por | 26 Abr, 2020 | Cultura, ReViver Lousada

Reviver o 25 de Abril em Lousada!

E neste quási Inverno da minha vida eu quero para todos uma Primavera que me foi negada
Dr. Abílio Alves Moreira (1907-1983) no comício lousadense de apoio ao MFA a 28.4.1974.

Com a chegada da efeméride do 25 de Abril e numa altura de grande controvérsia sobre as suas comemorações, queremos recordar o modo como Lousada celebrou a notícia da Revolução em 1974!

Efetivamente, já passaram 46 anos deste grande dia da nossa História! Os mais velhos ainda se lembrarão dos festejos revolucionários, mas a maioria dos lousadenses, na atualidade, não tem memórias desse acontecimento! Recorremos, por isso, à imprensa da época para nos ajudar a reviver essa ocasião memorável do nosso passado.

Logo após as notícias da Revolução terem chegado a Lousada pela rádio e pela televisão, a secção local do Movimento Democrático do Porto dirigiu-se «Ao Povo de Lousada», convidando-o para um comício de apoio ao Movimento das Forças Armadas (MFA), que ficou agendado para o dia 28 de abril, um domingo, junto aos Paços do Concelho, às 18h00.

Apesar de ter sido um dia frio e chuvoso, a iniciativa contou mais de 2000 participantes, que não arredaram pé, «demonstrando por este facto o seu arreigado entusiasmo e apoio pelas liberdades fundamentais» que o MFA se propunha defender. Foram vários os palestrantes intervenientes. Entre eles, estiveram os saudosos Abílio Alves Moreira e Arnaldo Mesquita que se referiram às questões da Liberdade e da Democracia, não esquecendo os problemas que afetavam os trabalhadores e pedindo o fim da guerra colonial.

Depois de várias intervenções, foi lida e aprovada por aclamação pública uma moção em nome do povo lousadense. Era um documento que expressava o seu apoio ao momento revolucionário que se vivia e o seu desejo de mudança. Exprimia ainda o sentimento de revolta pela castração das liberdades impostas pelo fascismo e pela violência da PIDE/DGS e da Legião Portuguesa, mas também da GNR e da PSP que eram parte do suporte repressivo do regime. De facto, o episódio brutal do dia 24 de outubro de 1973, no edifício dos Bombeiros Voluntários de Lousada, estava ainda fresco a memória da comunidade!… Efetivamente, quando ali decorria o comício eleitoral democrático para a Assembleia Nacional, os agentes da GNR local agrediram violentamente os populares participantes. Por isso, esta moção serviu para os lousadenses expressarem livremente as suas emoções e pedirem ao Governo que saneasse e castigasse severamente os responsáveis de «tal selvajaria».

O comício, como seria de esperar, correu de forma ordeira e cívica e foi, essencialmente, um momento de festa e regozijo pelo fim da ditadura. No final, todos cantaram orgulhosamente o Hino Nacional e desfilaram pelas ruas da Vila entoando cânticos de «de amor à liberdade, à democracia, ao termo da guerra, ao regresso dos soldados» e empunhando inúmeros cartazes alusivos ao momento. «O povo unido jamais será vencido» foi o slogan mais comum!

1 Comment

  1. Salvador Fernandes

    Apenas uma retificação: não foram os agentes da GNR local que agrediram, mas por um reforço vindo do Porto.

    Reply

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais