por | 7 Dez, 2021 | Desporto

Subir de divisão é o grande objetivo d’ “Os Pienses”

“Os Pienses” nasceu a 12 de março de 1982, criada por um grupo de pessoas numa garagem privada. Nasceu para dinamizar a freguesia através do teatro e um grupo de cantares. Atualmente, é composta apenas pela equipa de Futebol Sénior, que milita na 2.º Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto e sonha com a subida de divisão. 

A “Associação Os Pienses – Arte Cultura e Recreio” nasceu na freguesia de Pias em 1982, numa garagem privada com o objetivo de dinamizar o teatro e a música na freguesia. Mais tarde, acabou por entrar no mundo desportivo e mudar-se para as atuais instalações. 

Atualmente, a associação é composta apenas pela equipa de futebol sénior, que “está a correr bem e temos o objetivo traçado de chegar ao fim da época e subir de divisão”, refere o presidente Luís Moreira, que tomou posse no passado mês de junho. 

“Está a correr bem e temos o objetivo traçado de chegar ao fim da época e subir de divisão.”

“Estivemos uns anos na AFAL e subimos há cerca de dois anos”, explica. As maiores dificuldades são a nível financeiro, “porque as despesas são muitas e o dinheiro a entrar é pouco. O futebol tem uma despesa muito grande, mas temos de o manter ativo, porque esta associação sem o futebol, não é associação”, confessa. 

Luís Moreira

Para além do futebol, há na sede da associação o bar, onde os lucros revertem a favor das atividades d’ Os Pienses. “Mesmo assim é muito pouco, porque temos sempre as despesas básicas da luz e água, despesas muito elevadas e fixas”, testemunha. 

Também o sintético é um grande sonho para a associação, mas Luís Moreira lamenta “ser muito difícil de concretizar. Em Lousada estamos atrasados nesse sentido, nos outros concelhos 90% dos clubes têm sintético e aqui poucos têm”. 

“Gostávamos de ter formação, mas sem o sintético não é possível, porque as crianças de hoje em dia não querem vir jogar para a terra, e mesmo os seniores preferem o sintético à terra. Por isso, está cada vez mais difícil, até porque sem formação também se torna difícil formar uma equipa de seniores. Temos sempre essa dificuldade”, manifesta. 

“Gostávamos de ter formação, mas sem o sintético não é possível.”

Quanto aos objetivos da nova direção, Luís Moreira manifesta a vontade de “melhorar as infraestruturas: vamos iniciar em janeiro as obras na sede, fazer obras no campo, como pintar os muros, e terminar o projeto final da churrasqueira, para ter outras atividades e chamar mais sócios”. 

“Temos como objetivo angariar mais sócios, que atualmente são muito poucos, e o número de sócios pagantes é ainda menor. Dos 150 sócios, apenas cerca de 50 são pagantes. Tudo isso prejudica a evolução da associação e é um fator que queremos melhor”, lamenta. 

O presidente deixa o apelo para que “apareçam e ajudem, estamos sempre de braços abertos para todos e toda a ajuda é bem-vinda. Queremos fortalecer a associação e não deixar que isto acabe”. 

“Aproveito para agradecer ao nosso patrocinador principal, a “Normetal”, que nos ajuda com o fornecimento de equipamentos e de material que precisamos, e a “Drogaria Vila Chã”, que nos ajuda com algum material sempre que necessário. Agradecemos também à União de Freguesias de Silvares, Pias, Nogueira e Alvarenga e à Câmara Municipal”, termina.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Os pais tiveram receio da sua escolha mas deram todo o apoio

LUÍS MELO, ARTISTA PLÁSTICO E PROFESSOR DE ARTES O curso de Artes da Escola Secundária de Lousada...

Não se tratou apenas de guerra – a nostalgia dos combatentes em África

LOUSADENSES NO ULTRAMAR (PARTE 2) Nem tudo foi mau, dizem os que tentam perspetivar algo de...

Resistência e Liberdade» obteve 3.º Prémio no Concurso «25 de Abril, um projeto de Liberdade»

Alunos e professores do AE Dr. Mário Fonseca, envolvidos no Projeto «Resistência e Liberdade»,...

Mostra coletiva de artistas revela vitalidade da arte lousadense

NA BIBLIOTECA MUNICIPAL E CAIS CULTURAL DE CAÍDE DE REI A diversidade de estilos e técnicas são...

Uma centena de jovens na Final Regional do Xadrez Escolar do Norte na Escola Secundária de Lousada

A Escola Secundária de Lousada acolheu, no dia 10 de maio, a final da modalidade de xadrez da...

Sacrifício, Liberdade e Memória da Revolução dos Cravos

No ano em que se comemora os cinquenta anos da Revolução dos Cravos importa mergulhar no passado...

Iluminar Lousada – Uma Luz Solidária para a Cooperativa Lousavidas

O Iluminar Lousada vai realizar-se no dia 18 de maio, e as velas solidárias estão já estão à...

Pimenta na censura dos outros, na minha liberdade é refresco

No passado dia 25 de Abril celebraram-se os 50 anos sobre a revolução que derrubou o regime...

Vinhos das Caves do Monte projetam Lousada no mundo

Freitas de Balteiro: O embrião de uma tradição Em 1947, nas terras férteis da freguesia de...

Caixa Agrícola rejeita lista de sócios candidatos a eleições: Lista avança com Providência Cautelar

A Caixa de Crédito Agrícola de Terras do Sousa, Ave, Basto e Tâmega (CCAM TSABT) está envolta em...

Siga-nos nas redes sociais