por | 10 Mai, 2020 | Ambiente, Sociedade

Ricardo Ribeiro publica imagens com o camião a dirigir-se ao aterro

Vídeo no Facebook “incendiou” redes sociais

O Facebook foi o meio escolhido pelo lousadense Ricardo Ribeiro para divulgar as imagens de um camião que se dirigia para o aterro de Lustosa carregado com resíduos, alegadamente provenientes de Itália. As suspeitas confirmaram-se, o que deixou os lousadenses indignados.

Ricardo Ribeiro asseverou aO Louzadense que a situação já acontece há dois meses, mas que apenas na semana passada acompanhou um dos motoristas. “Fiz-lhe uma questão, e ele acabou por me falar que vinha de Itália. Fiquei um bocado apreensivo e preocupado. Eu conheço a lixeira há muitos anos e ter conhecimento disso preocupou-me bastante”, conta.
O número de contentores que chegaram a Lousada e que chegarão deixou Ricardo surpreendido: “Ele disse-me que já tinham vindo 620 contentores e ainda viriam mais 900”. A gravidade que atribuiu à situação levou este lousadense a publicar o vídeo nas redes sociais. “Depois, liguei com o presidente Pedro Machado e ele disse-me que não tinha conhecimento da situação e que ia reportar às entidades para ver o que se estava a passar”, acrescenta.

Apesar de o objetivo ter sido denunciar a situação, mostra-se surpreendido com o impacto das imagens: “Chegou a 100 mil visualizações, e mais de 3 mil partilhas”, afirma. Esta propagação mostra que a situação preocupou a população de Lousada, mas também do país. “Isto não pode continuar assim”, defende.

Comissão independente é positiva

Ricardo Ribeiro considera importante a criação de uma comissão independente para acompanhar a situação: “Eu estou disponível para participar nesse processo, que deve avançar, pois é muito importante”, diz.
Este lousadense defende um debate na Assembleia Municipal sobre o assunto e o encerramento do aterro: “Tinha uma vida para dez anos e já lá vão trinta. Eu passo lá todos os dias e é um cheiro diferente com este depósito do lixo de Itália, que bem podem dizer que é doméstico”.

Sobre a ação da autarquia, considera que o “vereador Manuel Nunes deveria ter conhecimento desta situação, quando ele tem um rótulo do vereador premiado do ambiente”. Apesar de tudo, espera que “comecem a tomar providências para encerrar de vez este depósito do lixo estrangeiro, para o nosso tudo bem”.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Quem são @s influencers lousadenses?

VENDEM PRODUTOS E SUGESTÕES A MILHARES DE PESSOAS Por “querer estar na moda” ou por insegurança e...

GINT: Uma história de crescimento, inovação e responsabilidade social

Desde a sua fundação em 1997, a Grecogeste-Trading de Produtos e Serviços S.A., do Grupo GINT, tem...

Programa Municipal de Caminhadas

No dia 15 de junho, sábado, realiza-se a Caminhada da Primavera, organizada pela Associação de...

Dia Municipal da Biodiversidade celebrado no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca

Dia 21 de junho celebra-se o Dia Municipal da Biodiversidade. Desde 2017 que esta data é celebrada...

Inscrições abertas para o Banco de Voluntariado

O Banco de Voluntariado encontra-se em funcionamento desde 2006 e pretende garantir e promover a...

Orçamento Participativo Jovem tem candidaturas abertas até sexta-feira

Estão abertas as candidaturas para o Orçamento Participativo Jovem (OPJ), até dia 14, próxima...

Alunos de Lousada venceram concurso DXC Code Challenge

A equipa da EB da Boavista – Silvares, constituída por Letícia Teixeira Sousa e Luís Gonçalves...

Lousada CoWorking está em funcionamento

A funcionar no Parque Urbano Dr. Mário Fonseca, o espaço Lousada Coworking regista já procura....

Talentos da Fruta já têm pratos vencedores

O Município de Lousada promoveu uma nova edição do concurso “Talentos da fruta”, na passada...

Município cria Prémio de Investigação Dr. Mário Fonseca

O Município criou o “Prémio Dr. Mário Fonseca” em homenagem ao médico Lousadense, conhecido como...

Siga-nos nas redes sociais