A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias – III

Planta (2ª parte): tipo quadrangular.

A planta do tipo quadrangular é muito frequente no concelho de Lousada. Doze são as casas que a exibem: Alentém, Bouça, Juste, Lama, Real, Ribeiro, Ronfe, Renda, Quintã, Seara, Valmesio, Vila Verde. De referir que é a casa quadrangular com capela adossada/integrada ao topo da fachada direita ou esquerda o tipo de casa nobre mais frequente no concelho de Lousada que «se desenvolve durante o século de Setecentos»1 e na qual se coloca um cuidado particular na «organização das fachadas, que se desenvolvem num plano único e horizontalmente.»2

Casa de Vila Verde. Desenho de Carolina Ribeiro.

A primeira casa foi objeto de um programa de restauro no final do século XIX, como já foi mencionado e que lhe deu, provavelmente a atual configuração. A fachada Este foi adossada à capela. Redundou numa planta do tipo quadrangular, com capela no topo direito da fachada Este.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Escala: 1: 2 000. Pormenor. Ano: 2005
https://www.google.com/maps/place/Casa+de+Alent%

Na primitiva edificação, da Bouça, foram feitas sucessivas adições, em épocas diferentes. Em meados do mesmo século XIX a fachada Oeste é edificada e adossada à capela, sendo a torre erigida no século XX. É uma casa quadrangular com capela adossada/integrada no extremo Oeste e torre a Norte.

A terceira casa exibe um pátio exterior. A fachada Norte, no topo esquerdo, foi adossada à capela, originando um ângulo de noventa graus. É considerada, por Carlos Azevedo, uma casa de «planta muito simples, quadrangular,»3 com capela adossada à fachada Norte, formando um ângulo de noventa graus.

Casa de Juste, 2005 (Sem a mansarda, que lhe foi retirada no restauro de 1989.) Arquivo
Particular de José Carlos Silva.

Com capela adossada ao topo esquerdo da fachada principal, a casa da Lama exibe uma planta do tipo quadrangular.

Na casa da Quintã, a fachada principal foi adossada à capela. Ostenta a configuração de casa com planta do tipo quadrangular, com capela adossada no topo direito da fachada Este.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Pormenor.  Escala: 1/2000. Ano: 2005.
Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Pormenor.  Escala: 1/2000. Ano: 2005.

Em 1758 a casa de Real é «construída.» A capela aparece integrada na fachada principal, no topo esquerdo, e apresenta pátio interior. Desta forma, é uma casa quadrangular com capela integrada no topo esquerdo da fachada Oeste, e pátio interior.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Escala:1: 2000.  Pormenor. Ano: 2005.
Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Escala:1: 2000.  Pormenor. Ano: 2005.

A casa do Ribeiro, tal como as casas da Lama e de Real, apresenta a capela no topo esquerdo da fachada principal. A torre aparece, à direita do torreão, na continuidade da fachada Sul. É uma casa quadrangular com capela adossada à fachada Sul e torre.

Apesar de terem existido obras de restauro, estas não retiraram a configuração tipológica que a casa da Renda apresenta. Portanto, é uma casa com planta do tipo quadrangular.

A casa de Ronfe apresenta um pátio interior, e em data indefinida a fachada Oeste foi adossada à torre. Por isso, é uma casa com planta do tipo quadrangular, com torre adossada no topo esquerdo da fachada Oeste e pátio interior.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica. Escala: 1: 2 000. 
Pormenor. Ano: 2005.
Casa de Ronfe – A. C. R. [s/ d]. 

Em ruínas, e com a capela destacada e alinhada com a fachada principal, à esquerda, surge de seguida a casa da Seara. Trata-se de um bloco monolítico com uma planta do tipo quadrangular.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica Escala: 1: 2 000.  Pormenor. Ano: 2005.
Fonte: C. M. L. Planta Topográfica Escala: 1: 2 000.  Pormenor. Ano: 2005.

Em meados da centúria de oitocentos, a capela de Santa Ana foi integrada na casa de Valmesio. Apresenta uma planta do tipo quadrangular e capela integrada no extremo esquerdo da fachada Oeste.

A casa de Vila Verde, tal como todas as outras casas nobres lousadenses, foi objeto de acrescentos, ao longo dos tempos. O corpo central é quadrangular e a capela encontra-se destacada do conjunto edificado. Configura-se, assim, uma casa com planta do tipo quadrangular e capela destacada.

Fonte: C. M. L. Planta Topográfica Escala: 1: 2 000.  Pormenor. Ano: 2005.

_______________________________

1 – AZEVEDO, Carlos de – o. c., p. 81.

2 – AZEVEDO, Carlos de – o. c., p. 81.

3 – AZEVEDO, Carlos de – o. c., p. 81.

Obras consultadas:

– AZEVEDO, Carlos de — Solares Portugueses Introdução ao Estudo da Casa Nobre. Livros Horizonte. Lisboa. (1969).

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Conseguir um espaço próprio é objetivo

ACADEMIA DE GINÁSTICA DE LOUSADA A ginástica em Lousada tem na professora Paula Oliveira uma...

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Siga-nos nas redes sociais