilia, a corrupção, a guerra constante que assola o Mundo, de fato são muitas razões para que Deus se revolte com a nossa maneira de estarmos no Mundo.

Estejamos, pois, atentos a estes sinais dos tempos, porque Deus é amor, mas também é juiz e é perentório, é firme naquela expressão do profeta: “nunca sabereis quando o ladrão bate á porta, quando chega o filho do Homem “. Nesse dia será terrível! (Ele terá na mão uma pá, com que vai limpar a sua eira e recolher o trigo no seu celeiro, mas a palha, Ele vai queimá-la no fogo que jamais se apaga, isto é: os juntos viverão eternamente com Ele, mas outros serão lançados no fogo eterno.

Mas não tenhamos medo, Jesus Cristo vai nascer e vai viver em nossos corações. Acreditemos na Sua misericórdia.

Preparemo-nos, reconciliemo-nos com o irmão e com Ele, nestes últimos dias do advento, para que assim possamos receber, com dignidade, o nosso criador e redentor Jesus Cristo feito homem.

E que saciados com Seu corpo, tenhamos forças, para superar as nossas vicissitudes, os trabalhos que se nos deparam na nossa vida, no novo ano que se aproxima.

Com os votos de boas festas, feliz natal e próspero ano novo para todos, mas especialmente aos assinantes, aos leitores, aos elementos da estrutura do nosso Louzadense, felicitando-os pela coragem que tiveram, na recriação deste novo semanário. Que ele seja o semanário de todos, mas para todos.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

Siga-nos nas redes sociais