por | 3 Abr, 2022 | + Literacia, Educação

+ literacia: Editorial AE Lousada

Hoje, mais ainda do que no passado, o exercício e a promoção da leitura, como instrumentos de crescimento pessoal e profissional, são pouco valorizados. Talvez por isso, os jovens vejam as suas práticas, ou a falta delas, serem alvo do olhar preocupado dos adultos.

A inovação tecnológica tem fomentado o decréscimo do número de leitores. Assiste-se, hoje, ao surgimento de novas práticas de leitura e de procura do conhecimento, proporcionadas pelo fácil acesso às tecnologias de Informação e Comunicação e pelas redes sociais, em particular, pelos chats. Há, pois, uma tendência dos jovens para a literacia digital, mas com alguma dificuldade em usufruir destes meios para obter informação útil, precisa e de valor.

Neste contexto, a escola, como meio de transmissão de conhecimento e de desenvolvimento de competências, tem um papel indispensável na literacia de leitura, formando leitores competentes e críticos, que gostem de ler, dentro e fora dela, ao assegurar o acesso fácil aos livros em espaços de leitura acolhedores e elaboração de projetos multidisciplinares neste âmbito, entre outras. 

Fomentar a leitura diária e o gosto pela produção de conteúdo informativo é um bom começo e uma mais-valia para que os alunos não sintam estas atividades como uma obrigação. 

Parabéns ao Jornal “O Louzadense” pela oportunidade que está a dar aos alunos lousadenses de poderem, assim, melhorar a sua literacia e as suas práticas de escrita e de leitura!


Diretor do A.E. Lousada
Filipe Silva

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

“Toda a glória do mundo é transitória”

JORGE NETO, ADVOGADO E POLÍTICO O lousadense Jorge Manuel Ferraz de Freitas Neto, de 67 anos, é um...

Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Celebra 34.º Aniversário com Evento Memorável

A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei comemorou, ontem, o seu 34.º aniversário com uma...

Queixas ambientais morrem num emaranhado de burocracias e “procedimentos duvidosos”

A (DES)ORDEM NO RIO MESIO (PARTE 2) Esta é a segunda parte da reportagem d'O Louzadense sobre um...

AD Lousada não se vai coligar com SAD Lank

FEDERAÇÃO NÃO AUTORIZA O “CASAMENTO” Estava tudo bem encaminhado entre as partes para que a junção...

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

Siga-nos nas redes sociais