por | 14 Set, 2020 | Desporto, Grandes Louzadenses

Mação ,o espetáculo do RX regressou ao circuito da Boavista

O Circuito da Boavista em Mação recebeu a 4ª prova do campeonato nacional de Rallycross, Kartcross e Superbuggy.

Entrou-se na segunda metade do campeonato e todos os pontos são importantíssimos. Na chegada a Mação todas as divisões se encontravam ao rubro em termos de pontuação e na luta pelo título de campeão nacional.
Os lousadenses Joca Gonzaga, em Kartcross, Leonel Sampaio, na Nacional A 1.6, e Joaquim Machado (Kitó), na classe rainha S1600, entraram na segunda metade do campeonato na liderança das suas categorias. Paulo Godinho, em Super buggy, José Lameiro, em Supercar, Andreia Sousa, nas 2RM, e Rafael Rego, na Iniciação, eram os restantes líderes das respetivas categorias.
O espetáculo em Mação decorreu num fim de semana abrasador e de excelentes corridas, com boas perspetivas para os lousadenses e corridas intensas até a última curva.

Nacional 1.6 A

Leonel Sampaio, jovem piloto Lousadense, liderou todo o fim de semana, vencendo as 4 corridas de qualificação e a final, aumentando a vantagem que trazia na liderança de um ponto apenas. No entanto, após um brilhante fim de semana do piloto da TOPCAR, assistido pela KAXA&amp, MOTOR, Leonel deu um salto na liderança do campeonato e um importante passo na luta pelo título, quando faltam apenas duas corridas, Montalegre e Sever do Vouga.
No pódio, seguiu-se o Lousadense Américo Sousa, em 2º, e Tiago Ferreira, em 3º Lugar. De fora do pódio, ficou o jovem piloto Rafael Rocha.
Supercars
Na classe Supercar, a luta foi intensa entre os três pilotos. José Lameiro venceu duas corridas, e as outras duas foram ganhas pelo Jovem prodígio da MOTOFIL, João Novo JR. Daniel Pacheco, em Subaru, foi o vencedor e único presente na divisão 4WD.
No final, as contas do pódio ficaram fechadas com José Lameiro a ser o grande vencedor do fim de semana, em 2º ficou João Novo Jr e em 3º Daniel Pacheco, sendo que este último foi o vencedor da Nacional 4WD. José Lameiro deu um passo importantíssimo na conquista do título.

SuperBuggy

Paulo Godinho foi o grande vencedor do fim de semana. Ele, que será certamente o próximo campeão nacional desta categoria, liderou todo fim de semana, como tem sido habitual, nas 3 corridas anteriores a Mação. No entanto, em Mação, esta divisão teve o maior número de inscritos da época. Foram 5 magníficos pilotos que deram uma bela demonstração durante todo fim de semana.
Paulo Godinho foi o grande vencedor, seguindo-se Nuno Godinho e António Estêvão no pódio. Fora do pódio ficaram o espanhol Óscar Gomez e Miguel Mota, sendo 4º e 5º classificados, respetivamente.

Iniciação

A categoria iniciação é uma das que mais emoção cria no padock, visto que são carros pilotados por pilotos bastante jovens, mas que conduzem como gente bem crescida.

▲Gonçalo Rocha – Iniciação | Foto Ricardo OMS&Adriana Marques


Gonçalo Novo, o jovem aveirense, foi o grande vencedor. Gonçalo Rocha, o piloto da PEMI- BIBROPEDRA, foi segundo, no entanto, uma penalização na final fez com que ficasse em 3º na Geral. André Monteiro, que haveria sido 3º, subiu assim a uma posição e foi 2º. Guilherme Nunes e Rafaela Barbosa foram os 4º e 5º classificados. De fora da final, ficou o que até aqui era líder do campeonato, Rafael Rego.

▲ Leonel Sampaio dominou em Mação – Foto Ricardo OMS&Adriana Marques

2RM

A divisão 2RM era a divisão em que se previa boas lutas, com 7 inscritos e todos com ambição de vencer. Adão Pinto, o piloto de Abragão, levou a melhor na final e saiu como o grande vencedor de Mação. Depois do azar com o motor em Lousada e de não ter participado em castelo Branco, veio a Mação na máxima força e levou a vitória. Daniel Teixeira, piloto Lousadense que venceu a prova de Lousada nas 2RM, tem vindo a demonstrar uma grande evolução e será certamente um piloto que dará que falar na luta pelo título da divisão no futuro. Excelente condução do piloto lousadense que o fez alcançar um segundo lugar magnífico na final, seguindo-se a Menina do pelotão, Andreia Sousa, de Guimarães para Mação, para alcançar um 3º lugar e conquistar preciosos pontos que lhe permitem estar muito próxima de alcançar o título. Fora do pódio, ficaram Fernando Silva, em Seat Ibiza, Santinho Mendes, o veterano que veio a Mação celebrar 50 anos de carreira no automobilismo, grande piloto que já tem participações em provas como Paris-Dakar e 24horas de fronteira, entre muitas outras. Ricardo Mendonça foi o azarado do fim de semana. Depois de um acidente aparatoso no sábado, ficou fora das restantes corridas.

S1600

A classe rainha do rallycross prometia, depois da prova de Castelo Branco, a luta pelo título ficou taco a taco em termos de pontuações.
José Eduardo Queirós, piloto Lousadense, vinha de uma grande vitória em Castelo Branco e por isso muito motivado. Fez-se notar toda a evolução do magnífico piloto, que venceu 3 das 4 corridas de qualificação. A outra foi ganha por Rogério Sousa da TSL. Joaquim Machado, com uma avaria no seu Peugeot 208, não participou na 4 corrida de qualificação. Sérgio Dias, com um fim de semana de boas corridas, chegava à final com boas perspetivas. O piloto Lousadense tem vindo a evoluir ao longo do campeonato. Rogério Sousa, da TSL, chegou a Mação com ambição de alcançar o topo do campeonato. Jorge Machado, o Lousadense que em Castelo Branco teve um fim de semana muito bom, não fosse aquela final e poderia ter sido perfeito, chegava a Mação com ambição de vitória. Bruno Gonçalves, 3.º no campeonato, também teve problemas no seu Citroen Saxo durante as mangas, mas que ficaram resolvidas para a final lutar pela vitória.

▲ Joaquim Machado seguido por Sérgio Dias – S1600 | Foto Ricardo OMS&Adriana Marques


Chegada a final, eram muitas as expectativas por parte de quem estava de fora no padock e de quem estava por casa a acompanhar. Primeira curva e José Eduardo Queirós era líder, seguindo-se Jorge Machado e Kitó Machado que, com um arranque “canhão” salta de 6º para 3º. A cada volta que se dava e cada passagem pela joker lap eram alteradas as posições, chegando-se ao final com o grande Vencedor Jorge Machado, com uma final magistral e arrecadou a vitória pela qual já lutava e esperava há muito. Seguiu-se José Queirós e Rogério Sousa no pódio. Fora do pódio ficaram Bruno Gonçalves, 4º classificado, Sérgio dias, 5º, e Joaquim Machado, 6º. A luta pelo título ficou mais intensa ainda, e Montalegre promete.

Kartcross

Uma das divisões mais espetaculares do campeonato é a divisão Kartcross. Divisão com bastantes pilotos Lousadenses e com o atual bicampeão Nacional, Jorge Gonzaga. Esperavam-se grandes corridas em Mação nesta divisão, e assim foi. Desde os cronometrados até à final, foi sempre espetáculo garantido. Joca Gonzaga, Tiago Freitas e Pedro Marques eram os Lousadenses presentes nesta divisão.
Após vencer os treinos cronometrados e a 1ª corrida de qualificação, Joca Gonzaga era o líder na 2ª corrida, quando um problema no motor o fez desistir e, por isso, não participar na 3ª corrida e respetiva final, decisão que o piloto explicou nas redes sociais da equipa RACING268.
Tiago Freitas, que tem vindo a fazer um excelente campeonato, teve um início difícil de fim de semana, sendo 11º na primeira corrida, mas com uma evolução tremenda ao longo do fim de semana, sendo 2º na segunda corrida e 4º na terceira corrida, lugar esse que arrancaria para a
Final. Pedro Marques, jovem piloto Lousadense, Rookie do ano 2019 na divisão kartcross, este ano ao leme de um LA BASE RX01, tem demonstrado uma excelente evolução e começa a ganhar confiança de prova para prova.
No final, o grande vencedor foi o multiCampeão Pedro Rosário, seguindo-se Rui Nunes e Alexandre Borges a fechar o pódio. Tiago Freitas que arrancou de 4º, mas um toque fez com que caísse para último na primeira curva e assim fez uma prova de traz para a frente, até alcançar um magnífico 6º lugar e amealhar importantes pontos para o campeonato. Já Pedro Marques fechou o top ten da grande final.

▲ Tiago Freitas | Foto Ricardo OMS&Adriana Marques

A luta pelo título ficou ainda mais acesa após este fim de semana, em que os 5 primeiros pilotos estão todos na luta.

Todos os resumos e grandes entrevistas podem ser acompanhados no novo projeto da JPRALLY, que é a RX MAGAZINE, uma revista que fala sobre Rallycross, onde é feito o resumo após cada prova e contém entrevistas magníficas aos pilotos do campeonato.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

USALOU é um berço de cultura sénior

CAVAQUINHOS E TUNA SÃO DOIS EXPOENTES O principal objetivo da Universidade Sénior do Autodidata de...

Siga-nos nas redes sociais