por | 7 Dez, 2022 | Cultura

Biblioteca Municipal de Lousada

A Biblioteca Municipal de Lousada, na qualidade de biblioteca pública, assume o compromisso de promover o conhecimento sobre a herança cultural, de apoiar a tradição e de assegurar o acesso dos cidadãos lousadenses a todos os tipos de informação. Esta funciona num edifício do início do século XX e, por esse motivo, mistura a tradição com a modernidade. Saiba mais sobre esta entidade e as suas respetivas valências.

A Biblioteca Municipal de Lousada funcionou em vários locais provisórios, uma vez que, o sonho sempre passou por ter um espaço próprio que a acolhesse com toda a dignidade e também que abraçasse todas as suas valências. Estas já eram muitas, porém, nos dias de hoje são cada vez mais.

Nesta lógica, foi reaproveitado um edifício icónico situado no centro da vila: a antiga Escola Primária. A fachada foi recuperada mas mantida, logo, quem olha para a mesma vê uma construção singular do início do século XX, onde está marcado a diferença de gênero.

Adelaide Pacheco, Coordenadora da Biblioteca Municipal de Lousada, refere que a ideia de recuperá-lo faz todo o sentido, porque é na escola que se encontram os livros e os alunos. Ademais, é nesta que os discentes aprendem o ato de ler e o ato de folhear o livro. Na antiga Escola Primária, a moderna Biblioteca encontra-se ao dispor de toda a comunidade de forma gratuita.

A Biblioteca Municipal foi inaugurada em 2003, completando no próximo ano 20 anos de existência. É um local com muita luz natural, procurada  por todas as faixas etárias e várias entidades. Conforme a coordenadora, é uma mistura de tradição com modernidade.

Nesta incorporam-se 4 grandes salas abertas à população: uma sala de adultos, a sala “José Dias”; uma sala infantojuvenil, com o nome “Mello Lapa”; uma sala de exposições; e um auditório. Além do mais, desde 2020, o Núcleo de Imprensa de Lousada encontra-se instalado no edifício.

O nome destas pessoas foi atribuído às salas, por terem cedido o seu fundo documental e espólio à biblioteca. Por exemplo, na sala de adultos, está marcado o lugar de carteira do antigo aluno da escola primária José Dias. Esta sala possui uma parte de multimédia, equipada com 3 computadores ligados à internet, e também vários fundos documentais: fundo local, todos os livros temáticos, da categoria 0 à 9, sendo que a categoria 8, se refere à literatura, propriamente dita.

Sala José Dias

A sala infantojuvenil é destinada até à faixa etária dos 18 anos e, nesta, as crianças e jovens têm um grande manancial. Contudo, não é restrita aos mais velhos que vêem na mesma um sítio atrativo e colorido para passar algum tempo de qualidade. A biblioteca desenvolve várias atividades por solicitação das escolas e também por iniciativa própria, sobretudo, nas pausas letivas: oficinas de culinária e artes plásticas; cinema; atividades de leitura; entre outras. Os pais podem inscrever os filhos através do site do Município de Lousada.

Sala Mello Lapa

A sala de exposição e o auditório estão completamente virados para a comunidade e encontram- se no 1º andar. Esta primeira, respetivamente, é extremamente grande e abarca todo o género de exposições que a biblioteca considera que vão de encontro ao que os lousadenses gostam.

Sala de exposições

O auditório consegue ter 100 pessoas sentadas e está equipado com tela, computador e projetor e sistema de som. O espaço é cedido mediante solicitação e, após aferir do assunto, os responsáveis decidem se o mesmo é relevante para a população e dispensa-o para que tudo corra dentro da normalidade.

Posto isto, a Biblioteca coloca-se ao dispor através destas salas e está preparada e virada para quem a visita.

O concurso literário, Ler Lousada, é um dos projetos mais importantes implementados pela biblioteca. Este já teve 6 edições e está dentro de um plano mais amplo designado: Plano Municipal de Leitura e Ambiente. O seu surgimento deveu-se ao facto de o município achar interessante e importante apostar, desde cedo, na leitura e gosto pelos livros, muito específicos e particulares.

Os livros deste plano são escritos por autores nacionais reconhecidos, convidados a escrever uma história sobre Lousada. De ressalvar que de 3 em 3 anos estes mudam e novos são redigidos. Os alunos recebem o livro e, ao lê-lo, identificam-se com ele, por tratarem de assuntos de Lousada, ou seja, sentem que a leitura não é vazia.

O concurso recompensa os melhores textos relacionados com os livros. No 1º ciclo, os prémios, de 750, 500 e 250 euros (1º, 2º e 3º prémio respetivamente) revertem, inteiramente, para a Biblioteca Escolar. Nos 6º, 9º e 12º anos, o 1º prémio é de 750 euros, sendo que 500 euros são disponibilizados à Biblioteca da escola que o aluno frequenta e o restante valor vai para o mesmo. O 2º prémio é de 500 euros (350 euros para a BE e 150 euros para o aluno) e o 3º prémio de 250 euros (150 euros para a BE e 100 euros para o aluno).

O prémio é dado em livros e é da inteira responsabilidade da escola e dos alunos a escolha dos mesmos, ou seja, a Câmara Municipal de Lousada faz a ligação entre o que as entidades necessitam e desejam para proceder à compra. Sem dúvida, é um concurso que liga a escrita, a leitura e a educação ambiental.

Quanto às perspetivas de futuro, a coordenadora confessa que, depois da pandemia, o futuro é visto de outra forma. Assim sendo, os projetos são muito bem pensados e acontecem no imediato.

O concurso literário, Ler Lousada, irá continuar, o mês municipal de leitura que acontece em março irá, também, continuar e será melhorado. Este é um grande projeto, na medida em que funciona como agregador de atividades que são levadas a cabo em todos os agrupamentos.

A Biblioteca Municipal de Lousada pertence à Rede Intermunicipal de Bibliotecas do Tâmega e Sousa, que trará inúmeras novidades para 2023. As Jornadas da Rede de Bibliotecas de Lousada serão retornadas no próximo ano e também será feita uma grande aposta no 20º aniversário da Biblioteca Municipal de Lousada. No fundo, enriquecer, fazer mais e melhor, em rede, é o grande propósito desta entidade.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Portistas comentam eleições no FC do Porto

MAIORIA DEFENDE MUDANÇAS Nem só os partidos políticos estão em campanha eleitoral. Também o...

Bombos femininos crescem em Lousada

AS “BOMBÁSTICAS DE AVELEDA” No final do desfile do Carnaval de Lousada, todas aprumadas na...

“Câmara recusou sistema de rega inovador” (DR)

Ao abrigo do disposto nos artigos 24.º e 25.º da Lei da Imprensa, aprovada pela Lei n.º 2/99, de...

70.º aniversário do nascimento de um Grande Louzadense

MÁRIO FERNANDO RIBEIRO PACHECO FONSECA (1954-2012) «Gosto tanto de Lousada, que nela gosto de tudo...

Skaters queixam-se de perseguição da polícia Municipal para deixarem a “mítica” Praça do Bispo

FAMA DO LOCAL ONDE NASCEU O SKATE LOUSADENSE JÁ CHEGOU AO ESTRANGEIRO O fenómeno do skate...

Já começaram as movimentações para formar a Comissão de Festas

Romaria da Senhora Aparecida O artigo da anterior edição do nosso jornal, sobre a ausência de...

Editorial 115 | Silêncio

A 26 de fevereiro de 1954 nascia Mário Fernando Ribeiro Pacheco Fonseca, figura incontornável da...

Direção ameaça entregar chaves do clube se não houver acordo com autarquia

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE LOUSADA A ADL está em modo de «gestão a prazo», pois a atual Direção já...

Lousada recebeu entrega de prémios da AT Porto

Retomou-se, no passado dia 3 de Fevereiro, a habitual cerimónia de entrega de prémios da...

Peça de teatro promove a sensibilização e prevenção rodoviária nos mais novos

A nova edição da campanha de sensibilização, que transforma as crianças em agentes de segurança e...

Siga-nos nas redes sociais