por | 16 Out, 2022 | Louzadenses Lá Fora

Gabriel Lopes: “Na Holanda há mais apoio para os músicos…”

A tuba é um instrumento grande, que em tempos era tocado por músicos de grande porte, mas hoje em dia essa imagem está apagada, pois há músicos de baixo peso a tocar este grande instrumento. É o caso de Gabriel Lopes, tubista da Banda Musical de Lousada, do Bando das Gaitas e outros agrupamentos e projetos musicais. É natural de Barrosas, mas grande parte da sua vida, sobretudo escolar e musical centrou-se na Vila de Lousada, de onde partiu para fazer estudos mais avançados na Holanda.

“Comecei a minha formação em Lousada, até ao quinto grau do ensino musical, com o maestro Romeu Silva, que também é tubista e é como um segundo pai para mim, pois tem muita importância no meu percurso. Hoje em dia estou na Holanda, a estudar com o notável professor Perry Hoogendijk, do Conservatório de Música de Amesterdão, mas também não posso esquecer como importante referência no meu percurso o conceituadíssimo professor Sérgio Carolino, que me deu aulas quando fiz a licenciatura na ESMAE – Escola Superior de Música e das Artes do espetáculo, do Porto”, afirma Gabriel.

Para este jovem, estudar no estrangeiro aconteceu inesperadamente porque “eu não fazia questão de ir estudar e aperfeiçoar os meus conhecimentos musicais fora de Portugal, mas tive essa oportunidade e estou a aproveitar porque infelizmente Portugal não tem as opções que a Holanda dá para os músicos e para a cultura em geral”, declara.

O futuro não é muito otimista em Portugal, porque, uma vez mais sublinho, eu não fazia questão de sair de Portugal, mas infelizmente os músicos do nosso país não têm oportunidades de carreira profissionais, não têm trabalho, essa é cada vez mais uma realidade triste, enquanto que na Holanda há muito trabalho e muitas oportunidades”.

“Estou entusiasmado com a possibilidade de poder integrar bandas de grande renome europeu e mundial, seja na Holanda, na Áustria, na Alemanha, onde quer que seja, mas em Portugal não me parece que isso seja possível porque simplesmente as oportunidades são escassas ou nulas”, repete o jovem músico, que confessa ter pena por isso pois adora a sua localidade e o seu país.

“O nível dos músicos portugueses é excelente, basta ver os prémios que os músicos portugueses ganham, mas aqui na Holanda é outro nível, muito mais exigente a todos os níveis, desde os professores ao staff da escola”, acrescenta Gabriel Lopes.

Falando do futuro, “o principal sonho que tenho é fazer parte numa orquestra sinfónica, tocando tuba, o que é ainda mais difícil pois este é um só exemplar numa orquestra desse género; mas também tenho nos planos dar aulas, pois gosto muito de ensinar música a crianças”, refere o intérprete.

Entretanto, sempre que possível faz parte da Banda Musical de Lousada e dos Goose (grupo do Porto), assim como do Bando das Gaitas (Lousada) onde foi um dos membros fundadores: “tenho um carinho muito especial por este projeto onde estou há 10 anos e que eu quero muito ver crescer e ter os maiores sucessos”, conclui.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Já começaram as movimentações para formar a Comissão de Festas

Romaria da Senhora Aparecida O artigo da anterior edição do nosso jornal, sobre a ausência de...

Editorial 115 | Silêncio

A 26 de fevereiro de 1954 nascia Mário Fernando Ribeiro Pacheco Fonseca, figura incontornável da...

Direção ameaça entregar chaves do clube se não houver acordo com autarquia

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE LOUSADA A ADL está em modo de «gestão a prazo», pois a atual Direção já...

Lousada recebeu entrega de prémios da AT Porto

Retomou-se, no passado dia 3 de Fevereiro, a habitual cerimónia de entrega de prémios da...

Peça de teatro promove a sensibilização e prevenção rodoviária nos mais novos

A nova edição da campanha de sensibilização, que transforma as crianças em agentes de segurança e...

Jantar-Comício do Partido CHEGA traz André Ventura a Lousada

O Presidente do Partido CHEGA, André Ventura, marcará presença no jantar oficial de campanha do...

Santuário de São Gonçalo de Lustosa

Lustosa é uma parcela do concelho de Louzada que gosto de percorrer e apreciar, mormente a...

Professor de artes é “artista de horas livres”

Joaquim Alexandre Ribeiro: A moldar lousadenses pela arte O professor Joaquim Alexandre Nunes...

Amanhã virás Sol, amanhã virás

ABRIL LOUZADENSE (IX) Um dos maiores vultos portugueses da luta contra a ditadura foi o...

O verdadeiro voto útil e a matemática do “Chega” para lá

Dúvidas ainda houvesse sobre a importância do projecto da Aliança Democrática (AD) e da...

Siga-nos nas redes sociais