Luciana Sequeira e os encantos da Noruega

Primeiro como estagiária de educação de infância e depois em colaboração com o marido na própria empresa de construção civil, Luciana Sequeira, de 23 anos, criou fortes ligações à Noruega, de cujo país se diz encantada. O único senão é o frio e a duração do Inverno.

“Foram alguns anos cheios de histórias, mas um dos anos mais marcantes foi quando estive a trabalhar como educadora de infância, na cidade de Kongsberg e começou a guerra na Síria. Como também falava um pouco de árabe fiz parte da adaptação e integração de crianças refugiadas que acabavam de chegar da guerra. O Estado Norueguês faz um trabalho social incrível.” refere Luciana Sequeira.

Entretanto a empresa familiar de construção expandiu-se para aquele país. “Temos levado muitos portugueses para trabalhar na Noruega e presentemente estamos a viver em Lousada, mas estamos em modo de teletrabalho e o meu marido viaja para lá várias vezes pois continuamos muito ligados à Noruega”, narra esta jovem sobre a sua primeira experiência internacional.

“Sempre tive muito interesse pela cultura, ensino e políticas na Noruega. Estava na faculdade e queria fazer um ano de intercâmbio com outro país ou um ano de pausa para viajar. Foi aí que juntamente com o meu namorado, escolhemos a Noruega. Eu queria trabalhar e criar um protocolo de Erasmus entre a minha Universidade (Aveiro) e uma Universidade Norueguesa. No entanto, a língua foi o primeiro entrave, e tive que aprender Norueguês. Os planos mudaram depois de estar lá, mas correu tudo muito melhor do que podia ter imaginado naquela altura”, revela Luciana.

Olhando para os aspetos positivos daquele país, a lousadense afirma que o que mais gostou ”foi da cultura, das pessoas que conheci e de ter trabalhado na área do ensino. As pessoas têm uma mente muito aberta, valorizam muito o tempo em contacto com a natureza e com a família e tem muita ética no trabalho. Vivi sempre em ambientes multiculturais, tive a oportunidade de conhecer pessoas de todo o mundo e guardo amigos de diferentes culturas. Além disso, é um país lindíssimo pelos fiordes e a aurora boreal, por exemplo. Vale a pena conhecer e explorar a Noruega”, exclama com satisfação.

Do que menos gostou “foi da falta de sol, onde o Inverno além de muito longo, tem poucas horas de dia, e maioritariamente é noite”.

Quem está longe da sua terra e das suas gentes “sente falta e saudades e nunca faltei às festas de Lousada”, declara Luciana.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Piscinas sobrelotadas: expandir ou construir?

EMPREENDIMENTO AQUÁTICO TEM 27 ANOS As piscinas de Lousada foram inauguradas em 1997, numa altura...

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

Siga-nos nas redes sociais