por | 19 Abr, 2024 | Região, Sociedade

Unidas debateu papel das empresas no combate à violência doméstica

Empresas da região firmaram Pacto Contra a Violência

Realizou-se ontem, dia 18, no Auditório Municipal de Lousada, o III Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa, uma rede constituída por 11 estruturas de atendimento a vítimas de violência doméstica e que é coordenada pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa. Subordinado ao tema “Será a responsabilidade social uma resposta à violência doméstica?”, em debate esteve a importância do envolvimento do setor empresarial na resposta a situações de violência doméstica.

O seminário teve como foco o Pacto Contra a Violência, um projeto que visa a criação de uma rede de entidades parceiras com o Gabinete da Secretária de Estado da Igualdade e Migrações e com a CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género na mobilização de respostas de urgência e apoio ao trabalho das estruturas da Rede Nacional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica.

A sessão culminou com a adesão de 13 empresas da região de setores estratégicos da economia, como o calçado, o têxtil e o vestuário, o vinho verde e o turismo ao Pacto Contra a Violência. Atualmente, o Pacto Contra a Violência conta com 44 empresas aderentes em todo o país, podendo as empresas interessadas aderir a qualquer momento, bastando, para o efeito, contactar a CIG.

As parcerias estabelecidas no quadro do Pacto Contra a Violência são particularmente importantes para a prevenção e o combate à violência doméstica, nomeadamente na divulgação de informação e campanhas de sensibilização, no apoio direto às vítimas e às estruturas da Rede Nacional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica e no apoio direto às vítimas e às estruturas da Rede de Apoio e Proteção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos.

As 11 estruturas de atendimento da Unidas, uma por cada município da região do Douro, Tâmega e Sousa, que estão em funcionamento deste abril de 2021, prestam um serviço especializado, confidencial e gratuito a vítimas de violência doméstica, assegurando-lhes apoio social, psicológico e jurídico. Além destes apoios, estas estruturas disponibilizam também, desde fevereiro de 2022, uma resposta especializada de apoio psicológico para crianças e jovens vítimas de violência, um mecanismo que é também um importante contributo na interrupção dos ciclos de violência.

De abril de 2021 a março deste ano, foram 2009 as vítimas acompanhadas pela Unidas, 332 delas crianças e jovens, cuja resposta de apoio psicológico se iniciou um ano mais tarde, em fevereiro de 2022. Nos mesmos períodos, a Unidas realizou quase 13 mil atendimentos a vítimas de violência doméstica, dos quais mais de 3000 foram a crianças e jovens.

No ano passado, a Unidas registou uma média de 58 novos casos por mês nas 11 estruturas. Verifica-se uma tendência crescente no número de processos que chegam às estruturas de atendimento da Unidas de aproximadamente 18%, em 2023, face ao ano anterior, com reflexo no número de atendimentos. Estes números demonstram que a sensibilização da população em geral tem contribuído para despertar para o fenómeno da violência doméstica, as pessoas têm um maior conhecimento dos apoios a que podem aceder a nível social, psicológico e jurídico e, por outro lado, o que a rede Unidas tem desempenhado um papel crucial neste âmbito, uma vez que os casos sinalizados e encaminhados chegam às entidades constituídas para o efeito. Exemplo disso é o fosso cada vez menor entre os crimes que são registados pela GNR e os casos que são acompanhados nas estruturas de atendimento da Unidas.

Além do apoio às vítimas, a Unidas faz ainda a articulação com as entidades parceiras outorgantes do Protocolo para Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, tendo em vista uma maior proximidade e eficácia da intervenção e do trabalho em rede.

O III Seminário da Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa foi promovido pela CIM do Tâmega e Sousa, em articulação com o Município de Lousada, sendo cofinanciado pelo Pessoas 2030 – Programa Temático Demografia, Qualificações e Inclusão, Portugal 2030 e União Europeia.

Sobre a UNIDAS – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa

A Unidas – Rede Intermunicipal de Apoio à Vítima do Douro, Tâmega e Sousa é uma rede constituída por 11 estruturas de atendimento a vítimas de violência doméstica, uma por cada município do Douro, Tâmega e Sousa, que prestam um serviço especializado, confidencial e gratuito a vítimas de violência doméstica, assegurando-lhes apoio social, psicológico e jurídico. Além destes apoios, estas estruturas disponibilizam também uma resposta especializada de apoio psicológico para crianças e jovens vítimas de violência, um mecanismo que é também um importante contributo na interrupção dos ciclos de violência.

Além do apoio às vítimas, a Unidas faz ainda a articulação com as entidades parceiras outorgantes do Protocolo para Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, tendo em vista uma maior proximidade e eficácia da intervenção e do trabalho em rede.

A UNIDAS destina-se a vítimas de violência (crianças, jovens, adultos e idosos) e a pessoas que procurem informação neste âmbito, residentes ou não nos concelhos da região do Douro, Tâmega e Sousa. Este apoio pode ser prestado em qualquer uma das 11 estruturas de atendimento da rede Unidas, independentemente do concelho de residência da vítima ou da pessoa que o procure.

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Piscinas sobrelotadas: expandir ou construir?

EMPREENDIMENTO AQUÁTICO TEM 27 ANOS As piscinas de Lousada foram inauguradas em 1997, numa altura...

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

Siga-nos nas redes sociais