Casa do Outeiro

Quem chega ao centro da Vila de Lousada e ruma a Felgueiras, percorre pouco mais de mil metros e vira direita, em direção a Nogueira. Anda pouco mais de cinquenta metros, toma novamente a direita e em poucos minutos encontra a casa do Outeiro. Depara-se com a capela de S. Francisco adossada à fachada Oeste e à esquerda o portal de acesso ao largo terreiro da casa. A entrada faz-se por este portal, do séc. XVI, de granito, em que a técnica utilizada foi a de silharia, de fiadas regulares. O portão é de madeira, com moldura de granito, em cantaria, e termina com um frontão encimado por dois pináculos pontiagudos.

Na genealogia desta casa, recordamos Casimiro de Castro Neves, bacharel e doutor em direito pela Universidade de Coimbra, onde lecionou a cadeira de Direito Público Universal nos anos de 1848 e 1849, redator dos jornais: «A Pátria», «O Portugal» e «A Nação», foi ainda fundador do Club Portuense, tendo ocupado em Lousada a presidência da Câmara, nos anos de 1846 a 1847, 1859 a 1861 e 1862 a 1863. Era filho do Capitão António João de Castro e Araújo, e neto de Bernardo José de Castro Freire de Meireles, senhor desta casa, em 1768, e Depositário do Cofre dos Órfãos do Concelho de Unhão, no ano de 17791, e sobrinho de Frei José de Sam Joaquim de Castro Freire de Meireles, o último Abade do Mosteiro de Bustelo.

Trata-se de uma casa que sofreu acrescentos, e se olharmos para a sua planta verificamos que a primitiva construção se situava na zona do pátio interior, a Norte. A capela foi mandada edificar, separada da casa, em 1768, por Bernardo José de Castro Freire de Meireles; a fachada Sul foi erguida por Frei José de Sam Joaquim de Castro Freire de Meireles2 nas primeiras décadas do século XIX. No segundo decénio da centúria de novecentos3 foi construída a fachada Este e a torre adossada à fachada Sul, no seu topo esquerdo, constituindo, assim, a atual fachada principal, ligando a fachada Este à capela de S. Francisco.4 Data desta época, portanto, a configuração em L.

Arquitetonicamente é uma casa de planta em L com capela adossada à esquerda da fachada Oeste, torre ao centro da fachada Sul, e pátio interior a Norte. 

A fachada principal, virada a Sul, apresenta no rés-do-chão, duas janelas de peitoril, quatro portas molduradas e uma porta de cocheira, três aberturas retangulares gradeadas, uma abertura na vertical e uma portada; ao centro, uma escadaria de quatro lanços e dois braços, sendo os primeiros degraus semicirculares. No andar nobre, um portal moldurado com lintel curvilíneo e chave ao centro, é coroado por um frontão e duas janelas de sacada, uma à esquerda e outra à direita, que por sua vez são ladeadas, cada uma, por duas janelas de peitoril. Na torre, existem duas janelas de peitoril e a pedra de armas de S. Francisco.

Casa do Outeiro – Fachada Sul e Este. Pormenor da capela.  Fonte: FREITAS, Eugéneo de Andrea da Cunha e – Carvalhos de Basto. A descendência de Martim Pires Carvalho, Cavaleiro de Basto. Porto: Edição Carvalho de Basto, vol. III, 1982, p. 281.

A fachada principal, virada a Este (interior), no rés-do-chão, ostenta três portas e duas janelas de peitoril, com grade à espanhola (Grade de ferro artisticamente trabalhado, em forma de cesto, anteposta às janelas no Renascimento. Também denominada por papo de rola.); no primeiro andar, vêem-se três janelas de peitoril e duas janelas de sacada molduradas.

Na fachada Este (exterior), da casa, na ala construída nas primeiras décadas do século XIX, no rés-do-chão, há duas janelas molduradas com lintel curvilíneo, enquanto as fachadas Oeste e Sul, exibem janelas de peitoris, também molduradas e com lintéis curvilíneos.

A fachada Este, da primitiva construção, é rasgada, no rés-do-chão, por uma portada moldurada com chave ao centro; e esta é ladeada por seis janelas molduradas, com grade à espanhola, apresentando no primeiro andar duas janelas de sacada molduradas, flanqueadas por quatro janelas de peitoril (1 janela de sacada/2 janelas de peitoril; 1 janela de sacada/2 janelas de peitoril), também molduradas. 

     Casa e Capela do Outeiro – Fachada Oeste.

A capela de S. Francisco está adossada à fachada Este, no topo esquerdo; na fachada principal, virada a Oeste, apresenta uma portada moldurada com frontão interrompido; ao centro da empena, patenteia um óculo em forma de quadrifólio, e a empena é coroada por uma cruz octogonal, sendo as pilastras coroadas por pirâmides quadrangulares. Nas fachadas Norte e Sul, há pequenas janelas molduradas e gradeadas, e existem vários painéis de azulejos com as imagens de S. Francisco, nas fachadas Sul, Norte e Este. Na fachada Este, ao centro, vê-se uma edícula também com a imagem de S. Francisco, que sobrepuja um ornato retangular, moldurado, com a seguinte inscrição: “PAY ET BONUM”. A empena é encimada por uma cruz latina. 

________________________________

1 – “Não há duvida que o suplicante Bernardo Joze de Castro he depositario do Cofre dos orfaons deste concelho a mais de tres annos por elleição da camera, he o que consta dos libros. O Escrivão Joaõ Esteves da Silva, Escrivaõ da Camera.” A. M. F. – Livro de registo dos actos da correição da câmara do concelho de Unhão, 1779, fl. 52.

2 – A. D. P., Secção Notarial, Po-1, 1ª série, Livro n.º 32, 1768, fl. 25. Cf. A. D. B. – Registo Geral, Livro n.º 188, 1768, fl.295.

3 – Segundo o Senhor desta Casa, Carlos da Costa Lima de Sousa Guedes.

4 – A.D.P., Secção Notarial, Po -1,1ª série, Livro nº 32, 1768, fl. 25, Cf. A.D.B., Registo Geral, Livro nº188, 1768, fl. 295.

Obras consultadas e seus autores:

 – SOUSA, D. Gonçalo de Vasconcelos e FERREIRA, Damião Vellozo – Os Fundadores do Club Portuense e a sua Descendência, vol. II, Porto: Lello & Irmãos-Artes Gráficas, 1995, p. 125.

 Presidentes da Câmara Municipal de Lousada Desde 1838 até 1900, p. 44

– KOCH, Wilfried – Dicionário dos Estilos Arquitetónicos, Edição Martins Fontes, São Paulo: 2001, p. 155. 

– TEIXEIRA, Luís Manuel – Dicionário Ilustrado de Belas-Artes, Lisboa: Editorial Presença, 1985; p. 174.

– OLIVEIRA, Rosa Maria – o. c. p. 117.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

À Maneira de Andreia Moreira

A paralisia cerebral foi-lhe diagnosticada. Vinte e oito anos depois, Andreia Moreira, é psicóloga...

Pedido de desculpa: Marcos Ferreira

O meu nome é Marcos Rafael Sousa Ferreira, sou Lousadense, casado, pai de uma criança com 16 meses...

Nota de Imprensa: Recandidatura de Ana Leal Moreira à Presidência da JSD Lousada

“Passado, Presente, Lousada.” Sou recandidata à Presidência da JSD Lousada. A maior e melhor...

Custou mais de 700 mil euros e divide opiniões: Central de Autocarros está encerrada

Está encerrada a construção de um dos empreendimentos mais falados da atualidade, a Central de...

Luís Machado: O cantor popular

Luís Paulo da Silva Machado Pacheco, com 51 anos, nasceu e cresceu em Pias. Desde cedo, começou a...

O 6º aniversário do Moto Clube Senhora Aparecida 

O Presidente, Pedro Rodrigues, e o Presidente da Assembleia, João Carvalho concederam  uma...

Falecimento de Paulo Afonso da Cunha (Carvalheiras)

Faleceu hoje, com 93 anos, antigo vereador da Câmara Municipal de Lousada, fundador da Associação...

Um dos serviços mais antigos de Lousada: Táxis vivem tempos de incerteza

A praça de táxis lousadense é composta por 11 automóveis, divididos por dois locais: cinco na Rua...

Masters da Associação Desportiva de Lousada:  Os Campeões de Série

Antero Correia, o diretor dos Masters, Pedro Leal, o treinador dos Masters e Hélder Nunes, o...

Editorial da edição 89º de 19 de janeiro de 2023

Lousada, terra amada! O jornal O Louzadense é, já, património da história local. A maturidade...

Siga-nos nas redes sociais