por | 15 Abr, 2022 | Espaço Cidadania, Sociedade

João Henrique Fernandes: O cidadão na história das iniciativas

Natural de Silvares – freguesia portuguesa do concelho de Lousada – com 32 anos, João dedica-se fora de pista ao ralicross. De quantas ideias se faz um homem? Válido afirmar-se que se esta interrogação fosse feita ao cidadão lousadense a resposta era intérmina, tal e qual a origem das suas conceções. Recheado de projetos inovadores onde o foco e dedicação são preliminares. JPRally, BTT Dogs, entre outros que se encontram no pensamento prontos para um dia serem colocados em prática. 

Nascido no centro da vila das camélias, porém – nos dias de hoje – reside junto ao Eurocircuito da Costilha na freguesia de Cristelos. Coincidência ou não, após 25 anos, mudou-se para perto do seu coração, na medida em que o desporto automóvel é a sua paixão. 

João em bebé

O amor e estima que nutre pelo concelho que habita é imensurável, acreditando que o João de agora foi moldado a Lousada, à raiz das suas pessoas, às ruas, aos lugares com memória e tradição. Com o maior orgulho, pronuncia que é um verdadeiro cidadão lousadense que se preocupa e intervém nos aspetos da sua querida casa. “Sou uma pessoa interveniente em vários assuntos relacionados com a vila de Lousada”, sustenta. 

Sem descurar as suas origens, frequentou o ensino obrigatório – até ao 12º ano de escolaridade – em Lousada. Com a intenção de prosseguir estudos avançados, ingressou na Universidade Lusíada no Porto para o curso de gestão de empresas. Após a conclusão do secundário, João entrou em Coimbra, onde o espírito académico transborda em todas as calçadas, mas o facto de distanciar-se das suas gêneses não o agradou. 

“O desporto representa muito para mim”, afirma João. Desde que se lembra, realizou várias modalidades de diferentes naturezas. Futebol, ciclismo, hóquei, basquetebol e karatê fazem parte do seu currículo no que diz respeito à prática desportiva. Os seus pais costumavam dizer que o filho tinha de fazer tudo e, muitas vezes, deixava precocemente a atividade que estava. 

Todavia, nunca praticou desporto motorizado – o seu predileto – talvez, conforme o próprio, devido aos custos que o mesmo acarreta. Atualmente, é um amante do exercício físico e desta modalidade em questão. Desporto é sinónimo de liberdade, não abdicando de o fazer pois sente-se bem consigo. 

Neste seguimento, surgiu numa mera brincadeira um projeto de promoção do Ralicross, o JPRally, que devido ao seu progresso se tornou num propósito de vida. Tudo iniciou à conta de uma paragem longa do europeu de ralicross que levou o mundial a vir testar os seus carros ao Eurocircuito da Costilha, em Lousada. Este acontecimento foi uma loucura, independentemente das horas havia sempre pessoas a assistir. 

João trabalhava junto ao mesmo, mas não conseguia sair da sua ocupação para ir ver, motivo que o entristecia. Contudo, fez da tristeza uma ideia. Questionou um colega sobre a possibilidade de assistir não estando presente no recinto, este respondeu prontamente que sim. De imediato, criou uma página na plataforma online – Youtube – e arranjou uma webcam tradicional para que o efeito fosse produzido. 

Após a primeira transmissão, dirigiu-se à pista e colocou o nome JPRally – João Produções – e iniciou a jornada que já dura há 5 anos. O canal de Youtube, preliminarmente, cresceu rapidamente atingindo os 500 gostos de uma maneira frenética. Marca que almejava. O tempo passou, novos recursos surgiram desde livestreams das provas a entrevistas a pilotos, e a evolução foi recorrente. 

A João e Nelson juntou-se Daniel, que acompanhava as transmissões e sugeriu uma melhoria na parte gráfica. E assim foi. Desde então, o crescimento foi extraordinário e – no presente – auferem de uma página de Facebook com mais de 20 mil seguidores. Além disso, no Rally Portugal no ano transato alcançaram mais de 1 milhão de visualizações. 

O JPRally capta alguns momentos fulcrais das provas que acontecem em Lousada. A importância da transmissão vai além da projeção pois – em alguns momentos – estas servem de apoio a tomadas de decisões por parte da organização.  

“Atualmente, após cada prova do campeonato nacional lançamos a revista, RX Magazine”, declara o gestor visivelmente envaidecido por todo o percurso do seu projeto. Esta contém o resumo da prova, entrevistas a membros, entre outras coisas. Além desta novidade, a equipa do JPRally – composta por 3 elementos – realiza podcasts, tendo gerado excelentes visualizações e um bom feedback. 

João durante um podcast do JPRally

Segundo João, o ralicross é a bandeira do concelho de Lousada. E, neste contexto, afirma que o seu sonho é “um dia ser o principal promotor do desporto motorizado em Portugal”, sustentado o seu pensamento de criança. 

Além deste projeto, João trabalha numa empresa de telecomunicações, sendo o atual gestor de produção. “Considero essencial existir um planeamento estratégico dentro de um negócio”, sublinha. Este acredita que muitas empresas não têm sucesso derivado a não existir uma definição de objetivos, assim como, um estudo de mercado. Ao longo da sua vida, não dispensa estas premissas que o encaminham para o sucesso.

Nos seus tempos livres, João gosta de praticar ciclismo. Este gosto traduziu-se, consequentemente, na criação do BTT Dogs – “um grupo de amigos devidamente organizados”.  No ano de 2014, a ideia surgiu do próprio juntamente com mais dois amigos que alinham esta prática ao seu dia-a-dia. 

João num urban race em Guimarães

A par da página de Facebook, possuem um grupo de WhatsApp com cerca de 20 elementos. No começo, o clube teve bastante adesão, uma vez que a novidade cria sempre interesse ao invés da rotina. De entradas e saídas, João considera que o grupo se encontra mais definido e coeso.

Questionado sobre o maior desafio pessoal que tivera – até ao momento – João não hesita em afirmar que foi quando apresentou a lista à Câmara Municipal para organizar as festas de Lousada.

Caracterizado por ser uma pessoa dedicada, interventiva e focada fez, durante muitos anos, parte de várias comissões. Aliciado a candidatar-se a presidente das “grandiosas”, aceitou porque sempre foi um dos seus objetivos. No entanto, a escolha da lista encaminhou-se para caminhos mais cinzentos e alienados daquilo que o gestor pretendia. 

Na sequência, João decidiu retirar a candidatura. A desilusão tomou conta do mesmo, bem como, dos elementos que pertenciam à lista – caracterizada pela sua jovialidade. Todavia, o sentimento que outrora sentira não fez com que, nos dias de hoje, não afirmasse que continua com o desejo de realizar as festas. 

“Gostava de ser presidente da câmara ou presidente de junta”, conclui João que em todos os momentos conta com o apoio incansável dos dois amores da sua vida – a mulher, Vânia, e a filha de 17 meses, Clarinha. 

A vida de João, a mulher e filha

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais