por | 10 Mai, 2024 | Sociedade, Uncategorized

“A chegada é indescritível e emocionante”

MILHARES DE PEREGRINOS A CAMINHO DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Para cumprir promessas ou pedir auxílio à Nossa Senhora, os crentes caminham em peregrinação. O culminar da caminhada é vivida com emoção. Muitos peregrinos dizem que “é uma experiência única” e que “a chegada ao Santuário é indescritível e emocionante, onde as lágrimas de alegria e de gratidão caem pelo rosto. O coração palpita com força. Entramos de mãos dadas, no Santuário. Lágrimas misturadas com gratidão e fé. É uma conquista. Conseguir cumprir a promessa é tudo isso e muito mais”.

Desde o século XVIII existe peregrinação a Fátima, para visitar o Santuário de Nossa Senhora da Ortiga. Desde o ano de 1917, os crentes passaram a fazê-lo com maior afluência, para visitar o Santuário de Nossa Senhora de Fátima, situado na Cova da Iria, em Leiria. As maiores manifestações dos devotos ocorrem a 12 de maio, dia da Procissão das Velas, e a Procissão do Adeus, no dia 13, que encerra as celebrações.

O bom tempo, que se faz sentir desde segunda-feira, está a ajudar os peregrinos que se fazem à estrada rumo ao Santuário. Muitos já tinham saído de Lousada no fim de semana, apesar da chuva e do tempo cinzento.

Até lá chegar, há muitas formas de percorrer o caminho. A quase totalidade dos peregrinos vai com companhia, sobretudo em grupos grandes, onde o convívio e a alegria são as notas dominantes. Há cânticos, sobretudo religiosos, pois claro. Outra grande parte vai compenetrada, em oração ou meditação, na maior parte do tempo. O que move estas pessoas em direção a Fátima são sobretudo a prece ou a gratidão, conforme os casos. Pedir ajuda à Nossa Senhora ou pagar promessas a ela feitas, destacam-se entre a variedade de motivações que impelem os peregrinos na ida.

Muito experiente em peregrinações, Marlene Teixeira disse ao O Louzadense: “este ano é o meu quarto ano de peregrinação, sendo que este é o meu primeiro como massagista voluntária”.

Marlene Teixeira e outros peregrinos

“As promessas são de foro muito variado, conforme as aflições de cada um e que em muitos casos levam ao desespero, e nesses casos só o amor, o milagre e a força da fé nos ajudam a superar”, confessa.

A maior parte dos peregrinos vai por promessa e “existem cada vez mais peregrinos que vão por gratidão, pois fica dentro de nós uma necessidade de agradecer incalculável”, afirma.

Em cada peregrino, “existe uma história de vida, um motivo específico e especial. No ano passado, em muito do meu tempo durante a peregrinação, senti necessidade de me isolar e refletir”. Mas esta peregrina também ouve e acompanha. “Trago comigo no coração a história de uma mãe que partilhou comigo sobre a perda do seu filho, e sobre o seu recurso à fé para ultrapassar essa dor imensa”, revela Marlene.

Para quem vai a Fátima a pé “o conselho que dou é que levem o coração aberto, que vivam cada momento, pois pelo caminho vamos recebendo e oferecendo força e coragem aos que caminham connosco. Pelo caminho vão ter momentos para tudo, para sorrir, para chorar, para apoiar e serem apoiados”.

Recomenda aos peregrinos que levem “o propósito sempre de chegarem todos juntos e acreditem que o sentimento da chegada é inexplicável, é uma explosão de sentimentos. Sentimo-nos abraçados pela Mãe Maria”.

O cansaço físico e psicológico podem incomodar bastante: “para mim o maior desafio está no foro psicológico, uma vez que não conseguimos descansar o tempo normal. O cansaço físico também pode ser difícil para muitos. A preparação física antes da peregrinação é muito importante e fazer o que a equipa de saúde recomenda é uma mais valia”, salienta Marlene Teixeira.

Recomendações para os peregrinos

A preparação física é muito importante: deve-se fazer caminhadas de preparação; as unhas devem ser cortadas a direito e ir ao calista, se possível e necessário; imersão dos pés em água quente e sal, uns dias antes da partida.

O que levar:  calçado usado, que proporcione um andar confortável; um par suplente de calçado para caminhar e chinelos; meias brancas, de algodão, sem costura (calçadas do avesso); roupa de algodão, larga, clara e com mangas (só a necessária para cada dia); Agasalhos para a noite; Lanterna; Protetor solar e, se possível, óculos de sol; Chapéu e guarda-chuva (e/ou impermeável); Batom de cieiro; Água, frutos secos e açúcar.

Os entendidos fazem algumas advertências complementares: cumpra as orientações do médico e não abuse dos medicamentos (analgésicos, sobretudo); Identifique com nome, morada e telefone os seus sacos e carteiras; Leve dinheiro suficiente, mas não em excesso; Não use tecidos sintéticos; Não use plásticos para se cobrir; Não leve consigo crianças pequenas.

Nas recomendações para o percurso a primeira é caminhar em fila indiana e não em grupo; Não ande na estrada mas na berma; Evite os IP e os IC; Se caminhar de noite, use faixa refletora e não ande sozinho; Não use nem permita o uso de auscultadores durante o caminho; Não use telemóvel enquanto caminha na estrada; Não beba bebidas alcoólicas antes de caminhar nem enquanto caminha; Não caminhe nas horas de mais calor; Não caminhe aceleradamente; Não percorra uma distância superior a 30 km por dia; Programe, com antecedência, as paragens para comer e dormir; Tenha atenção aos carros mesmo quando reza ou canta; Se for preciso reunir o grupo, faça-o sempre fora da estrada; Os carros de apoio devem parar do lado em que se caminha; Ajude os mais cansados, não os deixando sozinhos.

A chegada ao Santuário

Comentários

Submeter Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Piscinas sobrelotadas: expandir ou construir?

EMPREENDIMENTO AQUÁTICO TEM 27 ANOS As piscinas de Lousada foram inauguradas em 1997, numa altura...

Rezar por mais saúde e menos guerras

A PROCISSÃO DE VELAS É UM SINAL DOS TEMPOS Em maio realizam-se as procissões de velas. Os...

LADEC Celebra 14.º Aniversário com Jantar Convívio

No passado dia 18, a LADEC - Lousada Associação de Eventos Culturais comemorou o seu 14.º...

Hugo Regadas Vence a Internacional XCO Super Cup

No passado domingo, em Vila do Conde, o lousadense Hugo Regadas, a competir pela equipa Rompe...

Editorial 121 | Lousada é Grande

Lousada, terra de história e tradição, ostenta com orgulho a sua grandeza. O nosso Torrão, que há...

Lousada Junior Cup: Título da primeira prova ficou em casa

O português João Dinis Silva conquistou a primeira prova da Lousada Junior Cup, depois de derrotar...

Lousada ao rubro na Super Especial do Rally de Portugal

A 57º edição do Rally de Portugal trouxe a Lousada os pilotos do Campeonato do Mundo de Ralis...

DIALLEY – Agência de Marketing em Lousada

O nome foi inspirado na Diagon Alley, um local emblemático da saga Harry Potter, da qual Sofia...

Apresentação da trilogia “As Aventuras da Maria” encanta público

No passado dia 11, a Assembleia Louzadense acolheu a apresentação da trilogia "As Aventuras da...

Luís Santos é mandatário da candidatura da Aliança Democrática em Lousada

A candidatura da Aliança Democrática (AD) em Lousada terá como mandatário Luís Santos, Coordenador...

Siga-nos nas redes sociais