por | 21 Jun, 2020 | Grandes Louzadenses, Sociedade

PSD LOUSADA: Encerrar aterro da Rima e a alternativa

Os Vereadores do PSD na Câmara Municipal de Lousada, Leonel Vieira, Simão Ribeiro e Sandra Silva levaram o assunto do aterro da Rima à reunião de Câmara realizada no dia 19 de junho.

O Vereador Leonel Vieira informou que juntamente com a Comissão Municipal de Acompanhamento dos Aterros, presidida pelo Presidente da Junta da União das Freguesias de Lustosa e Barrosas (Santo Estevão, Armando Silva, e também na presença do Presidente da Junta de Freguesia de Sousela, Diogo Aires, visitaram o aterro da Rima, em Lustosa.

No seguimento da visita e em resultado dos acontecimentos ocorridos nos últimos meses, os Vereadores do PSD insistem no encerramento do aterro da Rima, porquanto:

  1. O aterro da Rima foi construído para receber resíduos dos Concelhos do Vale do Sousa, e tem recebido de outras regiões e de outros países, nomeadamente de Itália.
  2. O aterro inicialmente destinava-se somente para receber resíduos não perigosos, mas com a emissão de novas licenças tal não está acontecer. Hoje o aterro pode e recebe resíduos perigosos, como por exemplo: resíduos da refinação de petróleo, da purificação de gás natural e do tratamento pirolítico do carvão; resíduos do FFDU de sais e suas soluções e de óxidos metálicos; resíduos do FFDU de produtos e processos químicos do azoto e do fabrico de fertilizantes; resíduos do FFDU de tintas, vernizes, esmaltes e colas; resíduos da pirometalurgia do cobre, do alumínio, do zinco e do chumbo.
  3. A administração da Rima não cumpre a lei. Mesmo após o Governo ter decretado a suspensão da importação de resíduos, a Rima aceitou no aterro de Lustosa centenas de toneladas de lixo proveniente de Itália.
  4. Os donos da Rima estão apenas interessados no lucro. Já demonstraram não estarem preocupados com a saúde da população. Não são confiáveis.

O aterro tem que encerrar!

Em consequência, os Vereadores do PSD convidaram o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Lousada a tomar as diligências necessárias junto do Ministério do Ambiente e, se necessário através dos Tribunais, para que o encerramento do aterro aconteça brevemente.

No entanto, porque é preciso ter soluções para tratar dos resíduos não perigosos dos Concelhos do Vale do Sousa, os Vereadores do PSD apresentaram a seguinte proposta:

Deve a Câmara Municipal de Lousada propor à Associação de Municípios do Vale do Sousa que a Ambisousa, empresa inter Municipal, reúna as condições necessárias para tratar também dos resíduos não perigosos. E, se necessário, deve junto do Governo defender a alteração da legislação.

Defenderam ainda os Vereadores do PSD que o novo aterro para os resíduos não perigosos tem que ser construído num Município do Vale do Sousa que até hoje ainda não tenha tido qualquer aterro.

A concluir, Leonel Vieira, em representação dos Vereadores do PSD, afirmou que “o objetivo primeiro dos Municípios não é o de obter lucro com os resíduos, mas sim tratá-los devidamente. O mesmo não acontece com a Administração da Rima que está em Lousada apenas para ganhar dinheiro à custa da saúde dos Lousadenses”.

Lousada, 20 de Junho de 2020

Os Vereadores do PSD na Câmara Municipal de Lousada,

Leonel Vieira

Simão Ribeiro

Sandra Silva

1 Comment

  1. José Ribeiro

    O PSD de Lousada não sabe o que anda a fazer…. e uma demonstração clara disso é a proposta efectuada.
    A responsabilidade de gestão dos resíduos não perigosos é da responsabilidade do seu produtor e pode apenas ser passada a entidades licenciadas. A Autarquia e a associação de municípios não tem competências legais para tratar resíduos não perigosos (não urbanos), e caso a tivesse eventualmente constituiria um entrave à concorrência, situação já condenada pela Comissão europeia com o congelamento dos fundos comunitários durante 2 anos.
    Ignorância pura… aliada a imensa falta de trabalho e estudo.
    A propaganda politica com recurso a não verdades é condenável juridicamente!

    Reply

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Editorial 125 | O Gestor de Redes Sociais

Numa terra longínqua onde os emojis governam e os likes são moedas de troca, vive o temido Gestor...

LOUSADA RECEBE MAIOR FESTIVAL DE DRIFT DO PAÍS

O Eurocircuito da Costilha em Lousada será palco no final do mês da 11ª edição do Encontro...

Xadrez do Lousada Voleibol Clube com excelentes resultados no fim de semana

Esteban Dario Caro, xadrezista da secção de xadrez do Lousada Voleibol Clube venceu o VII Torneio...

Oficinoscópio assinala 10 anos de cinema de animação

No dia 10 de julho foi apresentado o livro Oficinoscópio, relativo aos 10 anos de Oficinas de...

AUTOR VISITA ALDAF E PROMOVE MOMENTO DE CULTURA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM LOUSADA

No passado dia 13 de junho a Associação Lousadense dos Deficientes, dos seus Amigos e Familiares...

Desvendando os Traços Antissociais

Os traços antissociais são confundidos por vários sintomas na linguagem coloquial, assim irei...

”Faz falta uma feira do livro”

GONÇALO SANTOS, ESCRITOR Chama-se Gonçalo Teles dos Santos, tem 44 anos, é natural de Sousela e...

A Casa Nobre No Concelho de Lousada

Tipologias - XVI | Elementos Decorativos II Os elementos decorativos, concebidos quase sempre em...

O discreto gigante da democracia lousadense

E DEPOIS D'ABRIL? [3] Lousada teve muitas pessoas de proa que embora sendo contra o regime...

Fim de Semana Cultural “Alma Magnetense” está de regresso

A Junta de Freguesia de Meinedo anuncia o regresso do Fim de Semana Cultural "Alma Magnetense",...

Siga-nos nas redes sociais