por | 22 Fev, 2023 | Associativismo, Sociedade

Associação LSD BOOKINGS 

Inferno das Febras e Sala de Ensaios geram grandes expectativas

O festival de música dos vários subgeneros rock INFERNO DAS FEBRAS foi um dos principais eventos culturais de 2022, com uma organização arrojada e bem conseguida da associação LSD Bookings. Formada por jovens músicos, esta coletividade está a elevar as expectativas para o novo ano, onde se espera uma edição do festival ainda melhor e o arranque (finalmente) de um projeto apoiado pela Câmara: a sala de ensaios.

Em declarações a O Louzadense, o dirigente associativo e músico Carlos Sousa “Cafi”, começou por contar que “a nossa associação teve um impulso e contributo de Nuno Almeida quando, há alguns anos, agarrou em meia dúzia de putos que ouviam música no Café Paládio, e lhes ensinou muito sobre música rock, desde o que é tocar em banda, organizar um concerto e um festival, etc., e eu tive a sorte de ser um desses putos”.

A associação LSD BOOKINGS tem-se destacado na organização de eventos musicais, sendo o Inferno das Febras o seu ponto alto. 

Ainda não é oficial mas sabemos que este acontecimento anual poderá mudar de local.

Apesar de ter sido bastante elogiado, o Inferno das Febras de 2022 provocou queixas de vários moradores das urbanizações próximas do local do evento, em Boim. “Por causa disso vamos mudar de local”, admite Carlos Sousa, diretor da LSD BOOKINGS, que ainda não tem garantia da nova casa do Inferno das Febras.

“Este ano foi o melhor de todos em termos de público, de cartaz e de organização e ainda deu lucro, para a próxima edição”, afirma o dirigente da LSD BOOKINGS, que destaca também a ausência de conflitos ou distúrbios, que por vezes acontecem em outros eventos locais. “Tivemos cerca de 600 presenças na sexta e outras tantas no sábado e correu tudo muito bem no que se refere ao comportamento”, enfatizou o nosso entrevistado. 

A maior parte dos espetadores veio de fora, mas a presença de público de Lousada tem aumentado. Sobre o interesse da juventude local neste tipo de evento Carlos Sousa entende que “muitos jovens de Lousada que gostam deste tipo de música estão a viver fora daqui e não têm conhecimento deste festival, mas ainda assim temos vindo a notar um aumento de público lousadense, que este ano já andou à volta dos 25% ou 35% e queremos aumentar na próxima edição”.

O representante da entidade organizadora reconhece que “a fasquia está alta, pois o sucesso do evento faz-nos desejar fazer ainda melhor e o próprio público também espera mais do Inferno de 2023. À partida para cada edição dizemos que queremos que seja a melhor de sempre”.

Sala de ensaios e estúdio de gravação

O projeto vencedor do Orçamento Participativo Jovem de 2017 consistiu na construção de uma sala de ensaios que pudesse ser utilizada pelas bandas e músicos locais. O projeto foi sucessivamente adiado até que parece que está em vias de ser concretizado e vai localizar-se junto ao parque urbano de Lousada. As obras estão a decorrer e a abertura deverá ocorrer nos primeiros meses de 2023. Afirmam que, numa fase inicial, vão dar o seu contributo para que a sala funcione da melhor maneira.

“É natural que, pelo menos na fase de arranque da sala de Ensaios estaremos por lá como braço direito, ajudando a desenvolver aquilo como uma fábrica cultural ou um pólo de produção não só virado para a música, mas para a cultura em geral, onde outras artes, como o teatro, por exemplo possam também ter espaço”, sublinha Cafi.

“Este espaço é a concretização de um sonho e uma necessidade, pois sentíamos que havia em Lousada bandas que precisavam de um sítio para ensaiar, coisa que nem sempre é fácil de encontrar, além de que uma sala de ensaios pública permite encontros e cruzamento de projetos e com isso a arte só tem a ganhar”, declara o dirigente e músico.

“Em Lousada há boas bandas e bons músicos que vão aproveitar a sala de ensaios, que também serve para gravações”, acrescentou. 

O núcleo duro da direção da LSD BOOKINGS é composto por Carlos Sousa Cafi, Nuno Henriques, Pedro e Leandro Tavares. Além do referido festival, do seu currículo faz parte a criação do projeto coletivo CRAV, sobre a direção musical do músico Ernesto Gonçalves que juntou mais de duas dezenas de músicos lousadenses no Festival da Juventude de 2017.

Em 2019, para comemorar os 54 anos da Revolução de 1974, a associação organizou o Libertarium, em Boim, onde a coletividade montou, numas instalações cedidas pela União Recreativa e Cultural daquela freguesia. Nesse evento subiram ao palco além dos Atrofio, os Duck, Sun Mammuth e Sultura. No mesmo ano organizaram o concerto Xmas Fest, que seria o último evento antes da pandemia.

Quando a sociedade e as instituições governantes retiraram restrições à organização de eventos, a LSD BOOKINGS volta a ganhar fôlego com mais eventos e é de esperar organização de concertos em bares e afins.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

A  memória e a literatura

Há uns tempos e a propósito de um Colóquio Internacional em que participei na Sorbonne, em Paris,...

“Fecharam-nos muitas portas, mas temos tudo controlado”

COMISSÃO DE FESTAS DO SENHOR DOS AFLITOS 2024 Em janeiro deste ano, Paulo Magalhães, Daniel Pires...

Cartaz de arromba nas festas de Lustosa

SÃO TIAGO É COMEMORADO DE 25 A 28 DESTE MÊS A comissão de festas de Lustosa é formada por mais de...

Festas Grandes em honra do Senhor dos Aflitos

A Vila já está iluminada lembrando as Festas Grandes, que têm um dos grandes momentos na...

Lousada no pódio europeu de árvores plantadas em Portugal

O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional, ao abrigo da iniciativa europeia da...

Votações para o OPJ até dia 8 de agosto

Até dia 8 de agosto estão em votação as 12 propostas apresentadas no âmbito do Orçamento...

Ações de sensibilização com a Liga Portuguesa Contra o Cancro

O Município de Lousada associou-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte,...

NÍVEL ELEVADO NO SUPERCROSS EM LUSTOSA

As grandes emoções do Supercross estiveram em Lustosa (Lousada), numa noite memorável. A pista do...

Quarteto Metralha animam festas e romarias

LOUSADA TEM CADA VEZ MAIS GRUPOS DE BOMBOS Os bombos são uma tradição bem portuguesa e em Lousada...

Verónica Parente apresenta a exposição “Horizontes de Cores” no Cais Cultural de Caíde de Rei

O Cais Cultural de Caíde de Rei acolherá a exposição "Horizontes de Cores", da artista Verónica...

Siga-nos nas redes sociais