Confraria do Bazulaque – Iguaria tradicional levada a todo o país

Paulo Mendes, de 48 anos, natural de Meinedo, é Mestre Cerimonial da Confraria do Bazulaque de Magneto, criada há dois anos, para promover a iguaria. Nesta entrevista, fique a conhecer melhor esta confraria.

Como surgiu a confraria do Confraria do Bazulaque de Magneto?

A confraria surgiu no seio de um grupo de amigos, adeptos de bazulaque, para valorizar e divulgar a cultura gastronómica de Meinedo. E ainda preservar o prato tão apreciado em Meinedo, o Bazulaque.

Quais foram as principais etapas da sua história?

A Confraria foi fundada há 2 anos, tendo a mesmo realizado 2 mostras de bazulaque. A primeira apresentação, no início de 2018, decorreu nas instalações do Rancho “As Lavradeiras do Vale do Sousa”, onde cerca de 50 amigos, adeptos deste prato típico, degustaram esta especialidade.
A II Mostra da Confraria do Bazulaque de Magneto ocorreu em abril de2018, nas instalações da ADASM – Associação de Desenvolvimento e Apoio Social de Meinedo, com a Apresentação do traje e respetivo escapulário. O evento contou com cerca de sessenta pessoas, entre as quais a Dra. Cristina Moreira (Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lousada e responsável pelo Turismo), Pedro Moreira (Presidente da Junta de Freguesia de Meinedo) e Padre André Aguiar.

No dia 21 de julho de 2018, realizou-se o I Capítulo de Entronização da Confraria, primeiro grande evento a nível Confrádico, que contou com a presença da Federação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas, as Confrarias Madrinhas, sendo elas a Confraria do Presunto e da Cebola do Vale de Sousa e a Confraria do Anho Assado e Arroz de Forno do Marco de Canaveses, e ainda com 13 outras confrarias.

No dia 20 de julho de 2019, celebrou-se o II Capítulo de Entronização da Confraria, tal como no primeiro capítulo realizou-se na igreja matriz de Meinedo, testemunho do nosso crescimento, que contou com o mesmo número de confrarias visitantes, ás quais demos a conhecer a nossa Vila de Lousada, nomeadamente o Centro de Interpretação da Rota do Românico.
Somos a Confraria Madrinha da recém-confraria do Sarrabulho Doce de Caíde de Rei.

Quais são os principais objetivos da Confraria?

Os objetivos primordiais da Confraria do Bazulaque de Magneto são a promoção e preservação do bazulaque, que passa pelo estudo, defesa, prestígio e valorização do Bazulaque enquanto valores gastronómicos e de interesse económico local.

São atribuições da Confraria a promoção e apoio de medidas tendentes à preservação da autenticidade do Bazulaque de Magneto (Meinedo –Lousada); a promoção, organização, apoio ou patrocínio de encontros, convívios, visitas, provas, concursos ou festivais gastronómicos onde o Bazulaque de Magneto tenha especial relevância, com vista à sua divulgação numa perspetiva pedagógico-cultural.

A Confraria defende ainda a promoção do intercâmbio com organizações nacionais e estrangeiras no âmbito da divulgação do nosso produto, freguesia e conselho.

Caracterize-nos o atual momento da confraria.

Foi criada há dois anos, tem atualmente 41 confrades, 28 entronizados no I Capítulo de julho de 2018 e os restantes 13 mais recentemente de julho 2019.
No decorrer destes 2 anos, a Confraria fez-se representar em eventos nacionais e estrangeiros, nomeadamente na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, no “Aqui Portugal”, programa da TVI que decorreu em Lousada, no Festival Tradicional de Lousada, na Festa do Vinho Verde em Castelo de Paiva, no I Encontro de Confrarias de Lousada, bem como na Feira Internacional de Turismo Gastronómico em Ourense, Espanha.
Não menos importante, e no seio do espírito Confrádico, a Confraria do Bazulaque de Magneto é presença assídua nas cerimónias capitulares de outras confrarias de norte a sul do país.

Todos os anos, por altura das Festas em Honra de Santo Tirso, decorre o Festival do Bazulaque, promovido e organizado pela Confraria.

Fale-nos um pouco sobre o bazulaque. Como se confeciona?

Em Meinedo, o bazulaque tem primazia na gastronomia popular, em eventos, manjares familiares ou de amigos, em restaurantes locais ou em comemorações tradicionais e festas de ano, como uma “iguaria dos pobres”, destinada aos bons apreciadores de “pitéus tradicionais”.
É um prato feito com vísceras de carneiro, galinha, presunto e salpicão. Num tacho faz-se um refogado com cebola e azeite, quando o estrugido está no ponto, junta-se-lhe as carnes e os devidos temperos, ficando tudo a refogar durante aproximadamente 5 horas, até estar bem tenro e apurado.
É servido com uma fatia de pão, preferencialmente pão de Padronelo, no fundo do prato, que vai absorver o molho do bazulaque.
Esta iguaria serve-se como aperitivo, ou nos lanches e bem regado com um bom vinho da região.

Quais são as maiores dificuldades que tem sentido na promoção do bazulaque?

Uma vez que o nosso prato é confecionado maioritariamente com vísceras, torna-se difícil obtermos a matéria-prima necessária à confeção do nosso prato, o que origina a que não possamos participar tão prontamente quanto gostaríamos em eventos.

Sendo uma iguaria que promove o concelho, sentem o apoio das instituições?

Sem dúvida que sem o apoio das instituições, nomeadamente da Câmara Municipal de Lousada, da Junta de Freguesia de Meinedo, do Rancho Folclórico “As Lavradeiras do Vale do Sousa”, da JDM – Juventude Desportiva de Meinedo, da ADASM – Associação de Desenvolvimento e Apoio Social de Meinedo, e da Comissão Fabriqueira da Paróquia, não teria sido possível à Confraria crescer. Não nos podemos esquecer que gente da nossa terra a título individual nos tem dado grande ajuda nesta nossa missão.

Quais serão os próximos desafios da confraria?

A curto prazo, um dos desafios da confraria passa pela adesão à Federação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas.
Conseguir instalações com condições condignas para a sede da confraria, dado que, à data, muito gentilmente a Paróquia nos cedeu um espaço.
Continuar a realizar o nosso Festival “Meinedo Festival do Bazulaque” com o objetivo de promover e aproximar mais adeptos a este festival.
Marcar presença em outros festivais que sejamos convidados, tal como no ano anterior.
Aumentar a presença de outras confrarias nos nossos Capítulos com o objetivo de divulgar e promover o nosso Bazulaque de Magneto e a nossa terra.

Deixe uma mensagem final…

Convidamo-lo a conhecer e degustar o nosso pitéu!!

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Tanto talento e humildade numa pessoa só

JOÃO DA MOTA TEIXEIRA Este cristelense de 78 anos tem tanto de discreto e humilde como de talento...

Estradas esburacadas 

ACONTECE UM POUCO POR TODO O CONCELHO As chuvas intensas que caíram neste inverno contribuíram...

“O Julgamento do Natal”

Nos dias 22 e 23 de março, a Nova Oficina de Teatro e Coral de Lousada, para finalizar o Dia do...

COPAGRI CONTINUA COM LITÍGIO INTERNO

“Arrumar a casa” para investir no supermercado, mas anterior direção insiste com ação judicial Por...

Adriano Rafael Moreira é o novo Secretário de Estado do Trabalho

TERCEIRO LOUSADENSE NUM GOVERNO CONSTITUCIONAL A tomada de posse de Adriano Rafael Moreira,...

Editorial 118 | Um lousadense no Governo de Portugal

Não é todos os dias que temos um lousadense no Governo de Portugal, sendo, por isso, motivo de...

~ in memoriam ~

Armando José Gonçalves da Costa (1946 – 2024) Faleceu a 26 de Março o estimado dono do Mini...

Lousada recebe o Mega Sprinter

Lousada recebe, nos dias 19 e 20 de abril, o XVIII Mega Sprinter. A atividade envolve 25 comitivas...

Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

Lousada recebe o III Seminário da Unidas — Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega...

Noites da Juventude apresentam We Are

O segundo evento no âmbito das Noites da Juventude realiza-se dia 12 de abril. A partir das 22h00,...

Siga-nos nas redes sociais