Trullia faturou cerca de 4,5 milhões de euros em 2019

Empresa de construção lousadense emprega 100 pessoas e é reconhecida no mercado português e espanhol

Embora ainda jovem no mercado da construção civil, a Trullia Construções destaca-se pela qualidade das obras realizadas em toda a Península Ibérica. Especializada na conceção de estruturas de betão armado e de assentamento de alvenarias, a empresa completará 14 anos no dia 30 de setembro.

O voo empreendedor surgiu em Espanha, numa altura em que José Coelho, o proprietário, foi desafiado a criar uma empresa. “Estava a trabalhar em Espanha, quando o promotor espanhol me pediu para montar a empresa, garantindo-me trabalho, uma vez que tinha o projeto de várias vivendas para construção”, conta. O português aceitou o desafio, convidou alguns amigos para se juntarem a si e pôs mãos à obra. Cedo, porém, se apercebeu que tinha de ir mais além e começou a procurar novos clientes. O profissionalismo proporcionou-lhe uma carteira de clientes espanhóis que descreve como “muito interessante”.

Com a área de atuação em países que têm como língua-mãe o latim, o empresário decidiu dar à empresa o nome Trullia, “que vem da palavra trolhas em latim”, explica.

Espanha representa cerca de 65% da faturação

Com um volume de faturação em 2019 de cerca de 4,5 milhões de euros, Portugal tem uma fatia considerável nesse bolo, com origem sobretudo nas obras particulares. Mas a fatia maior é relativa às obras em Espanha, que representam 65% da faturação. No país vizinho, o forte são as obras públicas.

Atualmente com 41 anos, José Coelho é um exemplo de sucesso no mundo empresarial. Começou com uma carrinha e sete funcionários, mas hoje dá emprego a 100, a maior parte dos quais de Lousada e concelhos vizinhos, e trabalho a subempreiteiros. “É uma empresa com uma responsabilidade muito grande. Quando começamos, não contávamos crescer tanto como crescemos. Felizmente, tudo correu bem até ao ano 2008, em que Espanha entrou numa crise muito grande. Aí tivemos receio, mas felizmente fomos levando o barco para a frente e as coisas estão a funcionar muito bem”, refere.

Novas instalações, sempre em Meinedo

Natural de Caíde de Rei, mas desde muito novo apaixonado por Meinedo, onde tem muitos amigos, decidiu escolher a freguesia para sede da empresa e também para viver. As instalações atuais foram inauguradas em Janeiro. “O espaço é bastante grande, trabalham diariamente três pessoas, uma funcionária de recursos humanos, uma administrativa e um engenheiro. Onde estávamos antes tínhamos boas condições, mas a casa não era nossa. Aqui a casa é nossa e sentimo-nos bem”, diz, com satisfação.

Esta empresa privilegia também a componente social, apoiando a comunidade, principalmente a da Freguesia de Meinedo, através de apoios financeiros e outros:“Estamos, dentro das nossas possibilidades, disponíveis para ajudar as associações e os eventos realizados em Meinedo e noutras localidades”.

Quando o futuro parecia risonho, a pandemia veio instalar a incerteza. Em Espanha, o vírus já fez estragos na construção, uma vez que as obras pararam, ao contrário do que aconteceu em Portugal. “Tivemos momentos de alguma dificuldade, pois o pessoal esteve de quarentena. Estivemos um bocadinho indecisos se devíamos pôr pessoal no lay-off. Não havia certeza se as obras iriam reabrir em Espanha. Felizmente, optamos por esperar. As obras abriram e ficamos mais tranquilos”, conta. Ainda assim, há a registar dois meses de quebra bastante significativa na faturação. Mesmo quando o mercado espanhol abriu, abriu com muitas restrições, como explica o empresário: “Para dar uma ideia, uma carrinha de 9 lugares só levava 3 funcionários para as obras e só podíamos trabalhar 8 horas por dia, o que nos criou dificuldades”.


Apesar da tempestade, a esperança é a nota dominante. O facto de trabalhar para “boas empresas” leva-o a ter confiança no futuro. Para já, não pensa em entrar noutros países, considerando o mercado português e espanhol suficientes.

1 Comment

  1. Grupo Carpiairães

    Meus parabéns, recomendo empresa com serviços de qualidade principal na carpintaria há há,continuação de muita boa sorte abraço (CARPIAIRAES)

    Reply

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais